Pedagogia da resistência e o discurso socioambiental

outro protagonismo da Educação Campo

Autores

  • Maria das Graças da Silva Universidade do Estado do Pará (UEPA).

DOI:

https://doi.org/10.21879/faeeba2358-0194.2021.v30.n61.p123-137

Palavras-chave:

Movimento dos atingidos; Educação; Campo socioambiental; Práxis político-pedagógica.

Resumo

Analisa-se formatos educativos e práticas pedagógicas que foram se constituindo no contexto das lutas e resistências empreendidas pelo movimento dos atingidos pela Hidrelétrica de Tucuruí – UHE Tucuruí, dando sentido ao campo da educação e a sua dimensão socioambiental no contexto de uma luta política do campo. A politização de experiências de educação que foram se efetivando como práxis político-pedagógica em territorialidades do Baixo Tocantins, na Amazônia Paraense. De abordagem qualitativa, recorre-se a uma pesquisa documental, que inclui a transcrição de fitas K-7 com entrevistas originais com lideranças locais e outros documentos que trazem narrativas e registros que integram memórias históricas dessas lutas, focando particularmente na dimensão educativa que os documentos revelam. Os resultados indicam a ambientalização das lutas e a politização dos processos educativos pautados na materialidade de experiências de trabalho, práticas culturais e de outras alternativas referentes à produção da existência. Contribui para um projeto de educação do campo.

Palavras-chave: Movimento dos atingidos, Educação, Campo socioambiental, Práxis político-pedagógica. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria das Graças da Silva, Universidade do Estado do Pará (UEPA).

Professora do Centro de Ciências Sociais e Educação, atua no Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGED) e no Departamento de Filosofia e Ciências Sociais (DFCS). Coordena o Grupo de Estudo e Pesquisa em Educação e Meio Ambiente (GRUPEMA).

àrea de atuação: educação do campo; educação ambiental; território, educação e natureza; processos e práticas educativas não escolares assentadas em e3xperi~encias do cotidiano. 

Publicado

2021-10-19

Como Citar

DA SILVA, M. das G. Pedagogia da resistência e o discurso socioambiental: outro protagonismo da Educação Campo. Revista da FAEEBA - Educação e Contemporaneidade, [S. l.], v. 30, n. 61, p. 123–137, 2021. DOI: 10.21879/faeeba2358-0194.2021.v30.n61.p123-137. Disponível em: https://revistas.uneb.br/index.php/faeeba/article/view/10055. Acesso em: 25 maio. 2024.