AVALIAÇÃO EM LARGA ESCALA E SEUS EFEITOS NA GESTÃO ESCOLAR: A CONCEPÇÃO DOS DIRETORES

Nonato Assis Miranda, Paulo Sérgio Garcia, Estéfano Vizconde Veraszto

Resumo


No contexto das políticas de avaliação em larga escala, este artigo apresenta os resultados de um estudo que investigou as concepções de gestores escolares acerca do uso dos resultados dessa avaliação na rede pública paulista de ensino. Os dados foram coletados por meio de um questionário estruturado e tratados pelo método da Análise Fatorial. As concepções dos gestores mostram a importância das avaliações em larga escala no desenvolvimento de práticas de gestão que estão atreladas às dimensões pedagógica e de monitoramento do currículo, sendo o pagamento do bônus um incentivo à melhoria dos resultados educacionais. Conclui-se que essas concepções apontam para o alinhamento entre o preconizado pelas políticas educativas paulistas e um modelo de avaliação que se tornou um instrumento de auditoria orientado para a obtenção de dados com vistas à definição de políticas e orientação da gestão escolar.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21879/faeeba2358-0194.2020.v29.n57.p251-268

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


e-ISSN: 2358-0194

 Classificação Qualis CAPES:

 Educação - A2

  Indexadores:

       

      

   

      

 

  Localização dos Acessos:


 

  Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0