Uma proposta pedagógico-variacionista para trabalhar a transposição do apagamento do /r/ da fala para a escrita com alunos da EJA

Resumo

Este estudo visa propor atividades pedagógicas que auxiliem os professores de Língua Portuguesa a trabalharem o não registro da consoante –R em coda silábica, com alunos da EJA. Busca-se, também, identificar os contextos linguísticos e extralinguísticos que possam favorecer a ocorrência desse processo linguístico. Com base nos pressupostos das Sociolinguísticas Variacionista (LABOV, 1972) e Educacional (BORTONI-RICARDO, 2004), analisou-se dados orais e escritos obtidos, respectivamente, através do projeto ALiB e de textos escritos de alunos de Belém do Pará. O não registro de –R em coda silábica externa é uma transposição do apagamento dessa consoante na fala da comunidade investigada. Após as atividades propostas, o uso da variante foi significativamente menor nas produções analisadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-12-10
Métricas
  • Visualizações do Artigo 283
  • PDF downloads: 223
Seção
ARTIGOS