"Não sou obrigado a ser Cult"

o museu de memes enquanto espaço de Educação, Inovação e divulgação científica

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21879/faeeba2358-0194.2021.v30.n64.p210-225

Palavras-chave:

Educação e Cibercultura, Memes, Museu de Memes, Inovação, Divulgação Científica

Resumo

Memes são artefatos cada vez mais importantes na dinâmica comunicacional da cibercultura. Eles nos possibilitam diferentes formas de compreender o mundo a partir da autoria em rede. Sua amplitude e propagação na internet tornam-se uma espécie de termômetro da opinião pública a respeito de múltiplos temas, fatos ou acontecimentos. Expressos em diferentes linguagens digitais (áudios, gifs, imagens, vídeos), fazem sucesso nas redes sociais digitais, nas salas de aulas, presenciais e remotas, no #MUSEUdeMEMES, um museu on-line, derivado de um projeto da Universidade Federal Fluminense - UFF. Neste contexto, o objetivo do artigo é analisar a atuação do #MUSEUdeMEMES na educação, inovação e divulgação científica, promovendo aprendizagens na cibercultura. O método usado foi o qualitativo, de cunho descritivo e analítico e a técnica de análise dos dados foi a da análise de conteúdo. O artigo conclui que a ambiência comunicacional da cibercultura tem permitido a reconfiguração de diferentes fenômenos no contexto digital e que, neste ciberespaço museal, é possível experimentar uma série de vivências que perpassam as presencialidades, entre o físico e o on-line, as subjetividades e as performances culturais. Estas vivências fazem do #MUSEUdeMEMES um ambiente dinâmico de educação, inovação e divulgação científica na era das conectividades.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Kaio Eduardo de Jesus Oliveira, Universidade Tiradentes (UNIT)

Doutor em Educação (PPED-UNIT) Mestre em Educação (PPED-UNIT). Especialista em Tecnologias Educacionais. Participa do Grupos de Pesquisa Educação, Tecnologia da Informação e Cibercultura  - GETIC/UNIT/CNPq e Educação, Redes Sociotécnicas e Culturas Digitais - EDUTEC/UFBA/CNPq.

 

Edvaldo Souza Couto, Universidade Federal da Bahia (UFBA)

Professor Titular na Faculdade de Educação da Universidade Federal da Bahia - UFBA. PśDotorado em Educação pela Univerdade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS, Doutor em Educação pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP. É lider do Grupo de Pesquisa Educação, Redes Sóciotécnicas e Culturas Digitais - EDUTEC/UFBA/CNPq e um dos Coordenadores do Grupo de Pesquisa Educação, Comunicação e Tecnologias - GEC/UFBA/CNPq. É Bolsista em Produtividade em Pesquisa do CNPq - PQ2.

Cristiane Porto, Universidade Tiradentes (UNIT)

Pós-Doutorado em Educação pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Doutora em Cultura e Sociedade pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Mestrado em Letras e Linguística pela mesma Instituição. Pesquisadora do Instituto de Tecnologia e Pesquisa (ITP). Professora do Curso de Comunicação Social, Educação Física e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Tiradentes (UNIT). Líder do Grupo de pesquisa: Educação, Tecnologia da In- formação e Cibercultura (GETIC/UNIT/CNPq). Participa do Grupo de Pesquisa Educação, Redes Sociotécnicas e Culturas Digitais (EDUTEC/UFBA/CNPq). Bolsista em Produtividade em Pesquisa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) – Nível 2.

Referências

BARBOSA, Maria do Rosário, VIAN JR, Orlando. Letramento midiático: inserção do diálogo entre texto visual e verbal no ensino fundamental. Revista Calidoscópio, UNISINOS, Vol. 16, n. 3, p. 380-391, set/dez 2018. Disponível em: http://revistas.unisinos.br/index.php/calidoscopio/article/view/cld.2018.163.03. Acesso em: 19 abr. 2021.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo 4. ed. Lisboa, PT: Edições 70, 1977.

BAUCKHAGE, Christian. Insights into InternetMemes. In: Fifth International AAAI Conference on Weblogs and Social Media, Barcelona, 2011. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/221298121_Insights_into_Internet_Memes.Acesso em: 17 abr. 2021.

BERGSON, Henri. O riso: ensaio sobre a significação da comicidade. São Paulo: Martins Fontes, 2004.

BLACKMORE, Susan. The meme machine. Oxford University Press: Londres. 1999.

BUCHEL, Branislav. Internet Memes as Means of Communication. Dissertação de mestrado, 2012, 73 f. Faculdade de Estudos Sociais, Departamento de Sociologia de Masaryk University: Brno, 2012.

CARACCIOLO, Paola Maira Gomes; PENNER,Tomaz Affonso; FILHO, Otacílio Amaral. Dos bordões aos memes: Uma análise sobre o papel da mídia na construção e apropriação de novas formas de linguagem. XXXIV Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, Recife, 2011. Disponível em: http://www.intercom.org.br/papers/nacionais/2011/resumos/R6-0726-1.pdf. Acesso em: 11 abr. 2021.

CHAGAS, Catarina; MASSARANI, Luisa. Manual de sobrevivência para divulgar ciência e saúde. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz, 2020.

CHAGAS, Viktor. A cultura dos memes: aspectos sociológicos e dimensões políticas de um fenômeno do mundo digital. Salvador: EDUFBA, 2020.

CHARAUDEAU, Patrick. Discurso das mídias. Contexto: São Paulo, 2010.

CRESWELL, John. W. Educational research: planning, conducting, andevaluating quantitative and qualitative research (4th ed.). Lincoln, NE: Pearson; University of Nebraska Press, 2011.

DAWKINS, Richard. O gene egoísta. Companhia das Letras: São Paulo, 2007.

FONTANELLA, Fernando. O que é um meme na Internet? Proposta para uma problemática da memesfera. III Simpósio Nacional da ABCiber, São Paulo, 2009. Disponível em: https://pt.scribd.com/document/48077247/O-que-e-um-meme-na-Internet-ABCiber-2009. Acesso em: 15 abr. 2021.

FRANCO, Maria Laura Puglise Barbosa. Análise de conteúdo. Belo Horizonte: Autores Associados, 2020.

GASCOIGNE, Toss; et al. Comunicando ciência em contextos sociais: Novos modelos, novas práticas. Disponível em: https://link.springer.com/book/10.1007%2F978-1-4020-8598-7#editorsandaffiliations.Acesso em: 2 mar. 202.

HORTA, Natália Botelho. O meme como linguagem da internet: uma perspectiva semiótica. 2015, 191 p. Dissertação (Mestrado em Comunicação) – Faculdade de Comunicação, Universidade de Brasília, Brasília, 2015.

KENSKI, Vani Moreira. A urgência de propostas inovadoras para a formação de professores para todos os níveis de ensino. Revista Diálogo Educacional. Curitiba, v. 15, n. 45, p. 423-441, maio/ago. 2015. Disponível em: https://periodicos.pucpr.br/index.php/dialogoeducacional/article/view/1963. Acesso em: 17 abr. 2021.

MARTINS FILHO, Vilson; FIALHO, Francisco Antonio Pereira. O Ciberespaço e a inevitabilidade semiótica do meme na educação digital. V Simpósio Nacional da ABCiber, Florianópolis, 2011. Disponível em: file:///tmp/mozilla_edvaldo0/O_Ciberespaco_e_a_inevitabilidade_semiot.pdf. Acesso em: 11 abr. 2021.

MASSARANI; Luisa; MOREIRA; Ildeu de Castro. Divulgação científica no Brasil: algumas reflexões sobre a história e desafios atuais. In: MASSARANI; Luisa; MOREIRA; Ildeu de Castro (Orgs). Pesquisa em divulgação científica: textos escolhidos Rio de Janeiro: Fiocruz/COC, 2021. p. 107-132.

MELLO, Janaina Cardoso. Museu e ciberespaço: novas linguagens da comunicação na era digital. Revista Cultura Histórica & Patrimônio, UNIFAL - MG, volume 1, número 2, 2013, pp. 06-29. Disponível em: https://publicacoes.unifal-mg.edu.br/revistas/index.php/cultura_historica_patrimonio/article/view/01_art_v1n2. Acesso em: 19 abr. 2021.

MILNER, Ryan. M. The world made meme: discourse and identity in participatory media. Kansas: University of Kansas. 316f. Tese (Doutorado em Comunicação) –University of Kansas, Kansas, 2012.

MORAES, Roque; GALIAZZI, Maria do Carmo. Análise textual discursiva. Unijuí: Editora Unijuí, 2013.

NASSRI, Raquel Souza Zaida; COUTO, Edvaldo Souza. Letramento digital do professor no Projeto UCA – Um Computador por Aluno. In SILVA, Maria Cecília de Paula (Org). Educação, sociedade e práxis pedagógica: Proposições científicas na área da educação. Salvador: EDUFBA, 2021, p. 49-67.

O #MUSEUdeMEMES, 2020. Disponível em: https://www.museudememes.com.br/o-museu-de-memes/. Acesso em: 13 abr. 2021.

OLIVEIRA, Kaio Eduardo de Jesus. A ciência dos memes e os memes da ciência: educação e divulgação científica na Cultura digital, 2020, 146 p. Tese (Doutorado em Educação), Faculdade de Educação, Universidade Tiradentes, Aracaju. 2020.

OLIVEIRA, Kaio Eduardo de Jesus; PORTO, Cristiane; CARDOSO JUNIOR, Leonardo Fraga. Memes sobre ciência e a reconfiguração da linguagem da divulgação científica na cibercultura. Revista Acta Scientiarum Educação, v. 42. 2020. Disponível em: https://periodicos.uem.br/ojs/index.php/ActaSciEduc/article/view/52938. Acesso em: 20 abr. 2021.

RECUERO, Raquel da Cunha. Memes e Dinâmicas Sociais em Weblogs: informação, capital social e interação em redes sociais na internet. Intexto, Porto Alegre: UFRGS, v. 2, n. 15, p. 1-16, jul./dez. 2006. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/intexto/article/view/4265 Acesso em 29 abr 2021.

SHIFMAN, Limor. Memes in Digital Culture. The MIT Press: Massachusetts. 2014.

SILVA, Valdirene Cássia; COUTO, Edvaldo Souza. Convergência cultural-midiática: as tecnologias e a fluidez da juventude na cibercultura. IV ENECULT - Encontro de Estudos Multidisciplinares em Cultura, Salvador, 28 a 30 de maio de 2008, pp. 01-14. Disponível em: http://www.cult.ufba.br/enecult2008/14165.pdf. Acesso em 27 abr. 2021.

SIMONDON, Gilbert. Du mode d’existence des objets techniques. Paris: Aubier, 1989.

STRAUSS, Anselm.; CORBIN, Juliet. Pesquisa qualitativa: técnicas e procedimentos para o desenvolvimento de teoria fundamentada. Porto Alegre: ArtMed, 2008

TAVARES, Fernando Gomes de Oliveira. O conceito de inovação em educação: uma revisão necessária. Revista Educação (Santa Maria - RS), v. 44, 2019. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/reveducacao/article/view/32311/pdf. Acesso em: 26 abr. 2021.

TEIXEIRA, Robson da Silva. Museu virtual: um novo olhar para a informação e comunicação na museologia. Revista Perspectivas em Ciência da Informação, v.19, n.4, p.226-238, out. /dez. 2014. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/pci/v19n4/a13v19n4.pdf. Aceso em 28 abr. 2021.

UFF INAUGURA PRIMEIRO MUSEU DE MEMES DO BRASIL, 18 abr. 2017. Disponível em: http://www.uff.br/?q=noticias/18-04-2017/uff-inaugura-primeiro-museu-de-memes-do-brasil. Acesso em: 27 abr. 2021

Publicado

2021-11-19

Como Citar

OLIVEIRA, K. E. de J.; COUTO, E. S.; PORTO, C. de M. "Não sou obrigado a ser Cult": o museu de memes enquanto espaço de Educação, Inovação e divulgação científica. Revista da FAEEBA - Educação e Contemporaneidade, [S. l.], v. 30, n. 64, p. 210–225, 2021. DOI: 10.21879/faeeba2358-0194.2021.v30.n64.p210-225. Disponível em: https://revistas.uneb.br/index.php/faeeba/article/view/11734. Acesso em: 24 maio. 2024.