UM LUGAR PARA PAULO FREIRE NO PENSAMENTO PEDAGÓGICO CONTEMPORÂNEO

Palavras-chave: Paulo Freire, Pedagogia, Educação, Libertação.

Resumo

Paulo Freire é considerado como um pensador comprometido com a educação e a libertação dos oprimidos. Seus estudos estão pautados na liberdade humana e na educação popular. Assim, o trabalho possui como escopo descrever o pensamento pedagógico contemporâneo freiriano. Nesse sentido, este artigo é uma pesquisa de cunho qualitativo e a metodologia utilizada foi a do tipo bibliográfica, classificada como exploratória-descritiva, pois foi baseada em construtos científicos dos últimos 30 (trinta) anos. Nosso objetivo com as discussões presentes neste estudo consiste em mostrar a necessidade em pensar uma pedagogia dialógica e emancipatória no cenário contemporâneo, que possa contribuir para a libertação, bem como a transformação dos indivíduos, a partir dos oprimidos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ellery Henrique Barros da Silva, Universidade Federal do Piauí - UFPI Campus Amílcar Ferreira Sobral - CAFS
Mestrando em Psicologia pela Universidade Federal do Piauí (UFPI). Graduado em Licenciatura em Pedagogia pela Universidade Federal do Piauí - UFPI/CAFS. Pós-graduado em Gestão Educacional em Rede (UFPI), Educação Infantil (UESPI) e em Tecnologias Educacionais para a prática docente no Ensino da Saúde na Escola pela Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ/ENSP). Atuou como professor substituto na Universidade Federal do Piauí/UFPI, Professor/Tutor do Curso de Licenciatura em Pedagogia (UFPI/CEAD). Membro do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Psicologia Educacional, Queixa Escolar e Desenvolvimento Humano (PSIQUED) e da Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE). Atuou como bolsista na Extensão Universitária Comunidade Manga e Sustentabilidade Pesqueira. Pesquisador na área de Educação com ênfase na Formação de Professores, Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC's), Psicologia Educacional, História Oral, Queixas Escolares, Dificuldades de Aprendizagem e Violência Escolar: Bullying.
Marilde Chaves dos Santos, Universidade Federal do Piauí - UFPI Campus Amílcar Ferreira Sobral - CAFS
Doutora em Educação pelo DINTER UFRJ/UFPI . Mestre em Educação pela UFPI. Possuo Licenciatura Plena em Pedagogia, Especialização em Psicologia Educacional e em Supervisão Escolar. Atualmente sou professora adjunta da Universidade Federal do Piauí, no Campus Amílcar Ferreira Sobral, no município de Floriano (PI). Tenho interesse por temas nas áreas de educação da infância e juventude, bem como em História da Educação. Realizo pesquisa na área de educação em espaços não escolares. Sou membro da Equipe do Projeto no Projeto de Pesquisa ASSOCIATIVISMO DOCENTE, SOCIALIZAÇÃO POLÍTICA E PRODUÇÃO INTELECTUAL : as experiências brasileira e portuguesa da segunda metade do século XX que tem como Pesquisador Responsável XAVIER, Libania Nacif.

Referências

FONSECA, J. J. S. Metodologia da pesquisa científica. Fortaleza: UEC, 2002.

FREIRE, P. Conscientização: teoria e prática da libertação: uma introdução ao pensamento de Paulo Freire. São Paulo: Centauro, 2001.

FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. 17ª. ed. Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1987.

FREIRE, P. Política e educação: ensaios. 5. ed. - São Paulo, Cortez, 2001. (Coleção Questões de Nossa Época ; v.23)

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

GADOTTI, Moacir. Um legado de esperança. São Paulo: Cortez, 2001.

MEJÍA, Marcos Raúl. Paulo Freire na mudança de século: um chamamento para reconstruir a prática impugnadora. In: STRECK, Danilo R. et all (orgs). Paulo Freire: Ética, Utopia e Educação. Petrópolis, RJ: Vozes, 2008.

SCOCUGLIA, Afonso Celso. A construção história das ideias de Paulo Freire. In: STRECK, Danilo R. et all (orgs). Paulo Freire: Ética, Utopia e Educação. Petrópolis, RJ: Vozes, 2008.

Publicado
2020-04-21
Métricas
  • Visualizações do Artigo 207
  • PDF downloads: 108