SÚMULA 239 - TST

UMA VISÃO FUTURÍSTICA DOS INFOPROLETÁRIOS

  • Jaciel Boaventura da Silva UFBA

Resumo

O presente artigo faz uma análise histórica da súmula 239 do Tribunal Superior do Trabalho e sua eficiência prospectiva, visando assim à isonomia de categorias e a proteção de postos de trabalho em função do avanço tecnológico. Cujo objetivo é demonstrar que os profissionais do ramo da tecnologia da informação se enquadram como bancários, devido a sua dependência laboral com a tecnologia. A metodologia utilizada é a análise do comando sumular, que foi oriundo da consolidação da jurisprudência do Tribunal Superior do Trabalho, que consagrou os profissionais de computação, pertencentes ao conglomerado dos bancos, bancários infoproletários.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2021-10-25
Métricas
  • Visualizações do Artigo 39
  • PDF downloads: 50