A variação na colocação pronominal da língua portuguesa falada no norte do Paraná

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35499/tl.v13i3.7734

Resumo

O presente trabalho, baseado na metodologia da Sociolinguística Variacionista, examinou a variação da colocação pronominal na língua falada de norte-paranaenses. Para a análise, observaram-se, como possíveis condicionadores do fenômeno linguístico em estudo, os fatores extralinguísticos sexo, faixa etária e grau de escolaridade. O corpus da pesquisa constitui-se de oito entrevistas de informantes norte-paranaenses pertencentes ao banco de dados de entrevistas gravadas e transcritas por Botassini (2013) para a realização de sua tese. Após a análise, verificou-se que os fatores extralinguísticos grau de escolaridade e sexo foram, respectivamente, o mais determinante para o uso do clítico na fala e o que apresentou mais casos de colocação pronominal de acordo com as prescrições gramaticais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-12-10

Como Citar

LOPES, A. C.; BOTASSINI, J. O. M. A variação na colocação pronominal da língua portuguesa falada no norte do Paraná. Tabuleiro de Letras, [S. l.], v. 13, n. 3, p. 183–198, 2019. DOI: 10.35499/tl.v13i3.7734. Disponível em: https://revistas.uneb.br/index.php/tabuleirodeletras/article/view/7734. Acesso em: 28 fev. 2024.

Edição

Seção

ARTIGOS