A EDUCAÇÃO ENTRE A TRADIÇÃO E AS EXIGÊNCIAS DE INOVAÇÃO

Marco Antônio Lorieri

Resumo


O ponto de partida deste ensaio é a constatação da contrarie-dade e, ao mesmo tempo, da complementaridade entre o papel conservador e inovador da educação em relação ao mundo humano, o que a leva a propor inovações e não apenas conser-vação. Objetiva-se apresentar reflexões sobre como pensar a educação nessa dupla direção e sobre o seu papel de formadora de consciências críticas capazes de serem orientadoras das ações das novas gerações nessa situação ambivalente, problema a ser pensado pela Filosofia da Educação. O caminho escolhido foi o de desenvolver reflexão a partir de ideias de Durkheim, Adorno, Arendt, Kant, Lipman, Dewey e outros, com o objetivo de trazer contribuições para se pensar o problema posto. Os resultados obtidos apontam para a necessidade de a educação oferecer ajuda consistente ao desenvolvimento do pensamento reflexivo e crítico das novas gerações como recurso fundamental para a produção de discernimentos, ajuizamentos e deliberações relativas ao que conservar e ao que inovar. Conclui que, nas escolas, a ênfase não pode estar apenas na transmissão de informações, mas também no trabalho de reflexão crítica a respeito e a partir dessas informações, ou seja, no desenvolvimento do pensar bem que alimente uma razão crítica e autocrítica.

Texto completo:

PDF

Referências


ADORNO. Theodor W. Educação e emancipação. 4. ed. Tradução de Wofgang Leo Maar. Rio de Janeiro: Paz e

Terra, 1995.

ALMEIDA, Vanessa Sievers de. Educação em Hannah Arendt. Entre o mundo deserto e o amor ao mundo. São

Paulo: Cortez, 2011.

ARENDT, Hannah. Entre o passado e o futuro. Tradução de Mauro W. Barbosa de Almeida. São Paulo: Perspectiva, 1972.

______. A vida do espírito. 3. ed. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 1995.

DEWEY, John. Democracia e educação.3. ed. Tradução de Godofredo Rangel e Anísio Teixeira. São Paulo:Nacional, 1959.

DURKHEIM, Émile. Educação e Sociologia.Tradução de Maria de Fátima Oliva do Couto. São Paulo: Hedra, 2010.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes neces-sários à prática educativa. 39. ed. São Paulo: Paz e Terra,

KANT, Immanuel. Lógica. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1992.

LIPMAN, Matthew. A Filosofia vai à escola. São Paulo: Summus, 1990.

ROUANET, S. P. Fato, Ideologia, Utopia. Folha de São Paulo, São Paulo, 24 mar. 2002. Caderno Mais, p. 14-15.

SARAMAGO, José. Outros Cadernos de Saramago. Pensar, pensar. Lisboa, 2008. Disponível em:

josesaramago.org/69370.html >. Acesso em: 18 jun. 2010.

SAVATER, F. As perguntas da vida. Tradução de Monica Stahel. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

SEVERINO, A. J. A filosofia na formação do jovem e a ressignificação de sua experiência existencial. In: KOHAN,

W. Ensino de filosofia: perspectivas. Belo Horizonte: Autêntica, 2002. p. 183-194.




DOI: http://dx.doi.org/10.21879/faeeba2358-0194.2012.v21.n38.p%25p

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


e-ISSN: 2358-0194

 Classificação Qualis CAPES:

 Educação - A2

  Indexadores:

       

      

   

      

 

  Localização dos Acessos:


 

 Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0