UMA PROPOSTA DE LETRAMENTO EM HISTÓRIA E GEOGRAFIA PARA O ALUNADO SURDO NA EDUCAÇÃO BÁSICA

Luciana Oliveira Correia, Suerlange Ferraz de Jesus, Stela de Jesus, Jaqson Alves Santos

Resumo


O presente trabalho teve como objetivo geral: abordar as dificuldades de letramento das disciplinas História e Geografia, na educação básica. E especificamente, refletir sobre a relação intérprete, aluno surdo e professor de História e Geografia na educação básica; discutir o processo de construção de conhecimentos da História e da Geografia na educação básica; e elaborar sequência didática para a alfabetização em História e Geografia.  Para tal, foram realizadas pesquisas bibliográficas sobre letramento nas referidas disciplinas escolares e posteriormente elaborado uma sequência didática com intuito de colaborar com o ensino-aprendizagem das mencionadas disciplinas para alunos surdos. No presente artigo considera-se literacia histórica e o raciocínio geográfico como processo base para o letramento nas duas disciplinas respectivamente referidas acima. Embora se tenha conseguido muitas mudanças na educação de alunos surdos, ainda é preciso refletir sobre os desafios encontrados para uma escola bilíngue capaz de promover um ensino-aprendizagem de qualidade para os alunos surdos.  Como fundamentação teórica tem-se os trabalhos de Lee (2006) e Germinari (2011) para discutir Literacia Histórica; Cavalcanti (2013) e Costa (2011) no que se refere ao Raciocínio Geográfico; Azevedo (2016) e Pereira (2009) para discutir Educação de Surdos; e Diniz (2012) e Silva (2005) para tratar de Educação Inclusiva.

 


Palavras-chave


Educação de surdos. Literacia histórica. Raciocínio geográfico.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, Maria da Conceição Xavier. Educar para a complexidade: o que ensinar, o que aprender. In: Aprender: Caderno de Filosofia e Psicologia da Educação.Ano 3, n. 5. Vitória da Conquista: Edições Uesb, 2006.

ANDRADE, Maria de Nazaré Araújo de. A Base Nacional Comum Curricular e a área das Ciências Humanas. 2019. Disponível em:< https://www.eumed.net/rev/atlante/2019/06/base-nacional-curricular.html> acesso em Agosto de 2019.

AZEVEDO, Cláudia Fernandes de. Interação Verbal com Fontes: letramento(s) no ensino de História. Rio de Janeiro. 2016. Disponível em: https://educapes.capes.gov.br/bitstream/capes/174827/2/Disserta%C3%A7%C3%A3o%20Claudia%20Azevedo.pdf> acesso em ago de 2019.

BRASIL. Lei nº 9.394 de 1996, Lei de diretrizes e bases da educação nacional. Brasília: Senado Federal, Coordenação de Edições Técnicas, 2017. Disponível em:< https://www2.senado.leg.br/bdsf/bitstream/handle/id/529732/lei_de_diretrizes_e_bases_1ed.pdf> acesso em Set de 2019.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais Ensino Médio. Brasília, DF: MEC/SEF, 2000.

BRASIL. Lei n° 10.436, de 24 de abril de 2002. Dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais – Libras e dá outras providências. Disponível em: acesso em Set de 2019.

BRASIL. Decreto Federal nº 5626, de 22 de dezembro de 2005. Regulamenta a Lei nº 10.436, de 24 de abril de 2002, que dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais - Libras, e o art. 18 da Lei nº 10.098, de 19 de dezembro de 2000. Disponível em: acesso em Ago de 2019.

BRASIL. Política Nacional de Educação Especial na perspectiva da Educação Inclusiva. 2008. Disponível em:< http://portal.mec.gov.br/arquivos/pdf/politicaeducespecial.pdf> acesso em Ago de 2019.

BRASIL. Lei Nº 12.319, de 1º de setembro de 2010. Regulamenta a profissão de Tradutor e Intérprete da Língua Brasileira de Sinais - LIBRAS. Disponível em: acesso em Ago de 2019.

CARRETERO, Mario. A Compreensão dos estudos sociais e da escola: aspectos cognitivos e identitários. Disponível em:

acesso em Ago de 2019.

CAVALCANTI, Lana de Sousa. Geografia, escola e construção de conhecimentos. 18ª Ed. Campinas, SP: Papirus, 2013.

COSTA, Glauber B. A. Um Estudo sobre a Relação Teoria e Prática na Formação do Professor de Geografia. IN: Anais do IV Colóquio Internacional Educação e Contemporaneidade. Laranjeiras - SE: 2010.

DINIZ, D. O que é deficiência. São Paulo: Brasiliense, 2012.

GERMINARI, G.D. Educação histórica: a constituição de um campo de pesquisa. Revista HISTEDBR On-Line, 11(42), 54-70, 2011. Disponível em Acesso em 01 Ago de 2019.

JORGE. Liliane dos Santos. Educador e educando: a dimensão relacional da educação

em experiências positivas na escolarização de adolescentes. Tese de doutorado, Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais –UFMG. Minas Gerais, 2007.

LEE, Peter. Literacia histórica e história transformativa. Educar em Revista [online]. 2016, n.60, pp.107-146.

LEITÃO, Nayara Araújo Duarte. Reflexões sobre a escola e a surdez no Brasil: o que dizem os documentos oficiais. In: Congresso Internacional de Educação Inclusiva, 3, 2018, João Pessoa. Anais. João Pessoa: Universidade Estadual da Paraíba, 2011. Disponível em < http://www.editorarealize.com.br/revistas/cintedi/trabalhos/TRABALHO_EV110_MD1_SA7_ID2827_09082018145230.pdf> Acesso em: 10 de out. 2019

MÉSZÁROS, István. A Educação para além do Capital. [tradução Isa Tavares] 2.ed. São Paulo: Boitempo, 2008.

MOURA, Selma. Escolas bilíngues de Surdos. Disponível em:< https://educacaobilingue.com/escolas/escolas-bilingues-para-surdos/ acesso em Set de 2019.

SCRIBNER, S. Literacy in three metaphors. American Journal of Education, v.93, n. 1, 1984.

SILVA, Maria de Fátima M. Caldeira Silva. FACION, José Raimundo. Perspectivas da Inclusão Escolar e sua Efetivação. In: FACION, José Raimundo. Inclusão Escolar e suas implicações. Curitiba: IBPEX, 2005.

SOARES, M. B. Letramento: um tema em três gêneros. Autêntica, Belo Horizonte: 2001.

PAN, Miriam Aparecida Graciano de Souza. A Deficiência Mental e a Educação Contemporânea: uma análise dos sentidos da inclusão escolar. In: FACION, José Raimundo. Inclusão Escolar e suas implicações. Curitiba: IBPEX, 2005.

PEREIRA, Simone Rodrigues. Os processos de alfabetização e letramento em Libras: Um processo semiótico. Bebedouro – São Paulo 2009. Disponível em: acesso em Ago de 2019.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Revista Encantar - Educação, Cultura e Sociedade

____________________________________________________________

Revista Encantar: Educação, Cultura e Sociedade

Pré-avaliação Qualis 2019: B2

Departamento de Ciências Humanas e Tecnologias – DCHT Campus XVII
Universidade do Estado da Bahia - UNEB
revistaencatar@gmail.com.br

 

Licença Creative Commons

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional