A LUDICIDADE NO ESTUDO DAS OPERAÇÕES COM NÚMEROS INTEIROS

  • Amanda dos Santos Silva Universidade do Estado da Bahia
  • Douglas Catulio dos Santos Universidade do Estado da Bahia
  • Drielle Lopes Souza Universidade do Estado da Bahia
  • Idelma Souza da Cruz Universidade do Estado da Bahia
  • Simone Gabriely Lima Universidade do Estado da Bahia
Palavras-chave: Ludicidade, Números Inteiros, Operações

Resumo

O Presente relato de experiência se deu através da vivência do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência, vinculado com a Universidade do Estado da Bahia, que tem como objetivo aperfeiçoar e a valorizar a formação de professores para a educação básica. Tendo como objeto de estudo, os discentes de uma Escola Municipal, localizada na cidade de Barreiras.  O projeto foi institucionalizado através de uma oficina cujo tema é “A Ludicidade no estudo das operações com números inteiros”, fazendo assim uma intervenção a partir da ludicidade que foi a principal ferramenta para realizar o mesmo. A Oficina teve como principal objetivo compreender a influência da ludicidade no processo de ensino-aprendizagem das operações com números inteiros matemáticas, mostrando aos discentes participantes que aprender matemática pode ser divertido e que a aprendizagem pode ser prazerosa e ao mesmo tempo tendo significado no que se aprende. Os autores que serviram para fundamentar o relato foram: Santos(1997), Alves(2001), D’Ambrósio (1986), Smole & Diniz (2001), Silva & Kodama (2004), dentre outros, que abordam o jogo como ferramenta pedagógica. Conclui-se que quando se trabalha com a ludicidade; os aspectos em relação a aprendizagem foram muito positivos, pois além de desenvolver a parte cognitiva, desenvolveu-se também a parte social (valores, atitudes, autoestima e entre outros).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALMEIDA, Cínthia Soares. Dificuldades de aprendizagem em Matemática e a percepção dos professores em relação a fatores associados ao insucesso nesta área. Disponível em: <http://www.ucb.br/sites/100/103/TCC/12006/CinthiaSoaresdeAlmeida.pdf>. Acesso em: 02/09/2014 às 21:08 horas

ALVES, Eva Maria Siqueira. A ludicidade e o ensino de Matemática. Campinas: Papirus, 2001

D’AMBROSIO, Ubiratan. Da Realidade à Ação: Reflexões Sobre Educação e Matemáticas 2ª; São Paulo; Summus, 1986.

MORGADO, Fernanda Martimom. SÁ, Villar Marques de. Ludicidade e saúde: Um estudo em classes hospitalares do Distrito Federal. ____In: SÁ, Villar Marques de. Ludicidade e suas interfaces. Brasília: Líber livro, 2013.

SANTOS, Santa Marli Pires dos. O Lúdico na formação do educador. Petrópolis, RJ: Vozes, 1997.

SILVA, Aparecida Francisco da; KODAMA, Helia Matiko Yano. Jogos no Ensino da Matemática, 2004. Disponível em: http://www.mat.ibilce.unesp.br/laboratorio/pages/artigos/Jogos_no_Ensino_da_Matematica. Acesso em: 15/agosto/2014.

SMOLE, Kátia Cristina Stocco; DINIZ, Maria Ignez. Ler e Aprender Matemática. 69-86 p. IN: SMOLE, Kátia Stocco. ; DINIZ, Maria Ignez (org). Ler, escrever e resolver problemas: Habilidades básicas para aprender matemática. Porto Alegre: Artmed, 2001.

Publicado
2017-11-24
Métricas
  • Visualizações do Artigo 23
  • HTML downloads: 35
Como Citar
Silva, A. dos S., Santos, D. C. dos, Souza, D. L., Cruz, I. S. da, & Lima, S. G. (2017). A LUDICIDADE NO ESTUDO DAS OPERAÇÕES COM NÚMEROS INTEIROS. Encontro De Ludicidade E Educação Matemática, 2(01), 8-17. Recuperado de https://revistas.uneb.br/index.php/elem/article/view/9808