Tabuleiro Aumentado: um protótipo em realidade aumentada para o Ensino de Ciências

  • Marcos Emanuel de Barros Silva Universidade Federal de Alagoas
  • Douglas Carvalho de Amorim Universidade Federal de Alagoas
  • Wellington Pereira da Silva Universidade Federal de Alagoas

Resumo

O presente artigo trata-se do desenvolvimento de um protótipo de jogo em Realidade Aumentada para o Ensino de Ciências no intuito de possibilitar aos estudantes a apropriação de alguns conceitos referentes à classificação dos seres vivos. Esse artigo tem como objetivo apresentar o protótipo de um jogo emRealidade Aumentada denominado “Tabuleiro Aumentado”. De acordo com a base teórica utilizadano desenvolvimento deste trabalho, é possível compreender que a Realidade Aumentada, apesar de ser apontada como uma tecnologia recente e em pleno desenvolvimento nos laboratórios de pesquisa, vem recebendo muita atenção recentemente, sendo considerada madura e robusta em várias áreas do conhecimento. Para o embasamento teórico e as formas de apropriação da tecnologia, se utilizou os estudos de Yuen, Yaoyuneyong e Johnson [2011], que apresentaram algumas possibilidades para sua apropriação no contexto da educação, sendo estas: AR Books; AR Gaming; Discovery-based Learning; Objects Modeling e Skills Training. Para o desenvolvimento do jogo Tabuleiro Amentado, foi utilizado a Game Egine Unity 3D integrada à biblioteca de RA Vuforia. O jogo apresentado neste artigo propõe uma forma diferenciada para a aprendizagem de temas relacionados aos seres vivos, como a Classificação, Hbitat e as Características dos filos dos organismos. O que se pretende com os recursos desenvolvidos, é que os mesmos sejam recursos auxiliares para a aprendizagem, que pode ser favorecida por meio da visualização e integração de objetos virtuais ao mundo real no contexto onde os estudantes estão inseridos. O próximo passo será a validação e avaliação do protótipo com a mediação de professores de Ciências dos anos finais do Ensino Fundamental. Pretende-se que o recurso desenvolvido seja disponibilizado para utilização sem fins lucrativos. Pretende-se ainda como proposta para uma segunda pesquisa, apresentar os resultados das apropriações do jogo Tabuleiro Aumentado no contexto educacional como contribuição deste estudo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AZUMA, R., BAILLOT, Y., BEHRINGER, R., FEINER, S., JULIER, S., MACINTYRE, B., 2001. Recent advances in augmented reality. IEEE Computer Graphics and Applications, (20), 6, 34-47.

BERALDO, R.M.F., MACIEL, D.A., 2016. Competências do professor no uso das TDIC e de ambientes virtuais. Psicologia Escolar e Educacional, 20 (1), 209-217.

BRASIL, 2017. Base Nacional Comum Curricular: Ciências da Natureza. MEC/SEB: Secretaria da Educação Básica.

CHANG, H.Y., WU, H.K., HSU, Y.S., 2013. Integrating a mobile augmented reality activity to contextualize student learning of a socioscientific issue. British Journal of Educational Technology, 44, (3), 95-99.

DALMOLIM, V.D.B., LEWANDOWSK, H., 2013. Os desafios da escola pública paranaense na perspectiva do professor PDE. Cadernos PDE. Disponivel em: <http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/cadernos pde/pdebusca/producoes_pde/2013/2013_unicentro_bio_ artigo_valmy_divanir_blum_dalmolim.pdf> [Acesso em: 02 de fevereiro de 2019].

DIEGMANN, P., KRAEPELIN, M.S., EYNDEN, S., BASTEN, D.,2015. Benefits of Augmented Reality in Educational Environments - A Systematic Literature Review Wirtschaftsinformatik Proceedings. Disponivel em: <https://aisel.aisnet.org/cgi/viewcontent.cgi?referer=https ://www.google.com/&httpsredir=1&article=1102&conte xt=wi2015> [Acesso em: 06 de fevereiro de 2019].

FIALHO, A.S., 2018. Realidade Virtual e aumentada: tecnologias para aplicações profissionais. Erica, 144 p.

KIRNER,C., KIRNER,T.G., 2011. Evolução e Tendências da Realidade Virtual e da Realidade Aumentada. In: RIBEIRO, M.W.S., ZORZAL, E.R., 2011. Realidade Virtual e Aumentada: Aplicações e Tendências. “Livro do pré-simpósio, XIII Symposium on Virtual and Augmented Reality” 150 p.

LÉVY, P.,1997. Cibercultura. [Trad. Carlos Irineu da Costa]. São PAULO: Editora 34.

_____, P., 2003. O que é virtual? O. Editora 34.

MOREIRA, L. E., 2004 Curso programado de Paleontologia Geral e de Invertebrados. GOIÂNIA: ED. UCG.

MILGRAN, P., TAKEMURA, H., UTSUMI, A., KISHINO, F.,1994. Augmented reality: A class of displays on the reality- virtuality continuum. In: TELEMANIPULATOR and telepresence technologies, SPIE. (2351).282-292.

RODELLO, I. A.; BREGA, R.R. F., 2011. Realidade virtual e aumentada em ações de marketing. In: In: RIBEIRO, M.W.S., ZORZAL, E.R., 2011. Realidade Virtual e Aumentada: Aplicações e Tendências. “Livro do pré- simpósio, XIII Symposium on Virtual and Augmented Reality”. Disponivel em: <https://www.researchgate.net/profile/Ildeberto_Rodello/ publication/303630287_Realidade_Virtual_e_Aumentad a_em_Acoes_de_Marketing/links/574ab83a08ae5c51e29 e9100/Realidade-Virtual-e-Aumentada-em-Acoes-de- Marketing.pdf?origin=publication_detail> > [Acesso em: 06 de fevereiro de 2019].

TORI, R., 2010. Educação sem distância: as tecnologias interativas na redução de distâncias em ensino e aprendizagem. São Paulo: Editora Senac São Paulo, 254 p.

TORI, R., HOUNSELL, M.S., KIRNER, C., 2018. Realidade Virtual. In. TORI, R., HOUNSELL,M. S., 2018. Introdução a Realidade Virtual e Aumentada. Porto Alegre: Editora SBC.

TORI, R., KIRNER, C., SISCOUTTO, R.A., 2006. Fundamentos e tecnologia de realidade virtual e aumentada. Editora SBC.

UNITY., 2018. Disponivel em: <https://unity3d.com/pt> [Acesso em: 06 de novembro de 2018].

VALENTE, J.A., 2014. A Comunicação e a Educação baseada no uso das Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação. Revista UNIFESO, 1 (1), 141-166.

VUFORIA. 2018 <https://vuforia.com/>. [Acesso em 09 de setembro de 2018].

ZORZAL, E.R., SILVA, R.L.S., 2018. Software. In: TORI, R., HOUNSELL,M. S., 2018. Introdução a Realidade Virtual e Aumentada. Porto Alegre: Editora SBC.

YUEN, S., YAOYUNEYONG, G., JOHNSON, E., 2011. Augmented Reality: An Overview and Five Directions for AR in Education. Journal of Educational Technology Development and Exchange 4 (1), 119–140.

Publicado
2019-07-11
Métricas
  • Visualizações do Artigo 503
  • PDF downloads: 328
Seção
GT4 - Jogos Eletrônicos e Educação