O PROGRAMA MOVA/ALFA 100 DE CRUZEIRO DO SUL/ACRE: RELAÇÕES DE APRENDIZAGENS E DE INSERÇÃO SOCIAL

Pedro Lopes da Silva, Anderson Carlos Santos de Abreu

Resumo


Este artigo apresenta resultados da pesquisa de mestrado e problematiza  compreender as relações de aprendizagens, sociais e políticas na ótica dos egressos/estudantes do programa MOVA/ALFA 100 da comunidade Miritizalno município de Cruzeiro do Sul- Acre. Trata-se de uma abordagem qualitativa com característica exploratória e descritiva, mediante levantamento  bibliográfico, análises de documentos e realização de entrevistas semiestruturadas. A relevância social se constitui pelo fato de que a produção acadêmica no campo da EJA no Estado do Acre é praticamente inexistente e com uma investigação sistematizada busca compreender as relações com os saberes e as influências do programa no âmbito dos processos de aprendizagem  de inserção pessoal e social dos egressos. Desse modo, foram situados referenciais teóricos e documentais sobre políticas públicas de alfabetização na EJA, suas concepções e modos de constituição de alfabetização no Brasil e no Acre. Tais referenciais contam com a contribuição de autores como: Hadadd e Ximenes (2008), Soares (2003), Freire (1991, 1993, 1996 e 2000), Charlot (2000), Vieira (2004), entre outros. A pesquisa evidencia os alcances político e sociais, no que se refere à inserção pessoal e social dos egressos/estudantes.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.