MEMÓRIAS DIGITAIS: histórias escolares revisitadas nas redes sociais virtuais

Autores

  • Robson Fonseca Simões Universidade Federal de Rondônia

DOI:

https://doi.org/10.29378/plurais.2447-9373.2016.v1.n3.91-101

Palavras-chave:

Escritas nas redes sociais virtuais. Comunidades do Orkut. Memórias escolares. História da Educação.

Resumo

Enveredar pelas comunidades escolares virtuais, numa possível reaproximação da minha tese de doutoramento, é a vocação deste artigo. De que maneira as memórias dos ex-alunos se inscrevem nas redes sociais da web? Os scraps produzem um imaginário e exprimem relações com os sujeitos ou grupos do tempo escolar, trilhando pelos caminhos das memórias das vidas dos usuários; será que podemos considerá-lo um texto autobiográfico? O mundo das novas tecnologias otimizou novos espaços de sociabilidade, de informação; as memórias nas comunidades escolares do Orkut, mais especificamente, do Colégio Militar do Rio de Janeiro, assim como do Colégio Marista São José do Rio de Janeiro mantêm um espírito romântico aceso, mesmo no imperativo das conexões virtuais. Nos diários on-line, os sujeitos também escrevem as suas experiências escolares. Por que os usuários escrevem as suas histórias nessas redes virtuais? É possível pensar que, em frente à tela do computador, os usuários encurtam distâncias de um tempo escolar; diminuindo as saudades, as lembranças escolares se multiplicam, anunciando uma nova prática de escrita, insinuando-se por novos “refúgios do eu”. A performance discursiva dos posts constrói as memórias dos sujeitos nessa rede social virtual. Valho-me dos estudiosos Alberca (2000), Bakhtin (1999), Chartier (2002), Sibilia (2008) para me ajudar a pensar que os sujeitos também se constroem nos diversos suportes das escritas pessoais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Robson Fonseca Simões, Universidade Federal de Rondônia

Doutor em Educação. Professor do Departamento de Ciências da Educação, Núcleo de Ciências Humanas da Universidade Federal de Rondônia - UNIR, Campus Porto Velho. Docente do Programa de Pós-Graduação em Educação Escolar; Mestrado Profissional em Educação Escolar (PPGEE/MEPE/UNIR).

Downloads

Publicado

2017-08-29

Como Citar

SIMÕES, R. F. MEMÓRIAS DIGITAIS: histórias escolares revisitadas nas redes sociais virtuais. Plurais - Revista Multidisciplinar, Salvador, v. 1, n. 3, p. 91–101, 2017. DOI: 10.29378/plurais.2447-9373.2016.v1.n3.91-101. Disponível em: https://revistas.uneb.br/index.php/plurais/article/view/3061. Acesso em: 24 jul. 2024.