OS SABERES COMO POSSIBILIDADE DE SOBREPUJAR O MAL-ESTAR DOCENTE NAS PRÁTICAS PEDAGÓGICAS:

REFLEXÕES EM PESQUISA DE FORMAÇÃO

  • Claudia Rosa UNEB
  • Dídima Maria de Mello Andrade

Resumo

Este artigo, oriundo de um projeto interinstitucional de pesquisa e extensão, intitulado “Contribuições da escuta profana na ressignificação do mal-estar docente”[1], realizado no período de 2019 a 2021, aborda a problemática do mal-estar instaurado entre os profissionais da educação, em especial os professores. Considerando as exigências impostas à profissão docente, diante da expansão da escola básica, das novas funções que ela historicamente vem assumindo e dos desafios ocasionados pela pandemia SARS-CoV-2, este texto tem o objetivo de refletir sobre o mal-estar docente, materializado na prática pedagógica; busca-se, com esta discussão, oferecer aos docentes elementos que contribuam para o exercício dessa atividade frente ao mal-estar docente e como se configuram.

 

[1] Parecer aprovação Plataforma Brasil, CEP 40.110-150, CAEE: 31838120.4.0000.5031

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2022-01-14
Métricas
  • Visualizações do Artigo 40
  • PDF downloads: 27
Como Citar
Rosa, C., & Andrade, D. M. de M. (2022). OS SABERES COMO POSSIBILIDADE DE SOBREPUJAR O MAL-ESTAR DOCENTE NAS PRÁTICAS PEDAGÓGICAS:: REFLEXÕES EM PESQUISA DE FORMAÇÃO. Scientia: Revista Científica Multidisciplinar, 7(1), 114-130. Recuperado de https://revistas.uneb.br/index.php/scientia/article/view/13003