Mulheres negras, escolaridade, sexismo e subordinação: identidades ex-postas na sala de aula

Autores

  • Terezinha Oliveira Santos

DOI:

https://doi.org/10.30620/p.i..v2i2.1557

Resumo

Resumo

Neste artigo, retomo dois trechos da minha tese de doutorado 1 que tratam de construção de identidades, numa reflexão que enfoca a condição da mulher na sala de aula, seja ela estudante ou professora, numa perspectiva (auto) etnográfica a partir de leitura de alguns teóricos que abordam questões de sexismo e subordinação. Assim, a partir de uma descrição de algumas cenas do cotidiano de mulheres negras, conjunto no qual me incluo, procuro refletir sobre o sexismo e as condições de subordinação e dominação presentes, principalmente, nas práticas cotidianas onde nós estamos inseridas.

Palavras-chave

Língua estrangeira . Português língua estrangeira. Léxico. Cultura .Lexicultura.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-09-28

Como Citar

SANTOS, T. O. Mulheres negras, escolaridade, sexismo e subordinação: identidades ex-postas na sala de aula. Pontos de Interrogação – Revista de Crítica Cultural, Alagoinhas-BA: Laboratório de Edição Fábrica de Letras - UNEB, v. 2, n. 2, p. 144–156, 2015. DOI: 10.30620/p.i.v2i2.1557. Disponível em: https://revistas.uneb.br/index.php/pontosdeint/article/view/1557. Acesso em: 13 jul. 2024.