A PESCA ARTESANAL E O CONHECIMENTO ECOLÓGICO SOBRE PEIXES-BOI (ORDEM SIRENIA) NA ILHA DE COLARES – PARÁ – REGIÃO NORTE – BRASIL.

Tiago Pereira Brito, Ana Lorraynny Ramos Lima, Camila Samara Oliveira Sena, Giuseppe Borcem dos Santos

Resumo


A pesca é de grande importância para o desenvolvimento socioeconômico das comunidades ribeirinhas amazônicas. Essas comunidades possuem conhecimento local sobre o ambiente, sua fauna e flora. Conhecimento esse fundamental para o manejo e a conservação dos estoques pesqueiros e espécies que de alguma forma podem interagir com a pesca. O presente estudo foi desenvolvido na colônia de pescadores Z-23, sede no município de Colares, localizado no setor costa atlântica do salgado paraense, a leste da Baía do Marajó. Para registrar os aspectos dessa atividade, o conhecimento ecológico local e a interação de peixes-boi com a pesca na Ilha de Colares foram realizadas 20 entrevistas semiestruturadas com pescadores, com abordagens individuais ocorridas no porto do município ou nas residências dos entrevistados. A pesca foi uma atividade preferencialmente desenvolvida por homens adultos, os quais utilizavam redes e espinheis relativamente simples, sendo a pesca uma fonte de renda e subsistência para a comunidade. Os pesqueiros foram relativamente próximos da Ilha, demandando, em média, 1,33 horas para alcançá-los, onde os pescadores permaneciam pescando, em média, 45,66 horas, capturando principalmente a dourada (Brachyplatystoma flavicans), pescada branca (Plagioscion squamosissimus) e piramutaba (B. vaillantii), dentre 17 espécies-alvo. Durante a atividade de pesca, os pescadores afirmaram perceber a presença dos peixes-boi amazônico (Trichechus inunguis) e marinho (T. manatus) nos pesqueiros. Esses sirênios foram observados solitários e/ou em pequenos grupos principalmente durante o período chuvoso da região, sendo também registrada a ocorrência de filhotes. A captura acidental de peixes-boi foi registrada por três pescadores ocorrendo em redes e espinhel. Um dos animais encontrado morto no petrecho de pesca foi consumido na comunidade. No entanto, esse consumo não retrata um hábito alimentar da região. Essas informações servirão de base para estudos futuros sobre a pesca, bem como sobre a biologia, ecologia e estimativa da mortalidade de sirênios no litoral amazônico.

Palavras-chave


Amazônia; captura acidental; etnoecologia; pescador; Trichechus

Texto completo:

PDF

Referências


AGUILAR, C. V. C. Etnoconhecimento do peixe-boi amazônico (Trichechus inunguis): uso tradicional por ribeirinhos na Reserva Extrativista Tapajós Arapiuns e Floresta Nacional do Tapajós, Pará. 2007. 86 f. Dissertação (Mestrado em Ciência Animal) – Universidade Federal do Pará, Belém. 2007.

ALVES, M. D. O. Peixe-boi marinho, Trichechus manatus manatus: ecologia e conhecimento tradicional no Ceará e Rio Grande do Norte, Brasil. 2007. 118 f. Dissertação (Mestrado em Oceanografia Biológica) – Universidade Federal de Pernambuco, Recife. 2007.

ANDRADE, M. C. M.; LUNA, F. O.; REIS, M. L. Plano de ação nacional para a conservação dos sirênios: peixe-boi-da-Amazônia (Trichechus inunguis) e peixe-boi-marinho (Trichechus manatus). Brasília: Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), 2011. 80p.

BAHIA, N. C. F.; BONDIOLI, A. C. V. Interação das tartarugas marinhas com a pesca artesanal de cerco-fixo em Cananéia, litoral sul de São Paulo. Biotemas, Florianópolis, v. 23, n. 3, p. 203-213, 2010.

BAILEY, K.D. Methods of social research. New York: McMillian Publishers, The free press, 1982. 553 p.

BEGOSSI, A.; HANAZAKI, N.; PERONI, N.; SILVANO, R. A. M. Estudos de Ecologia Humana e Etnobiologia: uma revisão sobre usos e conservação. In: ROCHA, C. F. D.; BERGALLO, H. G.; VANS SLUYS, M.; ALVES, M. A. S. (Ed.). Biologia da conservação: essências. Rio de Janeiro: Rima Editora, p. 537-562, 2006.

BERKES, F. Sacred Ecology. 2 ed. New York: Routledge, 2008. 313 p.

BEST, R. C. Apparent dry-season fasting in Amazonian manatees (Mammalia: Sirenia). Biotropica, Washington, v. 15, n. 1, p. 61-64, 1983.

BEST, R. C.; TEIXEIRA, D. M. Notas sobre a distribuição e “status” aparentes dos peixes-boi (Mammalia: Sirenia) na costa amapaense brasileira. Boletim da Fundação Brasileira para Conservação da Natureza, Rio de Janeiro, v.17, p. 41-47, 1982.

BEVERTON, R. J. H. Analysis of marine mammal-fisheries interactions. In: BEDDINGTON, J. R.; BEVERTON, R. J. H.; LAVIGNE, D. M. (Ed.). Marine mammals and fisheries. London: George Allen and Unwin, 1985. p. 3-33.

BRITO, C. S. F. DE; JÚNIOR, I. F.; TAVARES, M. C. S; SILVA, Z. C. Estatística da Pesca Marítima e Estuarina do Estado do Pará - 1997 a 2002. Belém: Centro de Pesquisa e Gestão e Recursos Pesqueiros do Norte do Brasil (CEPNOR), 2002. 56p.

BRITO, T. P. O conhecimento ecológico local e a interação de botos com a pesca no litoral do estado do Pará, região Norte – Brasil. Biotemas, Florianópolis, v. 25, n. 4, p. 259-277, 2012.

BRITO, T. P., COSTA, L. C. O. A pesca em comunidades rurais do nordeste paraense – Amazônia – Brasil. In: SEMANA DE INTEGRAÇÃO, CIÊNCIA, ARTE E TECNOLOGIA DO IFPA - CAMPUS CASTANHAL, 4, 2014, Castanhal. Resumos... Castanhal: SICAT, 2014. 4p. Versão eletrônica.

BRITO, T. P.; OLIVEIRA, A. N. D.; SILVA, D. A. C.; ROCHA, J. A. S. Conhecimento ecológico e captura incidental de tartarugas marinhas em São João de Pirabas, Pará, Brasil. Biotemas, Florianópolis, v. 28, n. 3, 2015.

BRITO, T. P.; VIANA, A. P. Descrição da pesca artesanal em comunidades do litoral do estado do Pará, região Norte – Brasil. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA DE PESCA, 17, 2011, Belém. Resumos... Belém: AEP, 2011. Versão eletrônica.

BRUM, S. M. Interação dos golfinhos da Amazônia com a pesca no médio Solimões. 2011. 118 f. Dissertação (Mestrado em Biologia de Água Doce e Pesca Interior) – Universidade Federal do Amazonas/Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus. 2011.

CANTANHEDE, A. M.; DA SILVA, V. M. F.; FARIAS, I. P.; HRBEK, T.; LAZZARINI, S. M.; ALVES-GOMES, J. A. Phylogeography and population genetics of the endangered Amazonian manatee, Trichechus inunguis Natterer, 1883 (Mammalia, Sirenia). Molecular Ecology, Vancouver, v. 14, p. 401-413, 2005.

COSTA, A. F. 2006. Distribuição espacial e status do peixe-boi marinho, Trichechus manatus manatus (Sirenia: Trichechidae) no litoral leste do Estado do Ceará. 2006. 131 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Marinhas Tropicais) – Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2006.

COSTA-NETO, E. M.; MARQUES, J. G. W. A Etnotaxonomia de recursos ictiofaunísticos pelos pescadores da comunidade de Siribinha, Norte do Estado da Bahia, Brasil. Biociências, Taubaté, v. 8, n. 2, p. 61-76, 2000.

CRUZ NETO, O. O trabalho de campo como descoberta e criação. In: MINAYO, M. C. S.; DESLANDES, S. F.; CRUZ NETO, O.; GOMES, R. (Ed.). Pesquisa social: teoria, método e criatividade. Petrópolis: Vozes, 1994. p. 51-66.

DI CIOMMO, R. C. Maternidade e Atividade Profissional. 1990. 257 f. Dissertação (Mestrado em Sociologia) – Universidade Estadual Paulista, Araraquara. 1990.

DI CIOMMO, R. C. Ecofeminismo e Educação Ambiental. Uberaba: Universidade de Uberaba / Conesul, 1999. 264 p.

DI CIOMMO, R. C. Pescadoras e pescadores: a questão da equidade de gênero em uma reserva extrativista marinha. Ambiente e Sociedade, Campinas, v. 10, n. 1, p. 151-163, 2007.

GARCEZ, D. S.; SÁNCHEZ-BOTERO, J. I. Comunidades de pescadores artesanais no estado do Rio Grande do Sul, Brasil. Revista Atlântica, Rio Grande, v. 27, n. 1, p. 17-29, 2005.

GARCIA-RODRIGUEZ, A. I.; BOWEN, B. W.; DOMNING, D. P.; MIGNUCCI-GIANNONI, A. A.; MARMONTEL, M.; MONTOYA-OSPINA, R. A.; MORALES-VELA, B.; RUDIN, M.; BONDE, R. K.; MCGUIRE, P. M. Phylogeography of the West Indian manatee (Trichechus manatus): How many populations and how many taxa? Molecular Ecology, Vancouver, v. 7, p. 1137-1149, 1998.

HANAZAKI, N. Ecologia de caiçaras: uso de recursos e dieta. 2001. 193 f. Tese (Doutorado em Ecologia) – Universidade Estadual de Campinas, Campinas. 2001.

IBAMA – INSTITUTO BRASILEIRO DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS NATURAIS RENOVÁVEIS. Mamíferos aquáticos do Brasil: plano de ação. 2. ed. Brasília: MMA/IBAMA, 2001. 96 p.

IBGE – INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Dados do Censo 2010. Diário Oficial da União do dia 04/11/2010: Brasília. 2010. Disponível em http://www.censo2010.ibge.gov.br/dados_divulgados/index.php?uf=15.

IUCN – INTERNATIONAL UNION FOR CONSERVATION OF NATURE AND NATURAL RESOURCES. Red list of threatened species. 2011. Disponível em: www.iucenredlist.org.

LIMA, R. P. Peixe-boi marinho (Trichechus manatus): distribuição, status de conservação e aspectos tradicionais ao longo do litoral nordeste do Brasil. 1997. 81 f. Dissertação (Mestrado em Oceanografia Biológica) – Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 1997.

LOPES, P. F. M.; SILVANO, R. A. M.; BEGOSSI, A. Da Biologia à Etnobiologia – taxonomia e etnotaxonomia, ecologia e etnoecologia. In: ALVES, R. R. N.; SOUTO, W. M. S.; MOURÃO, J. S. (Ed.). A Etnozoologia no Brasil: importância, status atual e perspectivas. Recife: NUPEEA, 2010. p. 67-94.

LUDKE, M.; ANDRÉ, M. E. D. A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986. 99 p.

LUNA, F. O.; DE ARAÚJO, J. P.; LIMA, R. P.; PESSANHA, M. M.; SOAVINSKI, R. J.; PASSAVANTE, J. Z. O. Captura e utilização do peixe-boi marinho (Trichechus manatus manatus) no litoral Norte do Brasil. Biotemas, Florianópolis, v. 21, n. 1, p. 115-123, 2008.

MARQUES, J. G. W. Aspectos ecológicos na ecologia dos pescadores do complexo estuarino-lagunar de Mundaú – Manguaba, Alagoas. 1991. 292 f. Tese (Doutorado em Ecologia) – Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 1991.

MERGULHÃO, M. C.; VASAKI, B. N. G. Educando para a conservação da natureza: sugestões de atividades em educação ambiental. São Paulo: EDUC, 1998. 139 p.

OLIVEIRA, A. N. D. ; SILVA, D. A. C. ; ROCHA, J. A. S.; BRITO, T. P. A percepção das tartarugas marinhas por pescadores do município de São João de Pirabas Pará Brasil. In: SEMANA DE INTEGRAÇÃO, CIÊNCIA, ARTE E TECNOLOGIA DO IFPA - CAMPUS CASTANHAL, 4, 2014. Castanhal. Resumos... Castanhal: SICAT, 2014. Versão eletrônica.

PALUDO, D. Estudos sobre a ecologia e conservação do peixe-boi marinho, Trichechus manatus manatus, no nordeste do Brasil. Brasília: Série Meio Ambiente em Debate/IBAMA, 1998, 70 p.

PALUDO, D.; LANGGUTH, A. Use of space and temporal distribution of Trichechus manatus manatus Linnaeus in the region of Sagi, Rio Grande do Norte State, Brazil (Sirenia, Trichechidae). Revista Brasileira de Zoologia, Curitiba, v. 19, n. 1, p. 205-215, 2002.

PAZ, V. A.; BEGOSSI, A. Ethnoichthyology of Gamboa: fishermen of Sepetiba bay, Brazil. Journal of Ethnobiology,Tocoma, v. 16, n. 2, p. 157-168, 1996.

PUPO, M. M.; SOTO, J. M. R.; HANAZAKI, N. Captura incidental de tartarugas marinhas na pesca artesanal da Ilha se Santa Catarina, SC. Biotemas, Florianópolis, v. 19, n. 4, p. 63-72, 2006.

ROCHA, J. A. S. ; OLIVEIRA, A. N. D. ; SILVA, D. A. C. ; BRITO, T. P. A pesca desenvolvida em São João de Pirabas Pará Brasil. In: SEMANA DE INTEGRAÇÃO, CIÊNCIA, ARTE E TECNOLOGIA DO IFPA - CAMPUS CASTANHAL, 4, 2014. Castanhal. Resumos... Castanhal: SICAT, 2014. Versão eletrônica.

SANTOS, M. A. S. dos. A cadeia produtiva da pesca artesanal no estado do Pará: estudo de caso no nordeste paraense. Amazônia: Ciência & Desenvolvimento, Belém, v. 1, n. 1, p. 61-81, 2005.

SCHALLENBERGER, B. H. A atividade pesqueira nas Ilhas do entorno de Belém. 2010. 151 f. Dissertação (Mestrado em Ecologia Aquática e Pesca) – Universidade Federal do Pará, Belém. 2010.

SICILIANO, S.; ALVES, V. C.; EMIN-LIMA, N. R.; COLOSIO, A. C.; SILVA JUNIOR, J. S. Some recent records of manatees in the great Belém area, on the North coast of Brazil. Sirenews, Florida, v. 45, p. 9, 2006.

SILVA, J. M. L. da; GAMA, J. R. N. F.; VALENTE, M. A.; REGO, R. S.; RODRIGUES, T. E.; SANTOS, P. L. dos; CARDOSO JÚNIOR, E. Q.; SILVA, P. R. O. Avaliação da aptidão agrícola das terras do município de Colares – Estado do Pará. Doc. 21. Belém: Embrapa Amazônia Oriental, 1999. p. 26.

SILVANO, R. A. M.; SILVA, A. L.; CERONI, M.; BEGOSSI, A. Contributions of ethnobiology to the conservation of tropical rivers and streams. Aquatic Conservation: Marine and Freshwater Ecosystems, Malden, v. 18, p. 241-260, 2008.

SILVANO, R. A. M.; VALBO-JØRGENSEN, J. Beyond fishermen’s tales: contributions of fishers’ local ecological knowledge to fish ecology and fisheries management. Environment, Development and Sustainability, London, v. 10, p. 657-675, 2008.

SILVEIRA, E. K. P. O manejo dos manatís do Caribe Trichechus m. manatus (Linné, 1758), e da Amazônia T. inunguis (Natterer, 1883) em cativeiro e alguns aspectos de sua história natural. Boletim da Fundação Brasileira para Conservação da Natureza, Rio de Janeiro, v. 23, p. 82-103, 1988.

SOUSA, M. E. M. 2008. Caracterização de possível área de uso de peixe-boi (Trichechus spp.): costa leste da Ilha de Marajó, Pará, Brasil. 2008. 61 f. Monografia (Bacharelado em Oceanografia) - Universidade Federal do Pará, Belém. 2008.

TOLEDO, V. M. What is Ethnoecology? Origins, scope, and implications of a rising discipline. Etnoecológica, Villahermosa, v. 1, n. 1, p. 5-21, 2002.

VIANNA, J. A.; SANTOS, F. R.; MARMONTEL, M.; LIMA, R. P.; LUNA, F. O.; LAZZARINI, S. M.; SOUZA, M. J. Peixes-bois esforço de conservação no Brasil. Ciência Hoje, Rio de Janeiro, v. 39, n. 230, p. 32-37, 2006a.

VIANNA, J. A.; BONDE, R. K.; CABALLERO, S.; GIRALDO, J. P.; LIMA, R. P.; CLARK, A.; MARMONTEL, M.; MORALES-VELA, B.; SOUZA, M. J. D.; PARR, L.; RODRIGUEZ-LOPEZ, M. A.; MIGNUCCI-GIANNONI, A. A.; POWELL, J. A.; SANTOS, F. R. Phylogeography, phylogeny and hybridization in trichechid sirenians: implications for manatee conservation. Molecular Ecology, Vancouver, v. 15, p. 433-447, 2006b.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 Base de Indexadores: