EDUCAÇÃO E CULTURA DIGITAL: apontamentos sobre a escola em tempos de conectividade

  • Handherson Leyltton Costa Damasceno Doutorando em Educação - FACED/UFBA. Membro do Grupo de Pesquisa Laboratório de Tecnologias Informacionais e Inclusão Sociodigital. LTI/CNPq/UFBA. http://orcid.org/0000-0003-1589-0942
Palavras-chave: Educação. Tecnologias Educacionais. Cultura Digital. Escola.

Resumo

Interessou-nos pensar nas reverberações ocasionadas da imersão na cibercultura vivenciadas pela sociedade contemporânea, bem como refletir sobre a escola, sua conjuntura atual e constante necessidade de atualização, a fim de alcançar os estudantes e promover a ampliação das aprendizagens oriundas dos elementos da tecnologia digital. Através de uma pesquisa qualitativa e de cunho descritivo, o artigo aponta reflexões que são apresentadas no corpus do texto e conclui que é preciso oferecer condições didáticas de qualidade, de formação para o professor e, ainda, é necessário que a escola inteira tenha intimidade com as tecnologias digitais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BRASIL, CGI. Pesquisa sobre o uso das tecnologias de informação e comunicação nas escolas brasileiras: TIC educação 2016 - Survey on the use of information and communication technologies in brazilian schools : ICT in education 2016. Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR, São Paulo : Comitê Gestor da Internet no Brasil, 2017. Disponível em: <https://cgi.br/media/docs/publicacoes/2/TIC_EDU_2016_LivroEletronico.pdf> Acesso em 30.08.2019.

BRASIL, Ministério da Educação. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira – INEP. Notas Estatísticas – Censo 2017. Disponível em: <http://download.inep.gov.br/educacao_basica/censo_escolar/notas_estatisticas/2018/notas_estatisticas_Censo_Escolar_2017.pdf> Acesso em 29.07.2019.

COUTO, Edvaldo Souza. Pedagogia das conexões: compartilhar conhecimentos e construir subjetividades nas redes sociais digitais. In: PORTO, Cristiane; SANTOS, Edméa (Org.). Facebook e educação: publicar, curtir e compartilhar. Campina Grande: EDUEPB, 2014. p. 47-66. Disponível em: <https://static.scielo.org/scielobooks/c3h5q/pdf/porto-9788578792831.pdf> Acesso em 30.08.2019.

COUTO, Edvaldo Souza. Vida privada na esfera pública: narrativas de corpos e sexualidades nas redes sociais digitais. Revista Entreideias, Salvador, v. 4, n. 1, p. 163-183, jan./jun. 2015a. Disponível em: < https://portalseer.ufba.br/index.php/entreideias/article/view/8710> . Acesso em: 16.07.2019.

COUTO, Edvaldo Souza. Diálogos possíveis: em busca do diálogo entre as ciências. Alerta – Repositório Institucional UFBA, Salvador, n. 126. 2015b.

CORREIO, Dagmar Mello Silva. Exercícios do olhar. Revista Entreideias, Salvador, V.6, n.1. p 101-11, jan/jul 2017. Disponível em: https://portalseer.ufba.br/index.php/entreideias/article/view/18130/14648. Acesso em 18.07.2019.

KENSKI, Vani Moreira. Educação e tecnologias: O novo ritmo da informação. Campinas, SP: Papirus, 2007.

MONTAÑO, Sônia. A construção do usuário na cultura audiovisual do Youtube. In: Revista Famecos: mídia, cultura e tecnologia. Porto Alegre, v.24, maio, junho, julho e agosto de 2017. Disponível em: <http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/25256> Acesso em 20.08.2019.

SIBILIA, Paula. Redes ou paredes: a escola em tempos de dispersão. Trad. de Vera Ribeiro. Rio de Janeiro: Contraponto, 2012.

Publicado
2020-04-01
Métricas
  • Visualizações do Artigo 190
  • PDF downloads: 239