A Formação Docente na EJA

uma política de responsabilidade pública

Autores

Palavras-chave:

formação de professores, políticas públicas e EJA

Resumo

Este artigo discute a formação docente da Educação de Jovens e Adultos - EJA, no município de Camaçari/BA e traz como problemática: Como estruturar uma Política Pública de formação de professores da EJA, sem que leve em consideração a visibilidade da história política e pedagógica da formação docente deste município? O objetivo geral se configura em analisar a política pública municipal da formação de professores da EJA de Camaçari; como objetivos específicos: investigar aspectos históricos da EJA do município, a partir dos documentos públicos sobre a formação de professores da EJA e identificar os avanços existentes na política pública de formação de professores da EJA, na respectiva rede de ensino. Para trilhar esse caminho optamos pela abordagem qualitativa, pelo viés da pesquisa participante, em duas escolas municipais da EJA. Os resultados apresentados foram os seguintes: atualmente não há uma política de formação para professores da EJA, estes não têm acesso aos documentos oficiais produzidos sobre a EJA, nas poucas formações existentes, nesses últimos três anos, não há o reconhecimento destes professores como sujeitos de uma história política e pedagógica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Aristela Evangelista Santos, Universadade Federal da Bahia

Ex-aluna da Especialização em docência na Educação Infantil, Faced/Ufba.

Referências

ARAÚJO, Margareth da Conceição Almeida. A dor e a delícia de tornar-se professor da EJA: narrativas de si na construção formativa de educadores do juvenil do município de Catu-Ba. 2015. 125 fls. (Dissertação de mestrado) Programa de Pós-Graduação em Educação de Jovens e Adultos – MPEJA, Departamento de Educação, Universidade do Estado da Bahia, Salvador-BA, 2015.

ARROYO, Miguel González. Educação de jovens-adultos: um campo de direitos e de res-ponsabilidade pública. In: SOARES, Leôncio; GIOVANETTI, Maria Amélia; GOMES, Nilma Lino (Org.). Diálogos na Educação de jovens e adultos. Belo Horizonte: Autêntica, 2013.

ARROYO, Miguel Gonzáles. Passageiros da Noite: do trabalho para EJA: itinerários pelo direito a uma vida justa. Petrópolis, RJ: Vozes, 2017.

BAHIA. Plano Municipal de Educação de Camaçari. Camaçari, 2015.

BRASIL. Lei nº 11.494, de 20 de junho de 2007 (Lei do Fundeb). Regulamenta o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação - FUNDEB, de que trata o art. 60 do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias; altera a Lei no 10.195, de 14 de fevereiro de 2001; revoga dispositivos das Leis nºs 9.424, de 24 de dezembro de 1996, 10.880, de 9 de junho de 2004, e 10.845, de 5 de março de 2004; e dá outras providências.

BRASIL. Plano Nacional de Educação. Brasília. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/leis_2001/l10172.htm

CAMAÇARI. Resolução CME 06/11. Estabelece diretrizes para Educação Básica, na modalidade de Educação de Jovens e Adultos. Diário oficial: decretos, Camaçari, Ba, ano 9, n. 439, p.20, 26 nov.-02 dez. 2011.

CHIZZOTTI, Antonio. Pesquisa Qualitativa em Ciências Humanas e Sociais. 4. Ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2011.

DANTAS, Tânia Regina; SOUSA, R. F.; CONCEICAO, A. P. O Currículo da Educação de Jovens e Adultos e a formação dos sujeitos. RETRATOS DA ESCOLA, v. 15, p. 321-338, 2021.

DANTAS, Tânia. Formação de professores em EJA: uma experiência pioneira na Bahia. Revista da FAEEBA – Educação e Contemporaneidade, Salvador, v. 21, n. 37, p. 147-162, jan./jun. 2012.

DE OLIVEIRA, Rosemary Lapa; DA SILVA JUNIOR, Valter Manoel; DA CONCEIÇÃO, Ana Paula Silva; MACHADO, Cássia Cilene de Almeida Chalá. Formação de professores da Educação de Jovens e Adultos no âmbito das mídias digitais. PERSPECTIVA (UFSC) (ONLINE), v. 38, p. 1-20, 2020.

Di Pierro, Maria Clara. Notas sobre a redefinição da identidade e das políticas públicas de educação de jovens e adultos no brasil. Campinas, vol. 26, n. 92, p. 1115-1139, Especial - Out. 2005.

FLICK, U. Uma introdução à pesquisa qualitativa. Porto Alegre: Artmed, 2004.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 2015.

GATTI, Bernadete Angelina. Formação de professores e carreira: problemas e movimentos de renovação. Campinas: Editora Autores Associados, 1997.

GÈLEDES. A EJA não tem lugar no MEC atualmente, afirma Sonia Couto. 2019.
https://www.geledes.org.br/a-eja-nao-tem-lugar-no-mec-atualmente-afirma-sonia-couto/Acesso em 25/04/ 2019.

GIL, A. C. Pesquisa social: Teoria, método e criatividade. Rio de Janeiro: Vozes, 1993.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2010

IMBÉRNON, F. Formação docente e profissional: Formar-se para a mudança e a incerteza. São Paulo: Cortez. (2011)

LAFFIN , Maria Hermínia Lage Fernandes. A constituição da docência na educação de jovens e adultos. 30ª Reunião Anual da ANPED, 2007.Caxambú, MG.
LAROSSA, Jorge. Notas sobre a experiência e o saber de experiência. Trad. de João Wanderley Geraldi. Revista Brasileira de Educação, n. 19, Jan/Fev/Mar/Abr, 2002.

NOVOA. Antonio. Formação de professores e trabalho pedagógico. Lisboa: EDUCA, 2002

MACEDO, Roberto Sidney. Currículo, Políticas e Trabalho Docente. Revista Teias v. 15 • n. 39 • 106-116 • (2014):

MACHADO. Maria Margarida. Formação de professores para EJA Uma perspectiva de mudança Revista Retratos da Escola, Brasília, v. 2, n. 2-3, p. 161-174, jan./dez. 2008. Disponível em:

MOURA, Maria da Glória Carvalho; LINA. Francisca das Chagas Silva In: ALCOFORADO, Luís; BARBOSA Márcia Regina; COSTA Adriana Alves Fernandes. Educação de Jovens e Adultos em Diferentes Tempos e Espaços da Vida. COIMBRA/PT: Minerva Coimbra, 2020.

MINAYO, Maria Cecília de Souza. Mostragem e saturação em pesquisa qualitativa: consensos e controvérsias Revista Pesquisa Qualitativa. São Paulo (SP), v. 5, n. 7, p. 01-12, abril. 2017.
TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis, RJ: Vozes. (2011).

Downloads

Publicado

2023-02-13

Como Citar

SANTOS, A. E.; CONCEIÇÃO, A. P. S. .; AMORIM, A. . A Formação Docente na EJA: uma política de responsabilidade pública. Revista Internacional de Educação de Jovens e Adultos, [S. l.], v. 5, n. 09, p. 123–134, 2023. Disponível em: https://revistas.uneb.br/index.php/rieja/article/view/15611. Acesso em: 24 maio. 2024.

Edição

Seção

Dossiê 9 (Trans)Formação, Inovação Pedagógica e Práticas Contemporâneas na EJA