A memória de uma mestra: trilhas de um pensamento pedagógico

Palavras-chave: Memória, Narrativa, Ideário Pedagógico, Imaginário

Resumo

Este trabalho apresenta a memória e o ideário pedagógico de uma mestra.  É um estudo da sua trajetória como educadora com vistas a apreender as ideias-força, a forma como elas foram se construindo e se constituindo ao longo do tempo, a presença das questões que circulavam nos diferentes tempos históricos vividos  por ela e a potencialidade de sua atuação. Articulando as questões que a mobilizavam, à sua história profissional e à sua prática pedagógica, foi possível identificar a marca da relação mestre e aprendiz  como a sabedoria e a arte do mestre em se reconhecer no aprendiz, e ainda se reconhecer um aprendiz. O referencial teórico-metodológico se fundamenta na epistemologia da complexidade  e na pesquisa narrativa. Toda a sua obra ressalta a necessidade de agirmos contra a barbárie, convocando a educação a constituir-se como uma promotora da solidariedade, do sentimento de pertença nos estudantes, no exercício da escuta e do diálogo, no acolhimento e no estabelecimento de relações pautadas pelo amor e pelo afeto. Envolvimento num processo formativo que se desenvolve pelo cultivo de almas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adrianne Ogêda Guedes, UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
Professora e pesquisador do Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). Doutora em Educação pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Líder do Grupo de Pesquisa Formação e Ressignificação do Educador: Saberes, Trocas, Arte e Sentidos (FRESTAS/CNPq).
Iduina Mont'Alverne Braun Chaves, UFF
Professora e pesquisadora do Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal Fluminense (UFF). Diretora Geral do Colégio Universitário Geraldo Reis (UFF). Doutora em Educação pela Universidade de São Paulo (USP). Doutorado Sanduíche na Universidade de Illinois, USA. Líder do Grupo de Pesquisa Cultura, Imaginário, Memória, Narrativa e Educação (CIMNE/UFF/CNPq). Pesquisadora Colaboradora do Centre de Recherche em Education de Nantes (CREN), França. Pesquisadora do GRIFARS-UFRN-CNPq.

Referências

ARAÚJO, Alberto Filipe. Educação e imaginário: da criança mítica às imagens da infância. Maia, Portugal: Instituto Superior da Maia, 2004.

BOSI, Ecléa. Memória e sociedade, lembranças de velhos. São Paulo: Companhia das letras, 2003.

BOSI, Ecléa. O tempo vivo da memória, ensaios de psicologia social. São Paulo: Ateliê Editorial, 2004.

BUENO, Belmira Oliveira.; CATANI, Denice Barabara; SOUSA, Cynthia Pereira (Org.). A vida e o ofício dos professores: formação contínua, autobiografia e pesquisa em colaboração. São Paulo: Escrituras, 2003.

CÍCERO, Antônio. Guardar. In: Guardar: poemas escolhidos. Rio de Janeiro, RJ: Record, 1996.

CHAVES, Iduina Mont´Alverne Braun. A pesquisa narrativa: uma forma de evocar imagens da vida de professores. In: TEIXEIRA, Maria Cecilia Sanchez (Org.). Imagens da cultura: um outro olhar. São Paulo: CICE/FEUSP, 1999. p. 121-138.

CHEVALIER, Jean; GHEERBRANT, Alain. Dicionário de símbolos: (mitos, sonhos, costumes, gestos, formas, figuras, cores, números). Rio de Janeiro: José Olympio, 1994.

DURAND, Gilbert. A imaginação simbólica. São Paulo: Cultrix/EDUSP, 1988.

DURAND, Gilbert. Campos do Imaginário. Textos reunidos por Danielle Chauvin. Lisboa: Instituto Piaget, 1989.

DURAND, Gilbert. O imaginário, Ensaio a cerca das ciências e da filosofia da imagens. Rio d Janeiro; DIFEL, 2004.

FOUCAULT, Michel. Microfisica do poder. 8a ed., Rio de Janeiro: Graal, 1989.

FREIRE, P. Pedagogia da esperança. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2004.

GALEANO, Eduardo. As Palavras Andantes. Porto Alegre: L&PM, 1994.

GUEDES, Adrianne Ogêda. Uma mestra da palavra: ética, memória, poética e (com)paixão na obra de Célia Linhares. 2008, 426f. Tese (Doutorado em Educação) – Pós-graduação em Educação, Universidade Federal Fluminense, Niterói, RJ, 2008.

HAMELINE, Daniel. L’Éducation, ses images et son propos. Paris: Éditions ESF, 1986.

JOSSO, Marie-Christine. Experiências de vida e formação. São Paulo: Cortez, 2004.

LEMINSKI, Paulo. Distraídos venceremos. São Paulo: Companhia das Letras, 1987.

LINHARES, Célia Frazão. O poder das expectativas e o self. Revista da Faculdade de Educação. Vo. 3, n. 3, p. 15-25, Niterói : EdUFF, 1972.

LINHARES, Célia Frazão. Introdução a ontologia da criatividade, ensaio de filosofia educacional sob a metodologia fenomenológica. 1974, 110f. Tese (livre Docência). Universidade Federal Fluminense (UFF), Niterói, RJ, 1974.

LINHARES, Célia Frazão. La Identidad Cultural y el processo de Educacion em La América Latina. 1983, 210f. Tesis (Doctorado en Ciencias de la Educación), Facultad de Filosofia y Letras, Universidad Nacional de Buenos Aires, Buenos Aires, 1983.

LINHARES, Célia Frazão. Escola Balaia: um convite ao debate para a reinvenção de Caxias. Caxias: Editora Caburé, 1999.

LINHARES, Célia Frazão. As coisas findas, elas ficarão? Rio de Janeiro: mimeo, 2007.

MORIN, Edgar. A inteligência da complexidade. São Paulo: Edição Peirópolis, 1997.

MORIN, Edgar. Amor, poesia e sabedoria. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1998.

MORIN, Edgar; LE MOIGNE, Jean Louis. A inteligência da complexidade. São Paulo: Peirópolis, 2007.

RICOEUR, Paul. O conflito das interpretações: ensaios de hermenêutica. Rio de Janeiro: Editora Imago, 1969.

Publicado
2020-06-28
Métricas
  • Visualizações do Artigo 343
  • PDF downloads: 327
Como Citar
GUEDES, A. O.; CHAVES, I. M. B. A memória de uma mestra: trilhas de um pensamento pedagógico. Revista Brasileira de Pesquisa (Auto)biográfica, v. 5, n. 13, p. 178-193, 28 jun. 2020.