FARMÁCIA UNIVERSITÁRIA E FORMAÇÃO FARMACÊUTICA: ANÁLISE DE INSTITUIÇÕES PÚBLICAS DE ENSINO SUPERIOR

Palavras-chave: Farmácia Universitária, Instituição de Ensino Superior, Serviços Farmacêuticos, Educação em Farmácia

Resumo

Objetivo: analisar o perfil das farmácias universitárias do Brasil considerando os Padrões mínimos para farmácia universitária definidos pelo Fórum Nacional de Farmácias Universitárias. Métodos: Estudo de abordagem qualitativa, fundamentada em pesquisa documental, tendo-se como fontes primárias os Projetos Pedagógicos dos Cursos de Farmácia (PPC) de instituições de ensino públicas, a Resolução CNE nº 6, de 19 de outubro de 2017, regimentos internos de farmácias universitárias, e ainda os sítios eletrônicos das instituições de ensino superior com cursos de Farmácia, dos cursos de Farmácia com farmácias universitárias e/ou das farmácias universitárias. A coleta de dados se deu com base em critérios de inclusão e o ordenamento, a classificação e o tratamento dos dados ocorreram com base em roteiros previamente construídos tendo como referencial os Padrões mínimos para farmácia universitária definidos pelo FNFU (2017). Resultados e discussão: As principais informações disponibilizadas nos PPC e nos sítios complementares referem-se à interface ensino, pesquisa e extensão, evidenciando que as farmácias universitárias têm sido importantes campos de práticas e estágios, com disponibilização de serviços e procedimentos farmacêuticos. Contudo, os demais eixos de análise previstos pelo FNFU não estão detalhados nos documentos de maneira sistemática, prejudicando uma análise mais pormenorizada desses aspectos. Conclusão: Em alguma medida, as farmácias universitárias apresentam os padrões mínimos definidos pela FNFU (2017), pois fundamentam-se na tríade ensino-pesquisa-extensão, apresentando atributos que fomentam a qualidade da formação farmacêutica, favorecendo o desenvolvimento de competências profissionais para atuar nas distintas áreas da profissão em estreita articulação com o Sistema Único de Saúde (SUS).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tatiane de Oliveira Silva Alencar, Professora na Universidade Estadual de Feira de Santana - Brasil

Doutora em Saúde Pública pela Universidade Federal da Bahia. Pesquisadora do Núcleo de Pesquisa Integrada em Saúde Coletiva.

Referências

Souza IF, Basto PO, Bogo D. Diretrizes curriculares nacionais: desafios na formação dos farmacêuticos para atuação no Sistema Único de Saúde. Rev Bras Pes Saúde [Internet]. 2013 [Acesso em 10 mai 2021]; 15 (1): 129-134. Disponível em: https://scholar.googleusercontent.com/scholar?q=cache:UwYrjS8ALKMJ:scholar.google.com/+forma%C3%A7%C3%A3o+farmac%C3%AAutica+&hl=pt-BR&as_sdt=0,5

Oliveira AB, Oyakawa CN, Miguel MD, Zanin SM, Montrucchio DP. Obstáculos da atenção farmacêutica no Brasil. Rev Bras Ciênc Farm [Internet]. 2005 [Acesso em 10 mai 2021]; 41 (4): 409-413. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rbcf/v41n4/a02v41n4.pdf

Leite SN, Nascimento JM Junior, Costa LH, Barbano DA. I Fórum Nacional de Educação Farmacêutica: o farmacêutico que o Brasil necessita. Interfac Comum Saúde Educ [Internet]. 2008 [Acesso em 17 abr 2021]; 12 (25): 461-462. Disponível em: https://www.scielosp.org/pdf/icse/2008.v12n25/461-462/pt

Brasil. Resolução nº 6, de 19 de outubro de 2017. Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Farmácia e dá outras providências. Ministério da Educação. Conselho Nacional da Educação/Câmara de Ensino Superior- CNE/CES [Internet]. Brasília, DF: 2017 [Acesso em 6 abr 2021]. Disponível em: https://jf.jusbrasil.com.br/noticias/511574831/douinforme-20-10-2017

Brasil. Nota Técnica DAES/INEP nº 008, de 4 de março de 2015. Instrumento de Avaliação de Cursos de Graduação presencial e a distância. Ministério da Educação. Instituto Nacional de estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira-INEP [Internet]. Brasília, DF: 2015 [Acesso em 5 mar 2021]. Disponível em: http:// http://abmes.org.br/arquivos/legislacoes/Nota-Tecnica-008-2015.pdf

(CFF). Conselho Federal de Farmácia. Resolução nº 610, de 20 de março de 2015. Dispõe sobre as atribuições do farmacêutico na farmácia universitária e dá outras providências [Internet]. Brasília, DF: Conselho Federal de Farmácia; 2015 [Acesso em 6 abr 2021]. Disponível em: https://www.jusbrasil.com.br/diarios/88668762/dou-secao-1-26-03-2015-pg-78

Souza JM, Silva OA. A representação do ensino, pesquisa e extensão para os alunos e professores por meio da associação livre de palavras. Rev Ibero-americana Edu [Internet]. 2010 [Acesso em 6 abr 2021]; 52 (3): 1-12. Disponível em: https://rieoei.org/RIE/article/view/1794

Batista JL. Implantação da Farmácia-Escola: O desafio de uma parceria público-privada na gestão da assistência farmacêutica de Lajeado, RS [Trabalho de Conclusão de Curso Internet]. Rio Grande do Sul: Universidade Federal do Rio Grande do Sul; 2012 [Acesso em 4 abr 2021]. 33 p. Disponível em: A implantação da farmácia-escola: o desafio de uma parceria público-privada na melhoria da gestão da assistência farmacêutica em Lajeado, RS (ufrgs.br)

Saturnino L, Fernández-Llimós F. A Farmácia Escola no Brasil: estado da arte e perspectivas. Rev Bras Farm [Internet]. 2009 [Acesso em 17 abr 2021]; 90 (3): 204-210. Disponível em: http://scholar.googleusercontent.com/scholar?q=cache:s7nyOd6bYKMJ:scholar.google.com/&hl=pt-BR&as_sdt=0,5

Pereira CE, Bambirra E, Chemello C, Pianetti GAl. Perfil das farmácias universitárias do Brasil. Publicado pelo canal XII Enfaruni Evento [Internet]. 2020 [Acesso em 10 mai 2021]; 1 vídeo (5 min 7s). Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=fEGJvfH24Z8

Silvério MS, Corrêa JO. A Farmácia Universitária no contexto das diretrizes curriculares do curso: um relato de experiência exitosa. Rev Bras Farm Hosp Serv Saúde [Internet]. 2018 [Acesso em 24 abr 2021]; 9 (2): 1-3. Disponível em: https://rbfhss.org.br/sbrafh/article/view/321/343

(FNFU). Fórum Nacional de Farmácias Universitárias. Regimento do Fórum Nacional de Farmácias Universitárias, 3 junho de 2015. Dispõe sobre a missão, visão e valores e o regimento do Fórum Nacional de Farmácia Universitária [Internet]. Teresina, PI: 2015 [Acesso em 26 abr 2021]. Disponível em: https://www.ufjf.br/fnfu/files/2017/08/REGIMENTO-DO-FO%cc%81RUM-ENFARUNI_2015.pdf

(FNFU). Fórum Nacional de Farmácias Universitárias. Farmácia Universitária: padrões mínimos. Fórum Nacional de Farmácias [Internet]. Goiânia: 2017 [Acesso em 17 abr 2021]. Disponível em: https://www.ufjf.br/fnfu/files/2017/08/Farm%c3%a1cia-Universit%c3%a1ria-Padr%c3%b5es-M%c3%adnimos.pdf

Marconi MA, Lakatos EM. Fundamentos de metodologia científica. 5. ed. São Paulo: Atlas; 2003.

Brasil. Lei nº 12.527 de 18 de novembro de 2011. Regula o acesso a informações previsto no inciso XXXIII do art. 5º, no inciso II do § 3º do art. 37 e no § 2º do art. 216 da Constituição Federal [Internet]. Brasília, DF: Presidência da República; 2011 [Acesso em 30 out 2021]. Disponível em: L12527 (planalto.gov.br)

Brasil. Resolução nº 510 de 07 de abril de 2016. Dispõe sobre as normas aplicáveis a pesquisas em Ciências Humanas e Sociais cujos procedimentos metodológicos envolvam a utilização de dados diretamente obtidos com os participantes ou de informações identificáveis ou que possam acarretar riscos maiores do que os existentes na vida cotidiana. Ministério da Saúde: Conselho de Nacional de Saúde; 2016 [Acesso em 8 dez 2021]. Disponível em: https://www.in.gov.br/materia/-/asset_publisher/Kujrw0TZC2Mb/content/id/22917581

Minayo MC. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 14 ed. São Paulo: Hucitec; 2014.

(CFF). Conselho Federal de Farmácia. Nota Técnica nº 01, de junho de 2016. Dispõe sobre a farmácia universitária como indicador obrigatório na avaliação dos cursos de Farmácia [Internet]. Brasília, DF: Conselho Federal de Farmácia; 2016 [Acesso em 25 mar 2021]. Disponível em: https://www.ufjf.br/fnfu/documentos/nota-tecnica-cff/

Rossignoli P, Correr CJ, Fernández-Llimós. Interesse dos acadêmicos nas atividades de estágio em farmácia escola em Curitiba-Brasil. Seguim Farmacoter [Internet]. 2003 [Acesso em 6 abr 2021];1 (2): 62-68. Disponível em: http://www.cipf-es.org/sft/vol-01/062-068.pdf

(CFF). Conselho Federal de Farmácia. Resolução nº 480, de 25 de junho de 2008. Dispõe sobre os serviços farmacêuticos na farmácia escola, pública ou privada, e dá outras providências [Internet]. Brasília, DF: Conselho Federal de Farmácia; 2008 [Acesso em 6 abr 2021]. Disponível em: https://www.jusbrasil.com.br/diarios/662276/pg-83-secao-1-diario-oficial-da-uniao-dou-de-02-07-2008

Publicado
2022-07-19
Métricas
  • Visualizações do Artigo 96
  • PDF downloads: 79
Como Citar
Silva, H. G. C., & Alencar, T. de O. S. (2022). FARMÁCIA UNIVERSITÁRIA E FORMAÇÃO FARMACÊUTICA: ANÁLISE DE INSTITUIÇÕES PÚBLICAS DE ENSINO SUPERIOR. Práticas E Cuidado: Revista De Saúde Coletiva, 3, e13593. Recuperado de https://revistas.uneb.br/index.php/saudecoletiva/article/view/13593
Seção
Artigos (FLUXO CONTíNUO)