Entrelaçando histórias de vida e o sentimento de pertencimento: reflexões de uma coordenadora pedagógica sobre as ações da gestão escolar

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31892/rbpab2525-426X.2021.v6.n19.p1104-1118

Palavras-chave:

Coordenadora Pedagógica, Trajetória de Vida, Formação Continuada de Professores, Gestão Democrática.

Resumo

Este artigo objetiva compreender como a coordenação pedagógica oportuniza a formação continuada a partir de sua história de vida e pertencimento à escola. A metodologia está pautada na pesquisa narrativa. A análise das informações se embasa a partir de tópicos-guia. Para a construção do referencial, foram consultados os estudos de: Abrahão (2001, 2004), Antunes (2004), Bauer e Gaskell (2011), Bolzan (2002), Josso (1999), Leão (2004, 2009), Libâneo (2004), Marquezan (2015), Nóvoa (1993), entre outros. Da análise das informações, foram emergindo as seguintes categorias: trajetória profissional, conhecimento e formação e processo formativo na escola. Por meio da narrativa e das lembranças da colaboradora da pesquisa, observou-se que esta vivenciou recordações da sua infância, da escola, dos processos formativos, assim como da sua trajetória pessoal e profissional. Constatou-se que a formação que acontece no espaço escolar impulsiona a participante a mediar com intervenções que enriquecem o trabalho pedagógico das professoras. As experiências vivenciadas a partir dessa pesquisa contemplaram o objetivo da própria formação, pois a trajetória de vida narrada pela colaboradora revelou saberes e experiências presentes no cotidiano escolar e em sua vida, assim como contribuições para a história dos que lutam por uma educação pública de qualidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Felipe Costa da Silva, UFSM

Pedagogo, especialista em Gestão Educacional, mestrando em Educação pelo  Centro de Educação (CE) do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Integra o  Grupo de Estudos e Pesquisas em Formação Inicial Continuada e Alfabetização (Gepfica).

Débora Ortiz de Leão, UFSM

Graduada em Pedagogia pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras Imaculada Conceição (1986), Especialista em Psicopedagogia Institucional pela Universidade da Região da Campanha (1999), Mestre em Educação pela Universidade Federal de Santa Maria (2004) e Doutora em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2009), Pós doutora em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2015). Professora Associada na Universidade Federal de Santa Maria - UFSM, desempenha atividades profissionais vinculadas ao Departamento de Administração Escolar, do Centro de Educação. Possui experiência docente na Educação Básica. Atuou no PNAIC em 2013-2014 como formadora e de 2015 a 2018 como coordenadora adjunta. Foi coordenadora do curso de Pedagogia Diurno da UFSM de 2016 a 2018. Integra o Programa de Pós-graduação em Políticas Publicas e Gestão Educacional - PPPG-UFSM. Pesquisadora vice-lider do Grupo de Estudos e Pesquisas em Formação Inicial, Continuada e Alfabetização - GEPFICA. Desenvolve pesquisas nas seguintes áreas: formação de professores - alfabetização - políticas educacionais/ políticas curriculares. 

Referências

ABRAHÃO, Maria Helena Menna Barreto (org.). História e Histórias de Vida - destacados educadores fazem a história da educação rio-grandense. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2001.

ABRAHÃO, Maria Helena Menna Barreto. Pesquisa autobiográfica – tempo, memória e narrativas. In: ABRAHÃO, Maria Helena Menna Barreto; SOUZA, Elizeu Clementino de (Org.). A aventura (auto) biográfica: teoria e empiria. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2004. p. 201-224.

ABRAHÃO, Maria Helena Menna Barreto. As narrativas de si ressignificadas pelo emprego do Método (Auto) biográfico. In: ABRAHÃO, Maria Helena Menna Barreto; SOUZA, Elizeu Clementino de (Org.). Tempos, narrativas e ficções: a invenção de si. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2006. p. 149-170.

ANTUNES, Helenise Sangoi et al. Ciclos de vida pessoal e profissional na trajetória docente. Santa Maria: Pallotti, 2004.

ANTUNES, Helenise Sangoi. Ser aluna, ser professora: uma aproximação das significações sociais instituídas e instituintes construídas ao longo dos ciclos de vida pessoal e profissional. Santa Maria: Editora da UFSM, 2011.

ANTUNES, Helenise Sangoi. Imaginário social e formação inicial de professores: tecendo relações entre teorias e práticas educativas. In: ANTUNES, Helenise Sangoi (Org.). Trajetória docente: o encontro da teoria com a prática. Santa Maria, Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Educação, Departamento de Metodologia do Ensino: Editora Pallotti, 2005. p. 19-32.

BAUER, Martin. W.; GASKELL, George. Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático. Petrópolis, RJ: Vozes, 2011.

BURNIER, Susana. et al. Histórias de vida de professores: o caso da educação profissional. Revista Brasileira de Educação v. 12 n. 35 maio/ago. p. 343-358, 2007. Disponível em: Acesso em: 10 jan. 2021.

BRASIL. Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília, DF: 20 de dezembro de 1996. Disponível em: . Acesso em: 27 nov. 2018.

BRASIL. Lei nº 10.172, de 9 de janeiro de 2001. Aprova o Plano Nacional de Educação. Brasília, DF: 12 de dezembro de 2009. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/leis_2001/l10172.htm. Acesso em: 27 nov. 2018b.

BRASIL. Lei nº 13.005, de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação. Brasília, DF: 2014. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2014/lei/l13005.htm. Acesso em: 27 nov. 2018b.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Brasília, DF: 05 de outubro de 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm. Acesso em: 27 nov. 2018.

JOSSO, Marie-Christine. História de vida e projeto: a história de vida como projeto e as “histórias de vida” a serviço de projetos. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 25, n. 2, p. 11-23, jul./dez. 1999. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ep/a/FPRNJxFHvDf8jX5Yx55ThhH/abstract/?lang=pt. Acesso em: 10 jan. 2021.

JOVCHELOVITCH, Sandra; BAUER, Martin W. Entrevista Narrativa. In: BAUER, Martin W. GASKELL, George. Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático. 9. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2011. p. 90-113.

LEÃO, Débora Ortiz de. Memórias e saberes de alfabetizadoras: representações sobre a leitura e escrita na história de vida de três professoras. 2004. 192 fl. Dissertação (Mestrado em Educação), Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2004.

LEÃO, Débora Ortiz de. Vivências culturais nos cenários da alfabetização: Formação, saberes e práticas docentes. 2009. 110fl. Tese (Doutorado em Educação) Programa de Pós-graduação em Educação, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, 2009.

LIBÂNEO, José Carlos. Organização e gestão da escola: teoria e prática. Goiânia: Alternativa, 2004.

LUCK, Heloisa. A Gestão Participativa na Escola. Petrópolis: Vozes, 2006.

LUCK, Heloisa. Gestão educacional: estratégia, ação global e coletiva no ensino. In. FINGER, Almeri Paulo. et al. Educação: caminhos e perspectivas. Curitiba: Champagnat, 1996. p. 37-42.

MARQUEZAN, Lorena Inês Peterini. Trajetórias e processos formativos na/da docência: memórias e [res]significações. 2015. 323 fl. Tese (Doutorado em Educação) Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2015.

MATURANA, Humberto. Emoções e linguagem na educação e na política. Belo Horizonte: UFMG, 1998.

MATURANA, Humberto e REZEPKA, Sima Nisis de. Formação humana e capacitação. Petrópolis: Vozes, 2000.

MENEGHEL, Stela Nazareth. Histórias De Vida – notas e reflexões de pesquisa. Athenea Digital - n. 12, p. 115-129, 2007. Disponível em: https://www.ssoar.info/ssoar/bitstream/handle/document/6386/ssoar-athenea-2007-12-meneghel-historias_de_vida_-_notas.pdf?sequence=1&isAllowed=y&lnkname=ssoar-athenea-2007-12-meneghel-historias_de_vida_-_notas.pdf. Acesso em: 10 jan. 2021.

MOITA, Maria da Conceição. Percursos de formação e transformação. In: NÓVOA, António. (Org.). Vidas de professores. Porto: Porto Editora, 2007. p. 111-118.

NÓVOA, Antonio. (Org.) Vidas de professores. Porto: Porto Editora, 1993.

PARO, Vitor Henrique. Gestão Democrática da escola pública. SP: Ática, 2006.

ROSA, Clóvis. Gestão estratégica escolar. 2 ed. Petrópolis, Vozes, 2004.

SILVA, Maria Lucia Leite da; LEÃO, Débora Ortiz de. A gestão escolar democrática e o princípio de valorização e reconhecimento do trabalho do professor. Revista de Gestão e Avaliação Educacional, v. 7, n. 16, p. 77-90, 2018. Disponível em: https://www.redalyc.org/journal/4718/471857006007/html/. Acesso em: 10 jan. 2021.

VIEIRA, Sofia Lerche. Estrutura e funcionamento da educação básica. 2. ed. atual. Fortaleza: EdUECE, 2015.

Downloads

Publicado

2021-12-24

Como Citar

SILVA, F. C. da; LEÃO, D. O. de. Entrelaçando histórias de vida e o sentimento de pertencimento: reflexões de uma coordenadora pedagógica sobre as ações da gestão escolar. Revista Brasileira de Pesquisa (Auto)biográfica, [S. l.], v. 6, n. 19, p. 1104–1118, 2021. DOI: 10.31892/rbpab2525-426X.2021.v6.n19.p1104-1118. Disponível em: https://revistas.uneb.br/index.php/rbpab/article/view/10827. Acesso em: 29 maio. 2024.