O texto literário e a abordagem de tarefas

experiência de ensino de língua inglesa para a terceira idade

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30620/gz.v10n2.p193

Palavras-chave:

Literatura, Ensino e Aprendizagem de Língua Inglesa, Terceira Idade, Ensino de Línguas Baseado em Tarefas

Resumo

Este artigo aborda, como tema primordial, o uso de texto literário ancorado à metodologia de abordagem de tarefas, integrando-os ao ensino de língua inglesa para a terceira idade. A fim de fundamentar o ensino de línguas através de literatura, apresenta-se Thaler (2016), Tiberio (2014),  e Mota (2018); Para alicerçar o ensino de língua inglesa para a terceira idade convoca-se Faria & Monteiro (2007), Vitor, Bueno & Trevisol (2022), Relvas (2005), Gonçalves (2010), Lima (2001) e Cardoso, Ribas, Silva, Gouvêa & Costa (2012); e por último, com o fim de sustentar o ensino de línguas baseado em tarefas, cita-se Ellis (2003), Nunan (1991; 2004), Skehan (1998), Trevisol (2019), Dias & Trevisol (2022), Dias, Oliveira e Trevisol (2020), e  Benson (2015). Para tanto, este trabalho se propôs a relatar a experiência em decorrência dos estudos de literatura com o público da terceira idade, assinalar as potencialidades do ensino de língua inglesa para esse público, e por fim, teorizar o ensino de línguas baseado em tarefas (TBLT). Destarte, com essa experiência, constatou-se que a abordagem de tarefas, integrada ao uso do texto literário, mostrou-se significativa para o desenvolvimento das quatro habilidades linguísticas (escrita, fala, compreensão oral e leitura) no contexto de ensino de Língua Inglesa para a Terceira Idade, contribuindo, de igual modo na autoestima das cursistas.

[Recebido em 30 maio 2022 – Aceito: 10 out. 2022]

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Carolina Vitor Pereira, Universidade do Estado da Bahia - UNEB

Graduanda em Letras, Língua Inglesa e Literaturas pela Universidade do Estado da Bahia, Departamento de Ciências Humanas, Campus IV, Jacobina. Atuou no Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) no subprojeto (Multi)Letramentos em Língua Inglesa: possibilidades de aprendizagens no contexto escolar por meio de Tarefas pela Universidade do Estado da Bahia. Pesquisadora integrada ao grupo de pesquisa FormAção em Linguagem e Ensino (FALE) pela mesma Universidade. Bolsista de Iniciação à Extensão consoante ao Projeto FALE línguas com o Clube de Línguas: alemão, espanhol, francês, inglês voltado ao Programa Universidade Aberta à Terceira Idade (UATI). Apresenta interesse pelas áreas de Linguística e Educação, especificamente o Ensino de Língua Inglesa.

Bruna Caroline dos Santos Dias, Universidade do Estado da Bahia - UNEB

Graduanda em Letras - Língua Inglesa e Literaturas pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB), Campus IV, Jacobina. É integrante do Grupo de pesquisa FALE - FormAção em Linguagem e Ensino - e bolsista do Programa de Iniciação Científica (IC) da UNEB. Desenvolve pesquisas nas áreas de Letras e Linguística, com ênfase em Linguística Aplicada, especialmente no que concerne ao Ensino de Línguas Baseado em Tarefas (Task-based Language Teaching, TBLT).

Roberto Rodrigues Bueno, Universidade do Estado da Bahia - UNEB

Possui graduação em Letras - Licenciatura Plena - Português e Inglês pela FECILCAM - Faculdade Estadual de Ciências e Letras de Campo Mourão (1998) e mestrado em Letras (Inglês e Literatura Correspondente) pela Universidade Federal de Santa Catarina (2016). Atualmente é professor Assistente da Universidade do Estado da Bahia. Tem experiência na área de Linguística, com ênfase em Linguística, atuando principalmente no seguinte tema: Ensino/Aprendizagem de Língua Inglesa, Ensino de Pronúncia e Estudos Fonéticos e Fonológicos da Língua Inglesa.

Referências

BENSON, Susan D. Task-Based Language Teaching: An empirical study of task transfer. Language Teaching Research, 2015, USA.

BIALYSTOK, E.; SULLIVAN, M. D. Growing old with two languages: Effects of bilingualism on cognitive aging. Amsterdam: John Benjamins. 2017. https://doi.org/10.1075/sibil.53.

BRASIL. Lei nº 10741 de 3 de outubro de 2003. Dispõe sobre o Estatuto do Idoso. Brasília, 2003.

CARDOSO, J. d. S; RIBAS, A. K. D. A. G.; DA SILVA, K. C.; DE GOUVÊA; N. A. D.; & COSTA, S. C. d. S. Aprendizagem de idiomas na terceira idade: muito além de um passatempo. Rio de Janeiro: Linguagem, Teoria, Análise e Aplicações, 2012.

DE AZEVEDO, M. M. Memória e esquecimento em reparação de Ian McEwan. Signótica, Goiânia, v. 23, n. 1, p. 165–178, 2011. DOI: https://doi.org/10.5216/sig.v23i1.16151. Disponível em: https://revistas.ufg.br/sig/article/view/16151. Acesso em: 10 out. 2022.

DIAS, Bruna C., TREVISOL, Juliane R. A Abordagem baseada em Tarefas: Uma Análise da Prática de Ensino em um Contexto Brasileiro de EFL. Não publicado. Jacobina, Universidade do Estado da Bahia, 2022. DIAS, B. C.; OLIVEIRA, D. D.; TREVISOL, J. R. Planejando e Implementando Tarefas Pedagógicas para a Aula de Língua Estrangeira. In: Juliane Regina Trevisol; Ilauana Teles Silva. (Org.). Fundamentos e Práticas no Ensino de Línguas: volume II. Alagoinhas: Bordô-Grená, 2020, v. 2, p. 14-26. 2020.

ELLIS, R. Task-based language learning and teaching. Oxford. Oxford University Press. 2003.

FARIA, F. S. C.; MONTEIRO, S. H. C. Desafios na Terceira Idade: O Ensino de Língua Inglesa sob novas perspectivas. Juiz de Fora, Minas Gerais, Brasil: Rev. Est. e Pesq. em Educação, 2007. 29-33 p. v. 9. ISBN 1984-5499.

FINARDI, K; PORCINO, M. Tecnologia e Metodologia no Ensino de Inglês: Impactos da Globalização e da Internacionalização. Florianópolis: Ilha do Desterro, 2014. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/287517914_Tecnologia_e_Metodologia_no_Ensino_de_Ingles_Impactos_da_Globalizacao_e_da_Internacionalizacao. Acesso em: 21 mai. 2022.

GONÇALVES, R. P. Envelhecer bem: recriando o cotidiano. Rio de Janeiro: Aquariana, 2010.

HUBA, M. E.; FREED, J. E. Learner-centered assessment on college campuses: Shifting the focus from teaching to learning. Allyn & Bacon, 160 Gould St., Needham Heights, MA 02494, 2000.

KLIMOVA, B. Learning a foreign language: A review on recent findings about its effect on the enhancement of cognitive functions among healthy older individuals. Frontiers in Human Neuroscience, 12: 1–7. 2018. DOI: https://doi.org/10.3389/fnhum.2018.00305.

KNIGHT, C.; KENNEDY, S. M.; HURFORD, J. The Evolutionary Emergence of Language: Social Function and the Origins of Linguistic Form. Cambridge University Press. The United States of America, 2000. p. 1-34. ISBN: 9780521786966.

LIMA, M. A. A Gestão da experiência de envelhecer em um programa para a terceira idade: a UnATI/UERJ. In: VERAS, Renato. Velhice numa perspectiva de futuro saudável. Rio de Janeiro: UnATI-UERJ, 2001.

LONG, M. Second Language Acquisition and Task-Based Language Teaching. Wiley Blackwell, 2015.

MCEWAN, Ian. Atonement. New York: Anchor Books, 2001, p. 255.

MAGRIS, Claudio. O romance é concebível sem o mundo moderno?. Disponível em: https://iedamagri.files.wordpress.com/2014/07/claudio-magris.pdf. 2009. Acesso em: 20 abr. 2022.

MOTA, Fernanda. Literatura e (m) ensino de língua estrangeira. Fólio-Revista de Letras, v. 2, n. 1, 2010.

NUNAN, D. Task-Based Language Teaching. © Cambridge University Press, New York, 2004.

NUNAN, D. Communicative Tasks and the Language Curriculum. In: Teachers of English to Speakers of Other Languages, Inc. (TESOL), 1991.

PUEBLA, C.; FIEVET. T.; TSOPANIDI, M.; CLAHSEN, H. Mobile-assisted language learning in older adults: Chances and challenges. Cambridge University Press. ReCALL (2022), 34: 2, 169–184. DOI: https://doi.org/10.1017/S0958344021000276. Disponível em: https://www.cambridge.org/core/journals/recall/article/mobileassisted-language-learning-in-older-adults-chances-and-challenges/B1125FB682D760FAD71E560C63766846. Acesso em: 12 mai. 2022.

PROVEDEL DIB, A.; SILVEIRA DA SILVA, A. MAY R. M. C. Crenças sobre o processo de ensino-aprendizagem de inglês entre alunos da terceira idade. LínguaTec, [S. l.], v. 7, n. 1, p. 60–79, 2022. DOI: http://dx.doi.org/10.35819/linguatec.v7.n1.5770. Disponível em: https://periodicos.ifrs.edu.br/index.php/LinguaTec/article/view/5770. Acesso em: 9 abr. 2022.

RELVAS, M. Fundamentos biológicos da educação: despertando inteligências e afetividade no processo de aprendizagem. Rio de Janeiro: Wak, 2005.

ROCHA, A. L.; CORSINO, T. de S. Ensino de Língua Inglesa para a Terceira Idade: A oferta dos Cursos de Extensão Universitária no Brasil. Linguagens & Cidadania, [S. l.], v. 21, 2020. DOI: https://doi.org/10.5902/1516849238284. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/LeC/article/view/38284. Acesso em: 26 mai. 2022.

SOUSA. T. da C. P. As manipulações narrativas em Atonement de Ian McEwan. Porto das letras, Vol. 02. 2016. As Narrativas Contemporâneas. Disponível em: file:///C:/Users/Rafin/Downloads/2662-Texto%20do%20artigo-16715-1-10-20170228%20(1).pdf. Acesso em: 19 mai. 2022.

THALER, E. Teaching English Literature. UTB, 2016.

TREVISOL, J. R. Investigating L2 learners’ oral production and perception of a task cycle using digital storytelling: a case for technology-mediated TBLT. Unpublished doctoral dissertation. Florianópolis, Universidade de Santa Catarina, 2019.

TIBERIO, D. A Literatura no Ensino de Língua Inglesa. Monografia de especialização. João Pessoa, Universidade Estadual da Paraíba, 2014.

VITOR, A. C.; BUENO, R. R.; TREVISOL, J. R. Ensino de Língua Inglesa por aprendizes da Terceira Idade: Uma revisão de estudos científicos. 2022. Jacobina, Bahia. (não publicado).

VITOR, A. C.; DIAS, B. C. S. Ensino de Língua Inglesa para a Terceira Idade: Memórias Fotografadas. Google, 2022. Disponível em: https://sites.google.com/view/memoriasfoto-grafadas/p%C3%A1gina-inicial. Acesso em: 21 mai. 2022.

WALDER, D. The genre approach. In: WALDER, Dennis. The realist novel. New York: Routledge/The Open University, 2005.

ZÚÑIGA, C. E. Implementing Task-Based Language Teaching to Integrate Language Skills in an EFL Program at a Colombian University. Profile Issues in Teachers’ Professional Development, vol 18, no. 2, 2016.

Publicado

2022-12-29

Como Citar

PEREIRA, A. C. V.; DIAS, B. C. dos S.; BUENO, R. R. O texto literário e a abordagem de tarefas: experiência de ensino de língua inglesa para a terceira idade. Grau Zero – Revista de Crítica Cultural, Alagoinhas-BA: Fábrica de Letras - UNEB, v. 10, n. 2, p. 193–214, 2022. DOI: 10.30620/gz.v10n2.p193. Disponível em: https://revistas.uneb.br/index.php/grauzero/article/view/15735. Acesso em: 23 maio. 2024.