CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE E AUTONOMIA NA EDUCAÇÃO INFANTIL MEDIADA PELA ESCOLA E A FAMÍLIA

  • Jêime da Silva Brito Rodrigues Faculdade Entre Rios do Piauí-FAERPI

Resumo

RESUMO

Um olhar reflexivo sobre a construção da identidade e autonomia na educação infantil possibilita a criação e o planejamento de um ambiente propício para a formação de sujeitos autônomos, críticos e com identidade própria. E para este ambiente fluir é de suma relevância a atuação dos pais e da escola para mediar este processo. Logo é essencial que a família e a escola sejam parceiras no decorrer deste processo gradual, sendo a educação infantil o principal pilar no decorrer da vida educacional, no qual esta base é suporte para a vida toda, quer seja no quesito educacional, profissional ou pessoal. Partindo do pressuposto de Como a família e escola influencia neste processo de construção da identidade e autonomia, tendo como ponto de partida a educação infantil? Em relação ao objetivo geral desta pesquisa, visa refletir sobre a influência que a família e a escola exercem perante as crianças da educação infantil, e seus reflexos durante a formação gradual da identidade e autonomia dos educandos que perpassam a vida escolar. Quanto à metodologia, foi realizada uma pesquisa bibliográfica e qualitativa, á cerca de autores que dão respaldo ao tema, em livros, revistas, artigos e consulta na internet, sobre artigos já publicados que enfatizam a relevância da temática. No que se refere aos resultados observados com a pesquisa, percebe-se que a escola e a família, são de grande relevância para a construção da identidade e autonomia dos educandos, e parceria de ambas promovem o desenvolvimento pleno da criança, a partir de ações e intervenções.

 

Palavras Chave: Educação Infantil. Identidade. Autonomia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jêime da Silva Brito Rodrigues, Faculdade Entre Rios do Piauí-FAERPI
Educacional, Pedagogia

Referências

REFERÊNCIAS

ALVES, Bruna Molisani Ferreira. Infâncias e Educação Infantil: Aspectos Históricos, Legais e Pedagógicos. Revista Aleph Infâncias, Ano V, Nº 16, Novembro, 2011.

ANDRADE, Lucimary Bernabé Pedrosa de. Educação Infantil: Discurso, Legislação e Práticas Institucionais. Editora UNESP; São Paulo: Cultura Acadêmica, 2010. 193 p. Disponível em: http://books.scielo.org. Acessado em: Dezembro de 2016.

AVILA, Myriam Sela Jayme. A Identidade e Autonomia em Construção na Educação Infantil. São Paulo, 2008.

ARAÚJO, Elaine Patrícia; LEITE, Maria Elizabete. Desenvolvimento da Autonomia Infantil em uma Creche Municipal de Ensino de Campina Grande-Pb. Revista Acadêmica Científica Scire, Vol. 08 – Num. 02 – Agosto 2015. Disponível em: www.revistascire.com.br. Acessado em Fevereiro de 2017.

CASTRO, Jane Margareth; REGATTIERI, Marilza. Interação Escola-Família: Subsídios para Práticas Escolares. Brasília: UNESCO, MEC, 104 p., 2009.

DANELUZ, Mariluci. Escola e Família – Duas Realidades, um mesmo Objetivo. I Simpósio Nacional de Educação. XX Semana da Pedagogia. Unioeste-Paraná, Novembro de 2008.

DESSEN, Maria Auxiliadora; POLONIA, Ana da Costa. A Família e a Escola como Contextos de Desenvolvimento Humano. Universidade de Brasília, Distrito Federal, Brasil, p. 21-32, 2007, Disponível em: www.scielo.br/paideia. Acessado em: Janeiro de 2017.

DIAS, Adelaide Alves. Educação Moral e Autonomia na Educação Infantil: o que Pensam os Professores. Psicologia: Reflexão e Crítica, p. 370-380, Paraíba, 2005.

KUHLMANN JR, Moysés. Histórias da Educação Infantil Brasileira. Revista Brasileira de Educação, Mai/Jun/Jul/Ago, 2000, Nº 14.

MOURA, Tiago Bastos de; VIANA, Flávio Torrecilas; LOYOLA, Viviane Dias. Uma Análise de Concepções Sobre a Criança e a Inserção da Infância no Consumismo. Psicologia: Ciência e Profissão, p. 474-489, Belo Horizonte-MG, 2013.

NUNES, Maria Fernanda Rezende; CORSINO, Patrícia; DIDONET, Vital. Educação Infantil no Brasil: Primeira Etapa da Educação Básica. Brasília: UNESCO, Ministério da Educação/Secretaria de Educação Básica, Fundação Orsa, 102 p., 2011.

PASCHOAL, Jaqueline Delgado; MACHADO, Maria Cristina Gomes. A História da Educação Infantil no Brasil: Avanços, Retrocessos e Desafios dessa Modalidade Educacional. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, n.33, p.78-95, mar.2009. Disponível em: http://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr. Acessado em: Dezembro de 2016.

PEREIRA, Regiane Larréa. O Papel da Educação Infantil na Construção da Autonomia Moral: uma Revisão de Literatura. Porto Alegre, Março de 2006.

OLIVEIRA, Maria do Céu Gomes Leal de. Relação Família-Escola e Participação dos Pais. Porto, Setembro de 2010.

RCNEI. Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil / Ministério da Educação e do Desporto, Secretaria de Educação Fundamental. — Brasília: MEC/SEF, Volume 2, 1998.

REIS, Liliani Pereira Costa dos. A Participação da Família no Contexto Escolar. Salvador, 2010.

SANTOS, Nathalia Fernanda Ribeiro Dos. Educação Infantil no Brasil: O Paradigma entre e Cuidar e o Educar no Centro de Educação Infantil. Londrina, 2010.

SANTOS, Luana Rocha dos; TONIOSSO, José Pedro. A importância da relação escola-família. Cadernos de Educação: Ensino e Sociedade, Bebedouro-SP, p.122-134, 2014.

SOUSA, Jacqueline Pereira De. A Importância da Família no Processo de Desenvolvimento da Aprendizagem da Criança. Fortaleza, 2012.

SOUZA, Patrícia da Silva; SILVA, Kátia Anne Bezerra da; MELO, Margareth Maria de. Afrobrasilidade na Educação Infantil: um Olhar Pedagógico á Diversidade. Campina Grande, REALIZE Editora, 2012.

TAVARES, Keilla Mara Soares; SILVA, Rita de Cássia Melém Da. Currículo na Educação Infantil: um Diálogo Entre Propostas e Práticas. Revista do Difere, v. 3, n.5, jun/2013.

Publicado
2020-05-04
Métricas
  • Visualizações do Artigo 440
  • PDF downloads: 83
Seção
Artigos