A mulher nos ensaios de Ernesto Sabato

Resumo

A escrita de ensaios é vista como um processo de criação artística capaz de, mesmo que não seja seu fim exclusivo, interpretar as realidades sociopolíticas e econômicas. Na América hispânica, importantes escritores se dedicaram a esse gênero, entre eles o argentino Ernesto Sabato (1911-2011). Seus ensaios apresentam uma visão particular sobre diferentes assuntos, desde fatos relacionados à literatura até aqueles que são um reflexo da sua forma de ver o mundo. Entre os temas que aparecem de maneira recorrente está a sua aversão a tudo que esteja ligado ao pensamento científico. Como sua visão negativa da ciência influencia até mesmo questões relacionadas ao comportamento de homens e mulheres, neste artigo foram analisadas as possíveis razões por trás da insistência de Sabato em afirmar que as mulheres não conseguem compreender as leis científicas, não têm interesse pela abstração e, portanto, não têm aptidão para serem filósofas ou matemáticas. Para fundamentar essa análise utilizaram-se como referência diversos ensaios escritos por Sabato, dando-se especial atenção a Heterodoxia (1953).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Margarete Hülsendeger, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Doutora em Teoria da Literatura (PUCRS)

Mestra em Teoria da Literatura (PUCRS)

Mestra em Educação em Ciências e Matemática (PUCRS)

Referências

CALLONI, Maria. Gina Lombroso: medicina, scienza e “anime di donne”. Disponível em: http://unionefemminile.it/gina-lombroso-medicina-scienza-e-anime-di-donne/. Acesso em: 28 jul 2020.

CONSTENLA, Julia. Sabato, el hombre. La biografía definitiva. Buenos Aires: Sudamerica, 2011.

CORREA, María Angélica. Genio y figura de Ernesto Sábato. Buenos Aires: Editorial Universitaria de Buenos Aires, 1971.

DELLEPIANE, Angela B. Los ensayos de Sábato: intelecto y pasión. Cuadernos Hispanoamericanos, n. 391-393 (enero-marzo 1983). Madrid: Instituto de Cooperación Iberoamericana

FERNANDES, Maria da Conceição Vieira. A inserção e vivência da mulher na docência de matemática: uma questão de gênero. João Pessoa, 2006 (Dissertação de mestrado – UFPB).

FOUREZ, Gérard. A construção das ciências: introdução à filosofia e à ética das ciências. Tradução Luiz Paulo Rouanet. São Paulo: UNESP, 1995

LORENZ, Günter. Diálogo com a América Latina: panorama de uma literatura do futuro. Tradução de Rosemary Costhek Abílio e Fredy de Souza Rodrigues. São Paulo: E.P.U., 1973.

MATAMORO, Blas. Lecturas americanas. Madrid: Ediciones de Cultura Hispánica, 1990

SÁBATO, Ernesto. Heterodoxia. Tradução Janer Cristaldo. São Paulo: Papirus, 1993.

SABATO, Ernesto. España en los diarios de mi vejez. Buenos Aires: Seix Barral, 2004.

SABATO, Ernesto. Uno y el universo. Buenos Aires: Seix Barral, 2006 (Edición especial para La Nación),

SABATO, Ernesto. Heterodoxia. Buenos Aires: Seix Barral, 2011a.

SABATO, Ernesto. Antes del fin. Buenos Aires: Seix Barral, 2011b (Edición especial para La Nación

VÁZQUEZ, María Laura Osta. Uma síntese da história das mulheres na Argentina. Estudos Feministas, Florianópolis, v. 17, n. 3, setembro-dezembro, 2009.

WEINBERG, Liliana. Pensar el ensayo. México: Siglo XXI, 2007a.

WEINBERG, Liliana. El ensayo latino-americano entre la forma de la moral y la moral de la forma. Cuadernos del CILHA – v. 8; n. 9, 2007b.

WEINBERG, Liliana. O ensaio em diálogo. Da terra firme ao arquipélago relacional. Revista Remate de Males, v. 36, n. 2. Campinas: São Paulo (jul./dez.), 2017

WEININGER, Otto. Sex and character: an investigation of fundamental principles. Tradução de Ladislaus Lob. Indiana University Press, 2005.
Publicado
2021-07-01
Métricas
  • Visualizações do Artigo 36
  • PDF downloads: 32
Seção
ARTIGOS