ENSAIO ATIVIDADES DE APRENDIZAGEM NA ESCOLA

Resumo

Numa escola onde não existem "atividades de aprendizagem", apenas "aula, prova e repasse", podemos ter a disciplina mais férrea do mundo, e não vamos além do treinamento domesticador. Colocar os alunos para marchar é fútil, também porque não tem importância para a formação deles. Mas cuidar que a escola tenha ambiente de civilidade bem curtida, de interações  respeitosas e colaborativas, de relacionamentos edificantes entre professores e alunos, de participação familiar e comunitária elevada, só faz bem. Também de modismos podemos aprender alguma coisa, mas são ventos que passam ao lado, por vezes distantes, desviando a atenção para o que mais dói na escola: ficar nela 12 anos e sair quase analfabeto, como é o caso em matemática: em  2017, apenas 4.52% dos estudantes do ensino médio aprenderam (Saeb, 2018). Para aprender, em especial aprender como autor (Demo, 2015), é importante que a escola tenha disciplina, não doutrine os estudantes, cultive a civilidade, mas principalmente precisa garantir o direito de aprender, que hoje está em pandarecos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Felipe Freitas de Araújo Alves, Universidade Federal do Amazonas

Pesquisador e Palestrante. Doutorando em Educação pela Universidade Federal do Amazonas - UFAM. Mestre em Direito pela Universidade de Ribeirão Preto - UNAERP. Pesquisador colaborador no grupo de pesquisa GPECUMA - Grupo de Pesquisa em Educação, Cultura, Memória e Arte (UNESP). Advogado, Parecerista ?ad hoc? em Revistas Acadêmicas. Bacharel em Direito e licenciado em Filosofia. É Especialista em Ensino de Filosofia; Direito Administrativo; Direito Empresarial; Direito Penal; Direito da Criança, Juventude e Idoso e Direito Constitucional. Possui Pós Graduação em Docência no Ensino Superior. É MBA Executivo em Coaching. Leciona Filosofia (Geral e do Direito), Direito, Métodos Alternativos de Resolução de Conflitos e Metodologia da Pesquisa Científica. Atualmente é professor visitante de Direito Civil, Direito de Família, Direito Processual Civil, Direito Empresarial e Direito do Consumidor e Filosofia na Pós Graduação da Escola Superior de Direito - Ribeirão Preto (EBJUR).

Pedro Demo, Universidade de Brasília - UnB

Possui graduação em Filosofia - Bom Jesus (1963) e doutorado em Sociologia - Universität Des Saarlandes/Alemanha (1971). Professor titular aposentado da Universidade de Brasília, Departamento de Sociologia. Professor Emérito. Fez pós-doutorado na UCLA/Los Angeles (1999-2000). Tem experiência na área de Política Social, com ênfase em Sociologia da Educação e Pobreza Política. Trabalha com Metodologia Científica, no contexto da Teoria Crítica e Pesquisa Qualitativa. Pesquisa principalmente a questão da aprendizagem nas escolas públicas, por conta dos desafios da cidadania popular. Publicou mais de 100 livros.

Renan Antônio da Silva, Universidade Estadual do Ceará

Docente Colaborador no Programa de Pós - Graduação em Políticas Públicas da Universidade Estadual do Ceará (UECE) e em Educação (Visitante) na Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Realizou o Estágio Doutoral com bolsa CAPES/PDSE, junto ao Centro em Investigação Social (CIS) pelo Instituto Universitário de Lisboa - ISCTE - Portugal (2015-2016), sob processo de número 99999.006746/2015-02. Mestre em Desenvolvimento Regional e Políticas Públicas (2014). Licenciado em Ciências Sociais (2011). Participa, como pesquisador das Cátedras Unesco - José Saramago, Universidade do Vigo (Espanha), Research and Social Responsibility in Higher Education, University of Victoria (Canadá) e Intangible and Tradicional Know-how: Linking Heritage (Universidade de Évora) e da Cátedra Ignacy Sachs (PUC/SP).Membro Honorário Dell Accademia di Scienze Umane - Pontificia Università Urbaniana (Itália). Membro Honorário na National Science Teaching Association (EUA), na NATIONAL ACADEMYOF EDUCATIONAL SCIENCES OF UKRAINEU (Ucrânia) e Membro Honorário da American Anthropological Association (fundada por Franz Boas em 1902). Docente Permanente no Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas (PPG-PP) da Universidade de Mogi das Cruzes (UMC) com bolsa PNPD/CAPES. Líder no Grupo de Pesquisa em Educação, Cultura, Memória e Arte (GPECUMA). Vice-Líder no Grupo de Pesquisa em Políticas Públicas (GRUPPU/ UMC). Pesquisador Convidado no Centre for Citizenship, Conflict, Identity and Diversity (University of Huddersfield). Pesquisador no Grupo de Investigación Escritoras y Escrituras - Universidad de Sevilla. Pesquisador Associado em dois projetos na Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP). Pesquisador no Laboratório de Estudos de Gênero e História (UFSC). Pesquisador no Departamento de Pesquisa do Centro Universitário do Sul de Minas (Unis). Foi Consultor no United Nations Educational, Scientific, and Cultural Organization (UNESCO). Pesquisador no Projeto Pensar a Educação, Pensar o Brasil na FAE/UFMG. Foi Professor - Visitante na Universidade Estadual do Tocantins (UNITINS). Publicou mais de 100 artigos científicos, 18 capítulos de livros, 12 livros e organizou outras 7 obras. Escreve e pesquisa ao lado dos renomados professores Dra. Maria Cecília de Souza Minayo e Dr. Pedro Demo.

Publicado
2021-03-03
Métricas
  • Visualizações do Artigo 26
  • PDF downloads: 10