TRABALHO DOCENTE E DESAFIOS NA ATUALIDADE: ENTREVISTA COM ÁLVARO MOREIRA HYPOLITO1

Palavras-chave: Trabalho docente, Profissionalização docente, Gestão Educacional, Desafios atuais, Neoliberalismo

Resumo

Álvaro Moreira Hypolito é Doutor em Curriculum and Instruction pela
Universidade de Wisconsin-Madison e Professor Titular da Universidade Federal
de Pelotas (UFPel). O renomado professor em pesquisas referentes ao trabalho
docente nos concedeu esta entrevista no dia 31 de janeiro de 2019, na Faculdade
de Educação da UFPel. Neste texto, Álvaro elucida de forma teoricamente densa,
objetiva e clara quais são os desafios do trabalho docente na atualidade. Desafios
estes que vêm sendo progressivamente intensificados com as modificações
políticas ocorridas no Brasil, principalmente a partir das últimas eleições em
2018. Frente a este cenário, a entrevista aqui apresentada torna-se uma leitura
fundamental para os (as) educadores(as). As palavras do referido professor
apontam inúmeros desafios para a profissão docente, ajudando na reflexão
permanente sobre a densidade e a importância de ser educador(a) na atualidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Magda de Abreu Vicente, Universidade Federal de Pelotas
Doutora em Educação pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel). Professora da Prefeitura Municipal de Pelotas
Iana Gomes de Lima, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutora em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Professora Adjunta da Faculdade de Educação
da UFRGS.

Marisel Valério Porto, Universidade Federal de Pelotas

Mestre em Letras pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel). Técnica em Assuntos Educacionais da Universidade Federal
de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA).

Referências

APPLE, Michael W. Ideologia e currículo. São Paulo: Brasiliense, 1982.

APPLE, Michael W. Política cultural e educação. Tradução de José do Amaral Ferreira. São Paulo: Cortez, 2000.

APPLE, Michael W. Educando à direita: mercados, padrões, Deus e desigualdade. Tradução de Dinah de Abreu Azevedo. São Paulo: Cortez/Instituto Paulo Freire, 2003.

APPLE, Michael W. Paulo Freire, pedagogia crítica e as tarefas do estudioso crítico ativista. Revista e-Curriculum, São Paulo, v. 7, n. 3, p. 1-21, dez. 2011.

BARROCO, Maria Lúcia S. Não passarão! Ofensiva neoconservadora e Serviço Social. Serviço Social & Sociedade, São Paulo, n. 124, p. 623-636, out./dez. 2015.

BRASIL. Presidência da República. Casa Civil. Constituição de 1988. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Brasília, DF, 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm. Acesso em: 20 jan. 2019.

BRASIL. Presidência da República. Casa Civil. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília, DF, 1996. Disponível em: www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm. Acesso em: 20 jan. 2019.

BRASIL. Presidência da República. Casa Civil. Lei nº 13.415, de 16 de fevereiro de 2017. Altera as Leis n º 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, e 11.494, de 20 de junho 2007, que regulamenta o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação, a Consolidação das Leis do Trabalho - CLT, aprovada pelo Decreto-Lei nº 5.452, de 1º de maio de 1943, e o Decreto-Lei nº 236, de 28 de fevereiro de 1967; revoga a Lei nº 11.161, de 5 de agosto de 2005; e institui a Política de Fomento à Implementação de Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral. Brasília, DF, 2017. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2017/Lei/L13415.htm. Acesso em: 15 jan. 2019.

CÓSSIO, Maria de Fátima. et al. Gestão educacional e reinvenção da democracia: questões sobre regulação e emancipação. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação, v. 26, n. 2, p. 325-341, maio/ago. 2010. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/rbpae/article/view/19720. Acesso em: 19 mar. 2019.

DAM, Andrew Van. Public-school salaries fall short of average in nearly every state. The Washington Post, Washington DC, 29 jan. 2019. Disponível em: https://www.washingtonpost.com/us-policy/2019/01/29/what-industry-has-seen-pay-fall-below-average-most-states-public-schools/?utm_term=.d872d18900b8. Acesso em: 20 mar. 2019.

GHIGGI, Gomercindo. A pedagogia da autoridade a serviço da liberdade. Diálogos com Paulo freire e formação de professores. 2. ed. Pelotas, RS: Seiva, 2008.

HYPOLITO, Álvaro Moreira. Currículo e projeto político-pedagógico: implicações na gestão e no trabalho docente. Cadernos de Educação, Brasília, DF, v. XVIII, p. 11-26, 2014.

HYPOLITO, Álvaro Moreira. Políticas curriculares, Estado e regulação. Educação & Sociedade, Campinas, SP, v. 31, n. 113, p. 1337-1354, out./dez. 2010. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/es/v31n113/15.pdf. Acesso em: 19 mar. 2019.

HYPOLITO, Álvaro Moreira. Reorganização gerencialista da escola e trabalho docente. Educação: Teoria & Prática, Rio Claro, SP, v. 21, n. 38, p. 1-18, out./dez. 2011.

HYPOLITO, Álvaro M. Trabalho docente, currículo e gestão: trilogia incompleta. Trabalho apresentado no concurso para Professor Titular da Universidade Federal de Pelotas (UFPel). Pelotas, RS, 2018.

HYPOLITO, Álvaro M. Processo de trabalho na escola: algumas categorias para análise. Revista Teoria e Educação, Porto Alegre, n. 4, p. 3-21, 1991.

HYPOLITO, Álvaro M.; LEITE, Maria Cecília L. Modos de gestão e políticas de avaliação: entre o gerencialismo e a democracia. In: WERLE, Flávia O. C. (org.). Avaliação em larga escala: questões polêmicas. Brasília, DF: Líber Livro, 2012. p. 135-152.

HYPOLITO, Álvaro Moreira; VIEIRA, Jarbas Santos; LEITE, Maria Cecília Lorea. Currículo, gestão e trabalho docente. Revista e-Curriculum, v. 8, n. 2, ago. 2012. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/curriculum/article/view/10989. Acesso em: 15 mar. 2019.

HYPOLITO, Álvaro Moreira. et al. Gestão educacional e democracia participativa. Porto Alegre: UFRGS, 2008.

IVO, Andressa Aita; HYPOLITO, Álvaro Moreira. Gestão educacional e o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica da rede municipal de ensino de Santa Maria-Rio Grande do Sul. Revista Educação em Questão, v. 52, n. 38, p. 163-192, maio/ago. 2015a.

IVO, Andressa Aita; HYPOLITO, Álvaro Moreira. Políticas gerenciais em educação: efeitos sobre o trabalho docente. Currículo sem Fronteiras, v. 15, n. 2, 2015b. Disponível em: http://www.curriculosemfronteiras.org/vol15iss2articles/ivo-hypolito.pdf. Acesso em: 19 mar. 2009.

IVO, Andressa Aita; HYPOLITO, Álvaro Moreira. Políticas educacionais: gerencialismo, gestão educacional e gestão escolar. In: CORTE, Marilene Gabriel Dalla; MELLO, Andrelisa Goulart de (org.). Conselhos Municipais de Educação: configurações e [re]articulações no campo das políticas e gestão educacional. Curitiba: CRV, 2016. p. 123-137.

LEITE, Maria Cecília Lorea; HYPOLITO, Álvaro Moreira. Modos de gestão, currículo e desempenho escolar. Revista Espaço do Currículo, v. 3, n. 2, p. 535-547, set./mar. 2011.

LEITE, Maria Cecília Lorea. et al. Gestión escolar democrática: una construcción contextualizada en escuelas municipales de la ciudad de Pelotas, RS, Brasil. Revista Mexicana de Investigación Educativa, v. 17, n. 52, p. 89-113, jan./mar. 2012.

MOLL, Roberto. Diferenças entre neoliberalismo e neoconservadorismo: duas faces da mesma moeda? São Paulo, 2015. Disponível em: http://unesp.br/semdiplomacia/opiniao/2015/43. Acesso em: 11 maio 2016.

NÓVOA, António. Para o estudo sócio-histórico da gênese e desenvolvimento da profissão docente. Teoria & Educação, Porto Alegre, n. 4, p. 109-139, 1991.

POPKEWITZ, Thomas; LINDBLAD, Sverker. A fundamentação estatística, o governo da educação e a inclusão e exclusão sociais. Educação & Sociedade, v. 37, n. 136, p. 727-754, jul./set. 2016.

STRECK, Danilo Romeu. Cinco razões para dialogar com Paulo Freire. Revista e-curriculum, São Paulo, v. 7, n. 3, 2011. Disponível em: http://revistas.pucsp.br/curriculum/article/view/7595/5545. Acesso em: 15 mar. 2019.

TAMBARA, Elomar A. C. Profissionalização, escolar normal, feminização e feminilização: magistério sul-rio-grandense de instrução pública: 1880/1935. In: HYPOLITO, Álvaro Moreira; VIEIRA, Jarbas Santos; GARCIA, Maria Manuela A. Trabalho docente: formação e identidades. Pelotas, RS: Seiva, 2002. p. 67-97.

Publicado
2019-08-31
Métricas
  • Visualizações do Artigo 679
  • PDF downloads: 517
Como Citar
VICENTE, M. DE A.; DE LIMA, I. G.; PORTO, M. V. TRABALHO DOCENTE E DESAFIOS NA ATUALIDADE: ENTREVISTA COM ÁLVARO MOREIRA HYPOLITO1. Revista da FAEEBA - Educação e Contemporaneidade, v. 28, n. 55, p. 183-201, 31 ago. 2019.