SAMBADEIRAS DO RECÔNCAVO DA BAHIA: UM PROJETO DE DIFUSÃO DO SAMBA DE RODA ENVOLVENDO UM COLETIVO DE MULHERES

  • Clécia Maria Aquino de Queiroz
Palavras-chave: Samba de Roda. Difusão na Internet. Protagonismo Feminino. Recôncavo Baiano.

Resumo

Este  artigo  aborda  um  trabalho  de  difusão  do  samba  de  roda,  o  ―Sambadeiras  do Recôncavo da Bahia‖, que se caracteriza pela produção de 18 vídeos individuais com entrevistas de mestras sambadeiras para divulgação através da internet, iniciado a partir do trabalho de campo de minha tese de doutoramento em Difusão do Conhecimento (UFBA) e concretizado após a defesa da mesma. O trabalho, que tem como suporte teórico-epistemológico a Multireferencialidade e a Etnocenologia é centralizado em 20 mulheres baianas negras que vivenciam e dão continuidade à tradição de sambas nas suas localidades. Com pouco mais de um ano, alguns desses vídeos foram vistos por milhares de internautas e têm auxiliado na divulgação da prática das mestras sambadeiras e na preservação da memória de seus antepassados. O artigo traz um pequeno recorte dos depoimentos obtidos nessas entrevistas relacionados com a maneira como elas vivenciam o samba, como o veem e fazem dele parte significativa nos seus cotidianos. Ressalta ainda o papel da mulher no samba de roda e seus desejos de manter viva essa expressão cultural.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2021-02-24
Métricas
  • Visualizações do Artigo 13
  • PDF downloads: 16