PRECONCEITO, INFECÇÕES SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS E SAÚDE SEXUAL NA POPULAÇÃO LGBT+: UM ESTUDO TRANSVERSAL

Resumo

Introdução: O preconceito e a discriminação contra o comportamento sexual homossexual são considerados na literatura como determinantes da saúde, pois causam vulnerabilidades específicas, constituem uma barreira simbólica de acesso, afetam a qualidade da assistência em saúde e têm forte potencial para desencadear o processo de saúde-doença, enfermidade e morte prematura. Objetivo: Descrever as características sócio demográficas e relativas aos preconceitos enfrentados, o acometimento de infecções sexualmente transmissíveis e o estado da saúde sexual da população LGBT+. Metodologia: Trata-se de um estudo transversal, com indivíduos da população LGBT+, através de acesso por um questionário online. No qual, foram critérios para inclusão no estudo: estudo indivíduos que façam parte da população LGBT+, maiores de 18 anos, que tenham vida sexual ativa. Resultados: Foram incluídos no estudo 95 participantes, dos quais 66,3% tinha entre 18 e 25 anos, 30,5% entre 26 e 35 anos e 3,2% acima de 36 anos, com uma amostra por orientação sexual, onde 33,3% era gay, 32,29% bissexual, 28,13% lésbica e 6,25% outros (transexual e pansexual). Discussão: O acesso de gays, bissexuais e transgêneros à saúde é caracterizado por barreiras, como comportamento impróprio e cuidados discriminatórios por parte dos profissionais de saúde, que acabam isolando-os do mundo dos serviços de saúde. Conclusão: Dessa forma, o estudo auxilia os profissionais de saúde, influenciando o modo com que possam ver o atendimento em saúde com um olhar mais humanizado independente da orientação sexual da pessoa.

 

Palavras-chave: Minorias Sexuais e de Gênero; Saúde Sexual; Sexismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rayza Brenda Tomaz Barbosa da Silva, Centro Universitário Maurício de Nassau

Fisioterapeuta pelo centro universitário uninassau de João Pessoa, PB.

Allanna Stephany Cordeiro de Oliveira, Centro Universitário Maurício de Nassau

Enfermeira pelo Centro Universitário Uninassau de João Pessoa, PB.

Weslley Barbosa Sales, Centro Universitário Maurício de Nassau

Fisioterapeuta formado pelo Centro Universitário Uninassau de João Pessoa - Paraíba, Brasil.

Publicado
2021-09-13
Métricas
  • Visualizações do Artigo 564
  • PDF downloads: 207
Como Citar
Barbosa da Silva, R. B. T., Cordeiro de Oliveira, A. S., Sales, W. B., Pontes, I. E. de A., & Morais, J. D. de. (2021). PRECONCEITO, INFECÇÕES SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS E SAÚDE SEXUAL NA POPULAÇÃO LGBT+: UM ESTUDO TRANSVERSAL. Scientia: Revista Científica Multidisciplinar, 6(3), 99-111. Recuperado de https://revistas.uneb.br/index.php/scientia/article/view/12078

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##