PROJETOS NO MUNDO PÓS-PANDEMIA SERÃO NECESSÁRIOS? Revisitando conceitos e concepções existentes no campo educacional

Palavras-chave: Projetos. Ensino. Aprendizagem

Resumo

Este trabalho traz concepções e conceitos iniciais dos termos relacionados a projetos educacionais. Busca uma reflexão teórica sobre a temática e a mudança necessária num mundo pós pandemia, trazida pelo COVID-19, alicerçada em constantes e significativas mudanças. A ideia inicial é revisitar alguns conceitos e, através deles, trazer à tona o debate da necessidade de dialogar com o termo projetos e com a comunidade escolar. Construindo e ressignificando conceitos podemos deixar uma contribuição a todos que queiram se aprofundar na temática; por tal razão, didaticamente, traremos as conceitualizações mais simples e uma linguagem acessível a todos que se interessarem pelo debate, com finalidade de reflexão ao final deste ensaio.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Aranha, M. L. de A. História da Educação. 2. ed. São Paulo: Moderna, 1996.

Amaral, A. L. Conflito conteúdo/forma em pedagogias inovadoras: a pedagogia de projetos na implantação da escola plural. (FaE/UFMG) Trabalho apresentado na 23a Reunião Anual da ANPED, no ano de 2000 (GT de Didática). Acesso em 10 de janeiro de 2004.

Barbosa, M. S. Os Projetos No Campo Da Educação. Anais II Fórum Nacional da Educação: humanização teoria e prática: Santa Cruz do Sul. EDUNISC, 2002.

Behrens, M. A. Paradigma da complexidade: metodologia de projetos, contratos didáticos e portfólios. Petrópolis: Vozes, 2006.

Boutinet, J. P. Antropologia do Projecto. 5 edição. Lisboa, Instituto Piaget. 2002.

Castells, M. A sociedade em Rede: Do conhecimento à ação política. Lisboa: Imprensa Nacional – Casa da Moeda, 2005.

Duarte, A. L. A. A Escola Nova. AMAE Educando. n.32, 1971.

Fagundes, L., Maçada, D., Sato, L.; Aprendizes do Futuro, as Inovações Começaram, MEC, 1999. Disponível em http://amadis.lec.ufrgs.br/downloads/aprendizes_do_futuro.pdf.

Ferreira, A. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2000.

Gonçalves, F. dos S. Interdisciplinaridade. Disponível em http://rooda.edu.ufrgs.br/paginas/projetosinterdisciplinares/texto2.htm. Acesso em 15 de janeiro de 2005.

Freire, P. Pedagogia do oprimido. 36a ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra 1987.

Grégoire & Laferrière. A educação baseada em projetos. São Paulo: Cultrix, 2001.

Hernández, F. Transgressão e Mudança na Educação. POA: Artmed. 1998.

Hernández, F. Cultura visual, mudança educativa e projeto de trabalho. POA: Artmed, 2000.

Kilpatrick, W. H. The project method. Teachers College Record,19, 319-335, 1918.

Vieira, M. A. E Abrahão, M. H. M. B. Trabalhando em rede: concepção dos professores em relação aos projetos educativos das escolas municipais de Pelotas-RS. III Mostra de Pesquisa da Pós-Graduação. PUCRS, 2008.

Vieira, M. A. Franjas Educacionais: um estudo acerca das concepções docentes dos projetos desenvolvidos em uma rede de conhecimento. Porto Alegre, 2009. 245f. Tese (Doutorado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

Silva, M. A. O trabalho com projetos, um convite à descoberta. UFRGS, 2003. Disponível em http://pontodeencontro.proinfo.mec.gov.br/ad3.htm. Acesso em 03 de janeiro de 2005

Publicado
2020-08-18
Métricas
  • Visualizações do Artigo 386
  • PDF downloads: 1593