O USO DO PODCAST PARA A FORMAÇÃO CONTINUADA DOS PROFESSORES:um estudo de caso na rede municipal de Ilhéus-Ba

Palavras-chave: Professor (a), Formação Continuada, Tecnologia, PODCAST.

Resumo

Este artigo discute como o uso do podcast sobre tecnologias no ambiente escolar, pode ser uma ferramenta para a formação continuada dos professores da educação básica do Município de Ilhéus-Ba. Para tanto, teve como objetivos conhecer quais tecnologias estão presentes nas escolas, analisar como e quando estão sendo utilizadas e verificar quais dificuldades apresentadas pelos professores e produzir podcast sobre o uso das tecnologias no ambiente escolar. Nesse contexto, optamos em realizar uma pesquisa bibliográfica e estudo de caso. Seguiu-se uma abordagem qualitativa e enfoque descritivo. Utilizou-se como método de coleta de dados questionário. Concluímos que existe a necessidade da formação continuada para os (as) professores (as) inserem em sua prática pedagógica o uso das tecnológicas, visto que a maior dificuldade apontada por eles na pesquisa foi justamente a falta de conhecimento e manuseio das ferramentas tecnológicas, acarretando o desconhecimento do potencial pedagógico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BOTTENTUIT JUNIOR, J. B. COUTINHO, C. P.. Recomendações para Produção de Podcasts e Vantagens na Utilização em Ambientes Virtuais de Aprendizagem. PRISMA.COM n.º 6. 2008. Disponível em: http://ojs.letras.up.pt/ index.php /prisma com/article/viewFile/3217/2916. Acesso em: 12 mai. 2018.

BRITO, G. da S., PURIFICAÇÃO, I. da. Educação e novas tecnologias. Um reprensar. 2 edição.Curitiba: Intersaberes.(Série tecnologias educacioinais). 2015.

______. PODCAST EM EDUCAÇÃO: UM CONTRIBUTO PARA O ESTADO DA ARTE . Instituto de Educação e Psicologia da Universidade do Minho – UMINHO – Braga – Portugal. 2007. Disponível em: https://repositorium.sdum. uminho.pt/ bitstream/1822/70 94/1/pod.pdf. Acesso em: 12 mai. 2018.

FREIRE, E. P. A.. Potenciais cooperativos do podcast escolar por uma perspectiva freinetiana. Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, RN, Brasil .2015. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbedu/v20n63/1413-2478-rbedu-20-63-1033 .pdf . Acesso em: 12 mai. 2018.

______. Relações educacionais do podcast brasileiro com as hierarquias expressivas online. Conjectura: Filos. Educ., Caxias do Sul, v. 19, n. 2, p. 55-67, maio/ago. 2014. Disponível em: www.ucs.br/etc/revistas/index.php/conj ectura/ article/download/ 2366/ pdf_243.Acesso em: 12 mai. 2018.

CASTELLS, M. A sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra, 1999.

GERHARDT, T.E.,SILVEIRA, D.T.. Métodos de pesquisa.Universidade Aberta do Brasil – UAB/UFRGS e pelo Curso de Graduação Tecnológica – Planejamento e Gestão para o Desenvolvimento Rural da SEAD/UFRGS. – Porto Alegre: Editora da UFRGS. 2009.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

HIBLER , R. PODCAST – UM NOVO JEITO DE OUVIR RÁDIO. Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao MBA em Gestão e Produção em Rádio e TV para a obtenção do título de Especialista. 2011. Nota: 8,5 Orientador: Ulisses Galeto. Disponível em: http://tcconline.utp.br/media/tcc/2015/05/PODCAST.pdf. Acesso em: 12 mai.2018.

KENSKI, V. M. Tecnologias e ensino presencial e a distância. 9. ed. Campinas:

Papirus, Série Prática Pedagógica, 2010.

LUIZ, L., ASSIS, P.. O Podcast no Brasil e no Mundo: um caminho para a distribuição de mídias digitais. Universidade Estácio de Sá, Rio de Janeiro. Universidade Tuiuti do Paraná. Intercom Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação XXXIII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação – Caxias do Sul, RS – 2 a 6 de setembro de 2010. Disponível em: http://www.intercom.org.br/papers/nacionais/2010/resumos/R5-0302-1.pdf.>

Acesso em: 12 mai. 2018.

MASETTO, M.T. Mediação pedagógica e o uso da tecnologia. In: Moran, J.M., Masetto, M.T; Behrens, M. A.. Novas tecnologias e mediação pedagógica. 19ª ed. Campinas, SP: Papirus.2000.

MARCONI, M. de A., e LAKATOS, E.M. Metodologia cientifica. 4ªed. Revista e ampliada. São Paulo: Atlas, 2006.

NISKIER, A. Tecnologia educacional: uma visão política. Petrópolis, RJ: Vozes, 1993.

PINTO, J.C.. O USO DAS TIC’ S E SUAS INFLUÊNCIAS NA PRÁTICA PEDAGÓGICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL NA CRECHE MUNICIPAL DOM EDUARDO NO MUNICÍPIO DE ILHÉUS/BA. Dissertação de Mestrado em Ciências da Educação. Asunción, Paraguay, 2017.p. 226.

PRIMO A.; S. A. Comunidades de blogs e espaços conversacionais.Prisma.com, v. 3, p. 230-272.2006.

WENGZYNSKI, D. C., TOZETTO, S.S. A FORMAÇÃO CONTINUADA FACE AS SUAS CONTRIBUIÇÕES PARA A DOCÊNCIA. IX ANPED SUL. Seminário de pesquisa em educação da Região Sul. 2012. Disponível em: <http://www.portalanpeds ul. com. br/admin/uploads/2012/GT08_ Formacao_de_Professores/Trab alho/03_ 45 _25_GT08_Cristiane_Wengzynski.pdf>. Acesso em: 16 jun. 2016.

Publicado
2020-07-10
Métricas
  • Visualizações do Artigo 115
  • PDF downloads: 132