Disputa simbólica, cultura digital e antropofagia: o uso desviante da tecnologia como guerrilha cultu­ral

  • Mauricio José de Jesus Universidade do Estado da Bahia, Pós-Crítica.

Resumo

Resumo:O presente artigo se propõe a discutir o uso político do aparato tecnológico da cultura digital, alicerçado na telefonia móvel como tática de guerrilha cultural. Dialogando com a noção de cultura compreendida como universo de produção simbólica, o qual se encontra inserido no contexto do capitalismo mundial como mercadoria, busca-se tratar a noção de Antropofagia da obra de Oswald de Andrade como procedimento de uso desviante de aparelhos celulares na produção de narrativas independentes tensionando o espaço midiático compreendido como mercado mundial de poder. Assim, toma-se como exemplo a prática do coletivo jornalístico Mídia N.I.N.J.A ao transmitir ao vivo as jornadas de junho em 2013.

Palavras-chave: Cultura. Cultura Digital. Antropofagia. Guerrilha cultural.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-02-13
Métricas
  • Visualizações do Artigo 166
  • PDF downloads: 86