Translability in the movie

  • Lícia Soares de Souza UNEB/UFBA/CNPq

Resumo

Este texto fala sobre a tradutibilidade entre o livro Cidade de Deus (Cidade de Deus, 1997) e o filme homônimo, de 2002. Cidade de Deus retrata a nova sociedade brasileira dos negros, mestiços e pobres, que vivem em favelas, controlados e dominados por gangues de traficantes. Aqui vamos discutir o significado de tradutibilidade como denotador de fidelidade ou traição entre fonte e texto alvo. Nós escolhemos trabalhar com a teoria dos signos, de Peirce, com as três categorias: 1) Qualidade, 2) Existência, e 3) Razão. Em seguida, mostramos as diferenças entre o livro e o filme: icônico, indicial e transformações simbólicas, que o tornam um filme de uma nova representação autônoma.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2016-07-20
Métricas
  • Visualizações do Artigo 910
  • PDF downloads: 196
Seção
EXPEDIENTE