O Ensino de Língua Portuguesa a Partir da Oralidade

resgate das memórias literárias de Jardilina de Santana Oliveira por estudantes da EJA

Autores

Palavras-chave:

Oralidade; Educação de Jovens e Adultos; Jardilina de Santana Oliveira: Letramento Literário

Resumo

O artigo  discute o letramento literário em uma turma de Educação de Jovens e Adultos, Aeleração II, Estágio 2 na escola Graciliano Ramos, município de São Sebastião do Passé-BA. . Enfoca a oralidade como objeto de estudo visando ampliar a habilitando dos estudantes a falarem em público, a partir da familiarização de sua fala também nas formas socialmente prestigiadas do Português Brasileiro, A obra escolhida para a discussão foi São Sebastião do Passé – 278 anos de História (1987), de Jardilina de Santana Oliveira, escritora afro-descende dessa mesma cidade. O interesse foi o de atender a um público de jovens e adultos imersos numa cultura grafocêntrica ideologicamente excludente, que precisavam se sentir acolhidos, prestigiados, para terem melhor desempenho escolar. A metodologia empregada foi a intervenção pedagógica, quando os sujeitos pesquisadores estão imbricado no corpus da pesquisa.  Foi aplicada uma sequência didática que gerou ganhos significativos para os estudantes que se sentiram mais seguros no uso da oralidade em situações também formais, inclusive por compreenderem o porquê de suas limitações na aprendizagem do Português Brasileiro. Ao utilizarmos o esquema de Sequência Didática (SD) proposto por Barreiros e Souza (2015), levamos em consideração sua didaticidade e a possibilidade de ser adaptada à realidade da escola. Os principais teóricos que susteram essa discussão foram como Bagno (2012), Bakhtin (2016), Cosson (2018), Dolz e Scheneuwly (2004) e outros. Concluí-se que houve avanços significativos para os estudantes dessa turma da EJA

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Rita Rocha Xavier, Secretaria Municipal de Educação e Cultura de São Sebastião do Passé

Professora da Rede Municipal de Educação de São Sebastião do Passé

Referências

ANTUNES, Irandé. Aula de português: encontro e interação. São Paulo: Parábola Editorial, 2003.

ARROYO, Miguel G. Passageiros da noite: Do trabalho para a EJA: itinerários pelo direito a uma vida justa / Miguel G. Arroyo. – Petrópolis, RJ: Vozes, 2017.

ARROYO, Miguel G. Vidas ameaçadas: Exigências-respostas Éticas da Educação e da Docência. – Petrópolis, RJ: Vozes, 2019.

BAHIA. Secretaria da Cultura. Morre a escritora Jardilina de Santana Oliveira, defensora das mulheres e idosos. Disponível em www.cultura.ba.gov.br/2014/06/8114/Morre-a-escritora-Jardilina-de-Santana-Oliveira-defensora-das-mulheres-e-idosos.html. Acesso em 14 de maio de 2022.
BAGNO, Marcos. Gramática pedagógica do português brasileiro. São Paulo: Parábola Editorial, 2012.

BAGNO, Marcos. Preconceito linguístico. São Paulo: Parábola Editorial, 2015.

BAKHTIN, Mikhail. Os Gêneros do Discurso. São Paulo: Editora 34, 2016.

BORTONI-RICARDO, Stella Maris. Nós cheguemu na escola, e agora? Sociolinguística & Educação. São Paulo: Parábola Editorial, 2005.

BOSI, Ecléa. Memória e sociedade: lembranças de velhos. São Paulo: A. Queiroz Editor Ltda., 1979.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular: Educação Infantil e Ensino Fundamental. Brasília: MEC/Secretaria de Educação Básica, 2017.

________. Ministério da Educação. Secretaria de Articulação com os Sistemas de Ensino. Planejando a Próxima Década: Conhecendo as 20 Metas do Plano Nacional de Educação. Brasília: MEC/ SASE), 2014.

________. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Fundamental. Proposta Curricular para a educação de jovens e adultos: segundo segmento do ensino fundamental: 5a a 8a série: introdução / Secretaria de Educação Fundamental, 2002. 256 p.: il. : v. 2

________. MEC. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Língua Portuguesa. Brasília/ DF: MEC, SEF, 1998.

CANDIDO, Antonio. O direito à literatura. In: Vários escritos. São Paulo: Duas Cidades, 1988. pp. 171-193

CENPEC. Se bem me lembro. Caderno do professor: orientações para produção de textos. Equipe de produção: Regina Andrade Clara, Anna Helena Altenfelder e Neide Almeida. São Paulo: Cenpec, 2010. Coleção da Olimpíada.

COSSON, Rildo. Letramento literário: teoria e prática. 2. ed. São Paulo: Contexto, 2018.

DOLZ, Joaquim; NOVERRAZ, Michèle; SCHNEUWLY, Bernard. Sequência didática para o oral e escrita: apresentação de um procedimento. In: SCHNEUWLY, B. e DOLZ, J. e colaboradores. Tradução e organização: Roxane Rojo e Glaís Sales Cordeiro. Gêneros orais e escritos na escola. Campinas, SP: Mercado das Letras, 2004.

HOOKS, Bell. Ensinando a transgredir: a educação como prática de liberdade/ bell hooks; tradução de Marcelo Brandão Cipola. – 2 ed. – São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2017.

KILOMBA, Grada. Memórias da plantação - Episódios de racismo cotidiano/ Grada Kilomba; Tradução: Jess Oliveira. Rio de Janeiro: Cobogó, 2019.

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. 7. ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2002.

MARCUSCHI, Luiz Antônio. Produção textual, análise de gêneros e compreensão. São Paulo: Parábola, 2008.

________. Da fala para a escrita: atividades de retextualização. São Paulo: Cortez, 2010.

OLIVEIRA, Jardilina. São Sebastião do Passé – 278 anos de História. Salvador: EGBA, 1997.

STREET, Brian. Letramentos sociais: abordagens críticas do letramento no desenvolvimento, na etnografia e na educação. São Paulo: Parábola Editorial, 2014.

Downloads

Publicado

2023-01-20

Como Citar

XAVIER, A. R. R. .; VASCONCELOS, F. F. P. de. O Ensino de Língua Portuguesa a Partir da Oralidade: resgate das memórias literárias de Jardilina de Santana Oliveira por estudantes da EJA. Revista Internacional de Educação de Jovens e Adultos, [S. l.], v. 4, n. 08, p. 43–59, 2023. Disponível em: https://revistas.uneb.br/index.php/rieja/article/view/15553. Acesso em: 3 mar. 2024.

Edição

Seção

Dossiê 8 Leitura, Literatura e Educação de Jovens e Adultos