A relação crítica entre inovação pedagógica e ensino remoto emergencial

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21879/faeeba2358-0194.2022.v31.n65.p42-58

Palavras-chave:

Aula Online, Ensino Remoto, Inovação Pedagógica, Tecnologia, Educação

Resumo

Este artigo apresenta uma investigação sobre a relação entre inovação pedagógica e ensino remoto emergencial. Apresenta uma apuração sobre a transladação das aulas presenciais para o formato remoto, que aconteceu por causa da pandemia gerada pelo Covid-19. O estudo é de caráter qualitativo e exploratório, com aplicação de questionários aos professores que estão lecionando remotamente, sendo a amostra não probabilística. Em duas etapas distintas, usando a metodologia “bola de neve”, produzimos dados para análise. A primeira etapa teve como ênfase inovação pedagógica e a segunda foi direcionada para avaliação no ensino remoto emergencial. Os resultados mostram que a maior parte dos professores apenas transladou a sua metodologia para o formato online, ainda que a maioria tenha feito um replanejamento das suas aulas. Conclui-se que ainda é necessário aprofundar a relação entre tecnologias e inovação das práticas pedagógicas.  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Débora Vieira, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro

Mestranda em Educação e graduada em Pedagogia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio). Integrante do Grupo de Pesquisa Desenvolvimento Humano e Educação (GRUDHE/PUC-Rio).

Magda Pischetola, IT University of Copenhagen

Pós-doutora no projeto Teknosofikum da IT-University of Copenhagen. Possui mestrado em Comunicação (2006) e doutorado em Educação pela Universitá Cattolica del Sacro Cuore de Milão, Itália (2010) e pós-doutorado pela Universidade Federal de Santa Catarina (2012).  Professora colaboradora do quadro complementar da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Programa de Pós-Graduação em Educação, na área de mídias e tecnologias em educação. Entre 2014 e 2020 foi coordenadora do grupo de pesquisa ForTec/CNPq - Formação docente e Tecnologias (www.fortecpucrio.org). Sua área de pesquisa se concentra sobre as problemáticas da inclusão digital, a formação de professores e as práticas pedagógicas inovadoras com uso de tecnologias. Desde setembro de 2019 a Fevereiro de 2020 realizou estágio de Professora Visitante na University of Copenhagen e na Aalborg University CPH (Dinamarca) pelo projeto CAPES-Print. 

Referências

APPENZELLER, Simone et al . Novos Tempos, Novos Desafios: Estratégias para Equidade de Acesso ao Ensino Remoto Emergencial. Rev. bras. educ. med., Brasília , v. 44, supl. 1, e155, 2020. Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022020000500201&lng=en&nrm=iso>. access on 15 Apr. 2021. Epub Oct 02, 2020. https://doi.org/10.1590/1981-5271v44.supl.1-20200420

BOGGINO, Norberto. A avaliação como estratégia de ensino. Avaliar processos e resultados. Sísifo. Revista de Ciências da Educação, 09, pp 79‑86. 2009. Consultado em [mês, ano] em http://sisifo.fpce.ul.pt

BUCKINGHAM, D. Epilogue: Rethinking digital literacy: Media education in the age of digital capitalism. Dig. Educ. Rev. 2020, 37, 230–239. Disponível em: https://revistes.ub.edu/index.php/der/article/view/30671 Acesso 13 de abril de 2021.

BUZATO, Marcelo El Khouri. Cultura digital e apropriação ascendente: apontamentos para uma educação 2.0. Educ. rev. [online]. 2010, vol.26, n.3, pp.283-303. ISSN 0102-4698. https://doi.org/10.1590/S0102-46982010000300014

CARBONELL, J. A aventura de inovar: a mudança na escola. Porto Alegre: Artmed, 2002.

CARDOSO, A. P. O. Educação e Inovação. Viseu, Portugal, 1997.

CORDEIRO,K. M. A. O Impacto da Pandemia na Educação: A Utilização da Tecnologia como Ferramenta de Ensino. 2020. Disponível em: http://repositorio.idaam.edu.br/jspui/handle/prefix/1157. Acesso em: 10 abril de 2021.

COSTA, Barbara Regina Lopes. Bola de Neve Virtual: O Uso das Redes Sociais Virtuais no Processo de Coleta de Dados de uma Pesquisa Científica. Revista Interdisciplinar de Gestão Social, [s. l.], v. 7, ed. 1, jan./abr. 2018.

DAGNINO, Renato. Neutralidade da ciência e determinismo tecnológico. 1ª Edição. São Paulo: UNICAMP, 2008, p. 19. HARRES, João Batista Siqueira, LIMA, Valderez Marina do Rosário, CATTANI DELORD, Gabriela Carolina, SUSA, Clara Inés Chaparro, MARTINEZ, Rosa Inés Pedreros. Constituição e Prática de professores inovadores: um estudo de caso. Ensaio Pesquisa em Educação em Ciências [en linea] 2018, 20 (Septiembre) : [Fecha de consulta: 10 de março de 2021] Disponível em:<http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=129558282004 > ISSN 1415-2150

DIAS-TRINDADE, S., Correia, J. D., & Henriques, S. (2020). Ensino remoto emergencial na educação básica brasileira e portuguesa: a perspectiva dos docentes. Revista Tempos E Espaços Em Educação, 13(32), 1-23. https://doi.org/10.20952/revtee.v13i32.14426

DUARTE, Kamille Araujo et al.. Desafios dos docentes: as dificuldades da mediação pedagógica no ensino remoto emergencial. Anais VII CONEDU - Edição Online... Campina Grande: Realize Editora, 2020. Disponível em: <https://editorarealize.com.br/index.php/artigo/visualizar/68292 >. Acesso em: 13/04/2021 15:59

FARIAS, Mariana Soares De et al.. Ensino remoto e tecnologia: uma nova postura docente na educação pós-pandemia. Anais VII CONEDU - Edição Online... Campina Grande: Realize Editora, 2020. Disponível em: <https://editorarealize.com.br/artigo/visualizar/68528 >. Acesso em: 15/04/2021 15:59

HEINSFELD, Bruna Damiana de Sá Sólon. Conhecimento e Tecnologia: uma análise do discurso das Políticas Públicas em Educação. Dissertação (Mestrado em Educação) – Departamento de Educação, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, 2018.

IMBERNÓN, Francisco. Formação docente e profissional: formar-se para a mudança e a incerteza. São Paulo: Cortez, 2010.

KANASHIRO, M. D.. D. M. Formação continuada de docentes para produção de material em ferramenta de autoria baseada no modelo Tpack e na abordagem CSS. Dissertação de Mestrado em Educação - Faculdade de Ciências e Tecnologia, UNESP/Campus de Presidente Prudente, 2020.

LUCKESI, Cipriano Carlos. O que é mesmo o ato de avaliar a aprendizagem? Pátio, Rio Grande do Sul, n.12, p. 1-7, fev/mar. 2000.

MASETTO, M. Inovação na Educação Superior. Interface - Comunicação, Saúde, Educação, v. 8, n. 14, p. 197-202, fev. 2004.

MASETTO, Marcos Tarciso, ZUKOWSKY-TAVARES, Cristina. Formação de professores para currículos inovadores no ensino superior: um estudo num curso de direito. Revista e-Curriculum [en linea] 2015, 13 (Enero-Marzo) : [Fecha de consulta: 10 de março de 2021] Disponível em:<http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=76638304002 > ISSN 1809-3876

MESSINA, G. Mudança e inovação educacional: notas para reflexão. Cadernos de Pesquisa. São Paulo: Fundação Carlos Chagas, no 114, novembro de 2001, p. 226.

MIGNONI DE OLIVEIRA, R.; CORRÊA, Y.; MORÉS, A. . Ensino remoto emergencial em tempos de covid-19: formação docente e tecnologias digitais. Revista Internacional de Formação de Professores, [S. l.], v. 5, p. e020028, 2020. Disponível em: https://periodicoscientificos.itp.ifsp.edu.br/index.php/rifp/article/view/179 Acesso em: 15 abr. 2021.

MORAN, J. (2017). Como transformar nossas escolas: novas formas de ensinar a alunos sempre conectados. In CARVALHO, M., editor, Educac ̧ao 3.0: Novas perspectivas para o Ensino, pages 63–87. Sinepe/RS/Unisinos, Porto Alegre.

MOREIRA, J. A., Henriques, S., Barros, D. (2020). Transitando de um ensino remoto emergencial para uma educação digital em rede, em tempos de pandemia. Dialogia, 34, 351-364. Disponível em: https://repositorioaberto.uab.pt/handle/10400.2/9756 Acessado: 14 de abril de 2021.

OLIVEIRA, N. N. S. *Do mapa à planta:* apontamentos para uma cartografia da Didática na cibercultura. Dissertação (Mestrado em Educação) – Departamento de Educação, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, 2019.

OLIVEIRA, S. da S., SILVA, O. S. F., & Silva, M. J. de O. (2020). Educar na Incerteza E na urgência: Implicações do Ensino Remoto ao Fazer Docente e a Reinvenção Da Sala de Aula. EDUCAÇÃO, 10(1), 25–40. https://doi.org/10.17564/2316-3828.2020v10n1p25-40

PACHECO, José. Inovar é Assumir um compromisso Ético com a Educação. 1ª. ed. [S. l.]: Editora Vozes, 2019. ISBN 9788532660978.

PASCHOALINO, Jussara Bueno de Queiroz; RAMALHO, Maria Lúcia; QUEIROZ, Virgína Coeli Bueno de. Trabalho docente: o desafio de reinventar a avaliação em tempos de pandemia. Revista Labor. V.1, n. 23, p. 113-130, 2020.

PEIXOTO, J. (2015, p. 324). Relações entre sujeitos sociais* e objetos técnicos** uma reflexão necessária para investigar os processos educativos mediados por tecnologias. Revista Brasileira de Educação, 20(61). Grifo da autora. Fonte: https://www.redalyc.org/articulo.oa?id=27538407003

PISCHETOLA, M. Cultura digital, tecnologias de informação e comunicação e práticas pedagógicas. In: CANDAU, Vera Maria et al. Didática: tecendo/reinventando saberes e práticas. Rio de Janeiro: 7 Letras, 2018

PISCHETOLA, Magda, ALBUQUERQUE, Paula, HEINSFELD, Bruna Damiana, SANTOS, Elis Renata de Britto, CORRÊA, Juliana Gomes, SILVA, Maria Paula Rossi Nascentes, OLIVEIRA, Nadja Naira Silva. Tecnologias, pensamento sistêmico e os fundamentos da inovação pedagógica. Curitiba : CRV, 2019.

PORTO CASTRO, Ana Mª, MOSTEIRO GARCÍA, Mª Josefa, Innovación y calidad en la formación del profesorado universitario. Revista Electrónica Interuniversitaria de Formación del Profesorado [en linea] 2014, 17 (Septiembre-Diciembre) : [Fecha de consulta: 17 de junio de 2019] Disponible en:<http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=217032513011 > ISSN

RIEDNER, Daiani. T. T.; PISCHETOLA, Magda. Tecnologias digitais no Ensino Superior: uma possibilidade de inovação das práticas? Educação, Formação & Tecnologias, v. 9 n. 2, p. 37-55, 2016.

RIEDNER, Daiani. T. T.; PISCHETOLA, Magda. A inovação das práticas pedagógicas com uso de tecnologias digitais no ensino superior: um estudo no âmbito da formação inicial de professores. ETD – Educação Temática Digital, 23 (1), p. 64-48, 2021. Doi: https://doi.org/10.20396/etd.v23i1.8655732

RONDINI, C. A., Pedro, K. M., & Duarte, C. dos S.. Pandemia do Covid-19 e o Ensino Remoto Emergencial: Mudanças na práxis Docente. Educação, 10(1), 41–57, 2020. https://doi.org/10.17564/2316-3828.2020v10n1p41-57

SANTOS, Geórgia Maria Ricardo Félix dos; SILVA, Maria Elaine da; BELMONTE, Bernardo do Rego. COVID-19: ensino remoto emergencial e saúde mental de docentes universitários. Rev. Bras. Saude Mater. Infant., Recife , v. 21, supl. 1, p. 237-243, Feb. 2021. Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-38292021000100237&lng=en&nrm=iso >. access on 15 Apr. 2021. Epub Feb 24, 2021. https://doi.org/10.1590/1806-9304202100s100013.

SARAIVA, Karla; TRAVERSINI, Clarice; LOCKMANN, Kamila. A educação em tempos de COVID-19: ensino remoto e exaustão docente. Práxis Educativa, Ponta Grossa, v. 15, e2016289, p. 4-10. 2021. DOI: https://doi.org/10.5212/PraxEduc.v.15.16289.094

SILVA, F. C. dos S.; PEIXOTO, G. T. B. Perception of teachers from the state network of the Municipality of São João da Barra - RJ about the use of Google Classroom in emergency remote education. Research, Society and Development, [S. l.], v. 9, n. 10, p. e5729109023, 2020. DOI: 10.33448/rsd-v9i10.9023. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/9023 Acesso em: 15 apr. 2021.

SILVA, Gabrielle Luz Brasil; BASTOS, Nathália Masson. A tecnologia como uma inovação pedagógica. Projetos de sociedade em disputas e as políticas educacionais do Brasil, Rio de Janeiro, 2016. X Simpósio Educação e Sociedade Contemporânea: desafios e propostas, 2016 - RJ.

SILVEIRA, Ismar Frango. O papel da aprendizagem ativa no ensino híbrido em um mundo pós-pandemia: reflexões e perspectivas. Revista Brasileira de Aprendizagem Aberta e a Distância, V2, 2021. http://dx.doi.org/10.17143/rbaad.v20i1.557.

TEIXEIRA, C. M. F. Inovar é preciso: concepções de inovação em educação dos programas Proinfo, Enlaces e Educar. Dissertação (Mestrado em Educação). Programa de Pós-Graduação em Educação. Universidade do Estado de Santa Catarina, 2010.

Arquivos adicionais

Publicado

2022-02-15

Como Citar

VIEIRA, D.; PISCHETOLA, M. . A relação crítica entre inovação pedagógica e ensino remoto emergencial. Revista da FAEEBA - Educação e Contemporaneidade, [S. l.], v. 31, n. 65, p. 42–58, 2022. DOI: 10.21879/faeeba2358-0194.2022.v31.n65.p42-58. Disponível em: https://revistas.uneb.br/index.php/faeeba/article/view/11671. Acesso em: 17 abr. 2024.