Crianças indígenas nos espaços da aldeia: desafios da pesquisa

  • José Valderí Farias de Souza Universidade Federal do Acre

Resumo

O objetivo deste artigo é situar a Criança e a Infância Indígena a partir das perspectivas, em construção, dos estudos sociais e antropológicos, os quais procuram, a partir de metodologias próprias, enxergar a criança como agente social, produtora de culturas infantis e pertencente a um grupo geracional próprio. Os resultados mostraram que a educação da criança indígena acontece na diversidade dos espaços cotidianos vivenciados na aldeia, nas inter-relações com os mais velhos e seus pares, na circularidade autônoma dos territórios. Ficou evidente, também, a baixa produção de pesquisas produzidas com as crianças, acerca de como as crianças indígenas veem os seus mundos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Valderí Farias de Souza, Universidade Federal do Acre

Professor da Universidade Federal do Acre/UFAC, Mestre em Educação pela Universidade Federal do Amazonas/UFAM (2013) e Doutorando em Educação pelo PPGE/UFPR. Minhas pesquisas e publicações, nos últimos anos, têm sido voltadas à formação de professores do campo, como também ao estudado e pesquisa com criança indígena.

Publicado
2021-12-31
Métricas
  • Visualizações do Artigo 15
  • pdf downloads: 30
Como Citar
SOUZA, J. V. F. DE. Crianças indígenas nos espaços da aldeia: desafios da pesquisa. Anãnsi: Revista de Filosofia, v. 2, n. 2, p. 112-122, 31 dez. 2021.