ENSINO EM EMPREENDEDORISMO: UM LEVANTAMENTO DOS MÉTODOS E PRÁTICAS DIDÁTICO-PEDAGÓGICAS

Resumo

Os cenários globais têm demandado atualizações nos processos de ensino-aprendizagem através de ações singulares na educação profissional e em concomitância com a abertura de mercado no Brasil. Ocorre que os modelos tradicionais não incentivam a relação bilateral do ensino-aprendizagem no empreendedorismo. Justifica-se a pesquisa com o consenso de que o modelo de atuação pedagógica atual, onde o professor é o principal meio de acesso ao conhecimento, não está em consonância com as reais demandas das competências exigidas, logo, novos modelos são exigidos no ensino de empreendedorismo. O problema da pesquisa aborda quais os principais métodos de ensino na educação empreendedora em prática no país atualmente e quais as suas delimitações. O objetivo é a análise de práticas didático-pedagógicas para o ensino de empreendedorismo, a identificação de pressupostos teóricos do tema de empreendedorismo; a identificação das características das práticas de ensino de empreendedorismo e a identificação dos métodos de ensino de empreendedorismo nas IES. Para consolidar estes objetivos adota-se a metodologia classificada como qualitativa e com objetivos exploratórios e descritivos. O que se observa é que os métodos que foram difundidos se debruçaram em resolver problemas de uma parcela dos estudantes de nível médio e superior, porém evidencia uma lacuna de que a educação técnica-profissional não teve a mesma sorte. Esta lacuna é um convite para a discussão e reflexão urgentes de que novos programas de educação empreendedora possam atender a este público.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcelo Santana Silva, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia - IFBA

Pós-Doutor pelo Programa de Pós-Graduação em Engenharia Industrial - PEI (UFBA). Doutor em Energia e Ambiente (UFBA), Mestre em Regulação da Indústria de Energia (UNIFACS) e Economista pela Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC). Desde 2017 é Membro do Comitê de Inovação e Propriedade Intelectual, Transferência de Tecnologia e Inovação do IFBA. Coordenador do Projeto do Edital CNPq Universal (em execução), Coordenador do Projeto do Edital FAPESB Jovem Cientista (2017-2019). Desde 2007 é pesquisador e professor com dedicação exclusiva no ensino técnico e superior do Instituto Federal da Bahia (IFBA) (atualmente Associado III - D403). É Docente Permanente do Mestrado em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para a Inovação - PROFNIT (IFBA). Docente participante do Mestrado/Doutorado em Engenharia Industrial (UFBA) e do Doutorado em Energia e Ambiente (UFBA). Membro do Banco de Avaliadores do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (BASis) INEP/MEC. Em Coaraci/BA, foi microempresário da área de Informática (1995 a 2005), secretario de Câmara de Dirigentes Lojista (2000 a 2002) e Professor da rede municipal do ensino básico (1999 a 2005). Atuou como docente na Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC-Jequié) e na Faculdade da Cidade do Salvador. Coordenou o curso de Especialização em Meio Ambiente e Desenvolvimento Regional, na FTC-Jequié e o Curso Técnico em Segurança do Trabalho do IFBA, campus de Santo Amaro. Líder do grupo de pesquisa em Inovação, Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia (IFBA), Membro do grupo de pesquisa Ecologia Industrial (IFBA) e do Laboratório de Energia e Gás (Politécnica/UFBA). Já publicou mais de 80 artigos em periódicos. Artigos premiados entre os melhores do XI e XII CBPE 2018 e 2020 - Congresso Brasileiro de Planejamento Energético. Artigos Premiados: Melhor Trabalho e Menção Honroso no VI ENPI 2020 - Encontro Nacional de Propriedade Intelectual. e no 11th International Symposium on Technological Innovation. Revisor de periódicos nacionais e internacionais, entre eles, o Renewable & Sustainable Energy Reviews. Se dedica a pesquisar sobre: Economia da Energia, Bioeconomia, Energias Renováveis, Regulação da Indústria do Setor Energético, Arranjo Produtivo Local, Cadeias Produtivas, Empreendedorismo, Políticas Públicas, Propriedade Intelectual e Indicação Geográfica.

Alzir Antonio Mahl, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia - FAPESB

Doutorado em Difusão do Conhecimento no Programa Multi-institucional e Multidisciplinar em Difusão do Conhecimento pela Faculdade de Educação da Universidade Federal da Bahia - UFBA (2016). Possui Mestrado em Economia pela Universidade Federal da Bahia - UFBA (2003), Especialização em Economia de Empresas (2000) e Graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná - Campus de Toledo (1998). É responsável pela Coordenação de Apoio à Competitividade Empresarial na Diretoria de Inovação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia - FAPESB (desde 2007), Assessor da Diretoria de Inovação (desde 2007) e Ouvidor Suplente (2008 a 2015). Tem experiência na área de Economia, Economia Aplicada, Economia da Inovação e do Conhecimento, Gestão do Conhecimento, Ciência, Tecnologia e Inovação, Gestão da Inovação, Planejamento Estratégico, Estratégia de Empresas, Empreendedorismo, Captação de Recursos para Projetos Inovadores, Viabilidade de Novos Negócios (Valuation). Possui experiência na elaboração de Editais Públicos de Fomento em Ciência, Tecnologia e Inovação. (Texto informado pelo autor)

Publicado
2022-01-14
Métricas
  • Visualizações do Artigo 67
  • PDF downloads: 44
Como Citar
Miranda, V., Santana Silva, M., & Antonio Mahl, A. (2022). ENSINO EM EMPREENDEDORISMO: UM LEVANTAMENTO DOS MÉTODOS E PRÁTICAS DIDÁTICO-PEDAGÓGICAS. Scientia: Revista Científica Multidisciplinar, 7(1), 153-174. Recuperado de https://revistas.uneb.br/index.php/scientia/article/view/12301