A EJA E OS DESAFIOS DA FORMAÇÃO DOCENTE NAS LICENCIATURAS

  • Jaqueline Ventura Universidade Federal Fluminense

Resumo

Este artigo pretende contribuir para a compreensão do atual cenário da formação inicial de professores para Educação de Jovens e Adultos (EJA). Nesse sentido, na primeira parte analisamos as Diretrizes Curriculares Nacionais de alguns cursos de formação de professores, tais como Pedagogia, Letras, Matemática e Ciências Biológicas,demonstrando que, embora a EJA na atual legislação tenha sido configurada como modalidade da Educação Básica, no que se refere à formação de professores para atuar, considerando as especificidades da área, a questão permanece muito incipiente nas licenciaturas. Na segunda parte discutimos a importância e atualidade de pautar a formação de professores e de alunos da EJA em uma concepção ampliada do conceito de trabalho e na identificação da vinculação de classe dos diversos sujeitos da EJA para a construção de um processo educacional de formação humana emancipatório.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jaqueline Ventura, Universidade Federal Fluminense
Professora Adjunta da Faculdade de Educação da Universidade Federal Fluminense. Doutora em Educação

Referências

ANTUNES, Ricardo. Adeus ao trabalho? Ensaio sobre as metamorfoses e a centralidade do mundo do trabalho.

São Paulo: Cortez, 1995.

______. Os sentidos do trabalho: ensaio sobre a afirmação e a negação do trabalho. São Paulo: Boitempo, 2000.

BRASIL. Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Presidência

da República, Poder Executivo, Brasília, DF, 1996. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9394.htm>. Acesso em: 01 mar. 2012.

______. Parecer CNE/CEB n. 11/2000, de 10 de maio de 2000. Dispõe sobre as Diretrizes Curriculares Nacionais

para a Educação de Jovens e Adultos. Conselho nacional de Educação, Ministério da Educação, Poder Executivo, Brasília, DF, 2000. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/PCB11_2000.pdf>. Acesso em: 01 mar. 2012.

_______. Parecer CNE/CP n. 09/2001, de 8 de maio de 2001. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação de

Professores da Educação Básica, em nível superior, curso de licenciatura, de graduação plena. Conselho nacional

de Educação, Ministério da Educação, Poder Executivo, Brasília, DF, 2001a. Disponível em: <http://portal.mec.

gov.br/cne/arquivos/pdf/009.pdf>. Acesso em: 05 mar. 2012.

_______. Parecer CNE/CES n. 492/2001, de 3 de abril de 2001. Diretrizes Curriculares Nacionais dos cursos deFilosofia, História, Geografia, Serviço Social, Comunicação Social, Ciências Sociais, Letras, Biblioteconomia, Arquivologia

e Museologia. Conselho nacional de Educação, Ministério da Educação, Poder Executivo, Brasília, DF, 2001b. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/arquivos/pdf.001/pces492_01.pdf>. Acesso em: 10 mar. 2012.

_______. Parecer CNE/CES n. 1301/2001, de 6 de novembro de 2001. Diretrizes Curriculares Nacionais para os Cursos de Graduação em Ciências Biológicas. Conselho nacional de Educação, Ministério da Educação, Poder Executivo, Brasília, DF, 2001c. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/2001/pces1301_01.pdf>. Acesso em: 10 mar. 2012.

_______. Parecer CNE/CES n. 1.302/2001, de 6 de novembro de 2001. Diretrizes Curriculares Nacionais para os Cursos de Matemática, Bacharelado e Licenciatura. Conselho nacional de Educação, Ministério da Educação, Poder Executivo, Brasília, DF, 2001d. Disponível em: <http://www.ufv.br/seg/diretrizes/comp_mat.pdf>. Acesso

em: 15 mar. 2012.

______. Resolução CNE/CP n. 1, de 15 de maio de 2006. Institui Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de

Graduação em Pedagogia, licenciatura. Brasília, DF, 2006. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/

pdf/rcp01_06.pdf>. Acesso em: 15 mar. 2012.

CANÁRIO, Rui. Educação de Adultos: um campo, uma problemática. Lisboa: Educa, 1999.

DINIZ-PEREIRA, Julio. Estudos e pesquisas sobre formação de educadores de jovens e adultos: análise dos trabalhos

e pôsteres aprovados na ANPEd (2000-2005). In: SOARES, Leôncio (Org.). Formação de educadores de jovens e adultos. Brasília: MEC/SECAD/UNESCO; Belo Horizonte: Autêntica, 2006. p.187-201.

FORRESTER, Viviane. O horror econômico. São Paulo: UNESP, 1997.

FRIGOTTO, Gaudêncio. Trabalho, Conhecimento, Consciência e a Educação do Trabalhador: Impasses Teóricos e Práticos. In: GOMES, Carlos. Trabalho e conhecimento: dilemas na educação do trabalhador. São Paulo: Cortez, 2004. p. 13-26.

GATTI, Bernardete; BARRETO, Elba (Org.). Professores do Brasil: impasses e desafios. Brasília: UNESCO, 2009.

MACHADO, Maria Margarida. O professor. In: HADDAD, S (Coord.). Educação de jovens e adultos no Brasil

(1986-1998). Brasília: MEC/INEP/Comped, 2002. p. 25-45.

NEVES, Lucia. Brasil ano 2000: uma nova divisão de trabalho na educação. Rio de Janeiro: Papéis e Cópias, 1997.

PORCARO, Rosa Cristina; SOARES, Leôncio. Caminhos e desafios a formação de educadores de jovens e adultos.

In: Reunião da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (ANPEd), 34., 2011, Natal. Anais...

Natal: ANPEd, 2011. Grupo de Trabalho 18.

RIBEIRO, Vera Maria Masagão. A formação de educadores e a constituição da educação de jovens e adultos como campo pedagógico. Educação e Sociedade, Campinas, ano XX, n. 68, p. 184-201, dez. 1999.

RUMMERT, Sonia Maria. Formação continuada de educadores de jovens e adultos: desafios e perspectivas. In: SOARES, Leôncio (Org.). Formação de Educadores de Jovens e Adultos. Belo Horizonte: Autêntica/MEC/ UNESCO, 2006. p. 123-140.

______. Educação de jovens e adultos no Brasil atual: do simulacro à emancipação. Perspectiva, Florianópolis,v. 26, n. 1, p.175-208, jan./jun. 2008.

SAVIANI, Dermeval. Trabalho e educação: fundamentos ontológicos e históricos. Revista Brasileira de Educação,

v. 12, n.34, jan./abr., 2007.

SOARES, Leôncio. Avanços e desafios na formação do educador de jovens e adultos. In: MACHADO, Maria

Margarida (Org.). Formação de Educadores de Jovens e Adultos - II Seminário Nacional. Brasília: Secad/MEC,

UNESCO, 2008. p. 57-71.

VENTURA, Jaqueline Pereira. Educação de jovens e adultos ou educação da classe trabalhadora? Concepções em disputa na contemporaneidade brasileira. 2008. 302 f. Tese (Doutorado) – Faculdade de Educação, Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2008.

______; RUMMERT, Sonia Maria. Considerações político-pedagógicas sobre as especificidades da educação de

jovens e adultos trabalhadores. In: SOUZA, José dos Santos; SALES, Sandra Regina (Org.). Educação de Jovens e Adultos: políticas e práticas educativas. Rio de Janeiro: NAU, 2011. p. 67-85. (Série Docência).

WOOD, Ellen. Democracia contra capitalismo: a renovação do materialismo histórico. São Paulo: Boitempo, 2003.

Publicado
2013-09-02
Métricas
  • Visualizações do Artigo 6162
  • PDF downloads: 5192
Como Citar
VENTURA, J. A EJA E OS DESAFIOS DA FORMAÇÃO DOCENTE NAS LICENCIATURAS. Revista da FAEEBA - Educação e Contemporaneidade, v. 21, n. 37, 2 set. 2013.