DESAFIOS PARA A INOVAÇÃO PEDAGÓGICA NA UNIVERSIDADE DO SÉCULO 21

  • Denise Leite Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Resumo

As inovações que se desenvolvem nas universidades contem-porâneas refletem exigências das agências de avaliação ou de fomento à pesquisa, ou ainda demandas do setor produ-tivo. De certa forma, tais inovações têm caráter de inovação tecnológica e se destinam a ampliar as alternativas de inserção nos mercados globais. A inovação tecnológica tem relevância para os países integrados ao mundo competitivo. O desafio da universidade, no entanto, está em colocar ao lado da inovação tecnológica, a inovação pedagógica. Neste artigo, discuto o tema com apoio em pesquisas recentes.
Entendo que a inovação pedagógica responde ao compro-misso social de formação do humano docente e do humano aluno. Ela se afirma em uma universidade socialmente
empreendedora, uma universidade que forma para a cidadania democrática nos contextos contemporâneos, em suas contradições e paradoxos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Denise Leite, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Doutora em Ciências Humanas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Docente Permanente do Programade Pós-Graduação em Educação da Universi-dade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Referências

BRAGA, Ana Maria e Souza; GENRO, Maria Elly Herz; LEITE, Denise Balarine Cavalheiro. Universidade Futurante:inova-

ção entre as certezas do passado e as incertezas do futuro. In: LEITE, Denise B. C.; MOROSINI, Marília (Org.). Univer-sidade Futurante: produção do ensino e inovação. Campinas: Papirus, 1997. p. 21-37.

BRASIL. Lei n. 10.973, de 2 de dezembro de 2004. Lei da Inovação. Dispõe sobre incentivos à inovação à pesquisa

científica e tecnológica no ambiente produtivo e dá outras providências. Brasília, DF, 2004. Disponível em:

www.mct.gov.br/index.php/content/view/3293.html>. Acesso em: 25 abr. 2012.

BRASIL. Lei n. 11.196, de 21 de novembro de 2005. Lei do Bem. Institui o Regime Especial de Tributação para a Plata-forma de Exportação de Serviços de Tecnologia da Informa-ção - REPES, o Regime Especial de Aquisição de Bens de Capital para Empresas Exportadoras – RECAP e o programa de Inclusão Digital; dispõe sobre incentivos fiscais para a inovação tecnológica dá outras providências. Brasília, DF, 2005. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2005/lei/l11196.htm>. Acesso em: 25 abr. 2012.

CHARLOT, Bernard. O professor na sociedade contempo-rânea: um trabalhador da contradição. Revista da FAEEBA

– Educação e Contemporaneidade, Salvador, v. 17, n. 30, p. 17-31, jul./dez. 2008.

FERNANDES, Cleoni Maria Barboza. Sala de aula universitária: ruptura, memória educativa, territorialidade – o desafio da construção pedagógica do conhecimento. 1999. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Univer-sidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 1999.

FREIRE, Paulo; SHOR, Ira. Medo e ousadia: o cotidiano do professor. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

HARVEY, Lee. Rankings of Higher Education Institutions: A Critical Review. Quality in Higher Education, v.14, n. 3, p. 187-207, Nov. 2008.

LEITE, Denise Balarine Cavalheiro. Innovaciones en la educa-ción universitaria. In: CSE/UDELAR. Primer Foro Innovaciones Educativas en la Enseñanza de Grado. Montevideo: CSE/Udelar; AUGM; Iesalc/Unesco, 2002. p. 45-53.

______. Innovaciones pedagógicas: desafios para l@s hij@s de Rousseau. In: MÁRQUEZ, Alma Herrera; ZAGAL,

Maricruz Moreno; CUEVAS, Lourdes Medina. Innovación y Curriculum. Desafíos para una convergência necessária. México: UAEM, 2003. p. 91-112.

______ et al. Inovação na zona cinzenta de transição. Cadernos de Educação FAE, Pelotas, v. 6, n. 8, p. 75-94,

jan./jun. 1997.

______; FERNANDES, Cleoni Maria Barboza. Indicadores de inovação pedagógica na universidade. In: MOROSINI,

Marilia Costa (Org.). Qualidade na educação superior: reflexões e práticas investigativas. Porto Alegre:EdiPUCRS, 2011. p. 293-312. Disponível em: <http://ebooks.pucrs.br/edipucrs/qualidadedaeducacaosuperior3.pdf>. Acesso em: 25 abr. 2012.

______; GENRO, Maria Elly Herz; BRAGA, Ana Maria e Souza. Inovação e Pedagogia Universitária. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2011.

LUCARELLI, Elisa. Innovaciones en el contexto de la relación universidad-sociedad. In: MOROSINI, Marilia;LEITE, Denise Balarine Cavalheiro (Org.). Universidade e integração no Cone Sul. Porto Alegre: Editora daUFRGS, 1992.

LUZ, Madel. Notas sobre a política de produtividade em pesquisa no Brasil: consequências para a vida acadêmica, a

ética no trabalho e a saúde dos trabalhadores. Política & Sociedade, Florianópolis, v. 7, n. 13, p. 205-228, out. 2008.

______. Perda de ética no trabalho acadêmico: geração de sofrimento e doença entre os trabalhadores universitários

a partir do produtivismo como valor fim entre os pesquisa-dores. In: PINHEIRO, Roseni; MATTOS, Ruben (Org.).

Razões públicas para a integralidade em saúde: o cuidado como valor. Rio de Janeiro: CEPESC; IMS; UERJ;ABRASCO, 2007. p. 357-368.

NEWFIELD, Christopher. The structure and silence of the cognotariat. Globalization, Societies and Education,Bristol, v. 8, n. 2, p. 175-189, Jun. 2010.

ORGANIZAÇÃO PARA A COOPERAÇÃO E O DESENVOLVI-MENTO ECONÔMICO – OCDE; GABINETEESTATÍSTICO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS – Eurostat. Manual de Oslo: diretrizes para coleta e interpretação de dados sobre inova-ção. Brasília, 2005. Disponível em: <http://www.finep.gov.br/dcom/brasil_inovador/

arquivos/manual_de_oslo/cap3_02_inovacao.html>. Acesso em: 23 abr. 2012.

SÁENZ, Tirso; SOUZA PAULA, Maria Carlota de. onsiderações sobre Indicadores de Inovação para América Latina. Interciencia, Caracas, v. 27, n. 8, p. 430-437, ago. 2002.

SANTOS, Boaventura de Sousa. Introdução a uma ciência pós-moderna. Rio de Janeiro: Graal, 1989.

______. A Universidade no Século XXI: para uma reforma democrática e emancipatória da universidade. São Paulo: Cortez, 2004.

Métricas
  • Visualizações do Artigo 1239
  • PDF downloads: 649
Como Citar
LEITE, D. DESAFIOS PARA A INOVAÇÃO PEDAGÓGICA NA UNIVERSIDADE DO SÉCULO 21. Revista da FAEEBA - Educação e Contemporaneidade, v. 21, n. 38, 11.