A EXPERIÊNCIA DE ESTUDANTES AFRICANOS NO BRASIL

Maria Lúcia Rodrigues Müller, Áurea Gardeni Sousa da Silva

Resumo


Este artigo pretende relatar os aspectos referentes a situações de racismo e discriminação racial vivenciada pelos estudantes dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) que ingressaram nas Instituições de Ensino Superior Brasileiras através do Programa Estudante de Convênio de Graduação (PEC-G).
Estabeleceu-se como objetivo neste trabalho compreender como é a experiência do estudante-convênio oriundo dos PALOP em duas capitais do Centro Oeste brasileiro, Brasília-DF, capital do país e Cuiabá-MT. Foram entrevistados alunos e ex-alunos da Universidade de Brasília (UnB) e da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Para a compreensão dos aspectos propostos as pesquisadoras recorreram às
entrevistas em profundidade e à observação participante. Os dados obtidos informam que as universidades brasileiras não dispõem de estrutura para receber os estudante dos PALOP. Ademais, ser africano e negro no Brasil é uma experiência que impõe muitas dificuldades. Professores e colegas de curso pouco ou nada sabem sobre a
realidade da África e reproduzem as percepções estereotipadas sobre o continente, circunstância incômoda para os estudantes. A prática das relações entre os alunos oriundos dos PALOP e os brasileiros é marcada também pelo racismo, discriminação e preconceito racial.


Palavras-chave


Estudantes africanos. PEC-G. Racismo. Discriminação racial.

Texto completo:

PDF

Referências


ADICHIE, Chimamanda. O perigo da história única. 2009. Disponível em:

watch?v=EC-bh1YARsc>. Acesso em: 09/06/2014

ALVES, Iulo Almeida. ALVES, Tainá Almeida. O perigo da história única: diálogos com Chimamanda Adichie. Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia. bocc.unisinos.br/pag/alves-alves-o-perigo-da-historia-unica.pdf.

AMARAL, Joana de Barros. Atravessando o Atlântico: o Programa Estudante Convênio de Graduação e a cooperação educacional brasileira. Brasília-DF. 2013. 145 p. Dissertação (Mestrado Acadêmico em Desenvolvimento,Sociedade e Cooperação) – Centro de Estudos Avançados (CEAM), Universidade de Brasília (UnB), Brasília-DF,2013.

APPIAH, Kwame Anthony. Na casa de meu pai: a África na filosofia da cultura. Rio de Janeiro: Contraponto, 1997.

BHABHA, Homi K. O local da cultura. Belo Horizonte: Editora UFMG, 1998.

BECKER, Howard S. Métodos de pesquisa em Ciências Sociais. São Paulo: Hucitec, 1999.

BRASIL. Ministério das Relações Exteriores. PEC-G: Histórico do Programa. 2015. Disponível em:

dce.mre.gov.br/PEC/G/historico.php#tab3>. Acesso em: 20 ago. 2014.

FANNON, Frantz. Pele negra, máscaras brancas. Salvador: EdUFBA, 2008.

GUSMÃO, Neusa Maria Mendes de. África, Portugal e Brasil: um novo Triângulo das Bermudas? Cadernos CERU, série 2, v. 23, n. 2, p. 51-62, dez. 2012.

HIRSCH, Olivia Nogueira. Hoje eu me sinto africana: processos de (re)construção de identidades em um grupo de estudantes cabo-verdianos no Rio de Janeiro. 2007. 220f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) – Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC/RJ), Rio

de Janeiro, 2007.

JACCOUD, Luciana; BEGHIN, Nathalie. Desigualdades raciais no Brasil – um balanço da intervenção governamental. Brasília: IPEA, 2002.

KALY, Allain Pascal. O ser preto africano no “paraíso terrestre” brasileiro. Um sociólogo senegalês no Brasil. Lusotopie, p. 105-121, 2001. Disponível em: . Acesso

em: 11 jan. 2015.

MINAYO, Cecília de Souza (Org.). Pesquisa social: teoria, método e criatividade. Petrópolis, RJ: Vozes, 2007.

MORAIS, Sara Santos; SILVA, Kelly Cristiane. Estudantes de países africanos de língua oficial portuguesa nas universidades

brasileiras: tensões de sociabilidade e dinâmicas indenitárias. In: CONGRESSO LUSOAFROBRASILEIRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS, 9., 2011, Salvador. Anais... Salvador: Universidade Federal da Bahia (UFBA), 2011.

MÜLLER, Maria Lúcia Rodrigues. et al. Educação e diferenças: os desafios da Lei 10.639/03. Cuiabá: EdUFMT, 2009.

NOSOLINI, Elber Eugéni O. Brasil e os países africanos de língua oficial portuguesa: aproximação, distanciamento e reaproximação (de 1975 aos dias atuais). 2004. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) – Universidade de Brasília (UnB), Brasília, DF, 2004.

NUNES, Maria Madalena. AMI ÚNICO, SUMA BO: as construções de identidades entre estudantes guineenses, caboverdianos e são tomenses do Programa Estudante de Convênio de Graduação da Universidade Federal de Mato Grosso. Cuiabá: EdUFMT, 2013.

OJIMA, Ricardo. et al. Migrações internacionais motivadas por estudo: uma análise sociodemográfica dos estudantes

estrangeiros radicados no Brasil. Revista PerCursos, Florianópolis, v. 15, n. 28, p. 166-189. jan./jun. 2014.

OLIVEIRA, Verônica Macário de; MARTINS, Maria de Fátima; VASCONCELOS, Ana Cecília. Entrevistas “Em Profundidade” na pesquisa qualitativa em administração: Pistas teóricas e metodológicas. In: SIMPÓSIO DE ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO, LOGÍSTICA E OPERAÇÕES INTERNACIONAIS – SIMPOI, 15., 2012,

São Paulo. Anais... São Paulo: Fundação Getúlio Vargas (FGV), 2012. p. 1-12.

PAIXÃO, Marcelo J. P. Desenvolvimento humano e relações raciais. Rio de Janeiro: DP & A, 2003.

PENNA FILHO, Pio. A África contemporânea – do colonialismo aos dias atuais. Brasília, DF: Hinterlândia, 2009

RUSHDIE, Salman. Pátrias imaginarias. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 1994.

SARAIVA, José Flávio Sombra. África parceira do Brasil Atlântico: relações internacionais do Brasil e da África no início do século XXI. Belo Horizonte: Fino Traço, 2012.

SUBUHANA, Carlos. Estudar no Brasil: imigração temporária de estudantes moçambicanos no Rio de Janeiro.2005. Tese (Doutorado em Serviço Social) – Escola de Serviço Social da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Rio de Janeiro, 2005.

TEIXEIRA, Moema De Poli. Relações raciais na sociedade brasileira. 2. ed. rev. e ampl. Cuiabá: UAB/EdUFMT, 2010.

______. Relações raciais na sociedade brasileira. Cadernos Penesb – Periódico do Programa de Educação sobre o Negro na Sociedade Brasileira, Rio de Janeiro/Niterói, n. 7, p. 261-284, nov. 2006.

ULLRICH, Regina Danielle; CARRION, Rosinha Machado. A cooperação brasileira na área da educação nos PALOPS no período 2000-2012: principais atores e projetos. In: ENCONTRO NACIONAL DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS, 4., 2013, Belo Horizonte. Anais... Belo Horizonte: Pontifícia

Universidade Católica de Minas Gerais (PUC/Minas), 2013.

VILHENA, Luís Rodolfo. Ensaios de Antropologia. Rio de Janeiro: EdUERJ, 1997.




DOI: http://dx.doi.org/10.21879/faeeba2358-0194.2016.v25.n45.p%25p

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


e-ISSN: 2358-0194

 Classificação Qualis CAPES:

 Educação - A2

  Indexadores:

       

      

   

      

 

  Localização dos Acessos:


 

 Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0