EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA E O FORMATO METAPRESENCIAL DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL DA BAHIA: um estudo de caso com os estudantes do Colégio Universitário de Itamaraju

  • Umelda Fagundes Universidade do Estado da Bahia
  • Lismara Macedo Universidade do Estado da Bahia

Resumo

O propósito desse artigo foi verificar o nível de satisfação dos estudantes do Colégio Universitário (CUNI) de Itamaraju em relação aos componentes curriculares lecionados por meio de tecnologias digitais, denominado de formato metapresencial, pela Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB). Para isso, foi necessário identificar os recursos de EaD utilizados pela universidade, investigar questões como motivação para frequentar as aulas, interação com o professor, satisfação, nível de aprendizagem nas aulas metapresenciais a partir da perspectiva estudantil. A metodologia utilizada foi um estudo de caso que teve abordagem qualitativa-quantitativa, com pesquisa de natureza bibliográfica, além de uma pesquisa de campo que coletou dados através de questionários com perguntas fechadas e uma aberta aplicado aos estudantes. Os resultados apontaram sugestões de soluções para melhorar o formato metapresencial. Além disso, foi possível perceber que apesar da instituição fazer uso de recursos EaD, algumas práticas utilizadas no formato metapresencial não são semelhantes a educação a distância.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2022-01-14
Métricas
  • Visualizações do Artigo 72
  • PDF downloads: 53
Como Citar
Fagundes, U., & Macedo, L. (2022). EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA E O FORMATO METAPRESENCIAL DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL DA BAHIA: um estudo de caso com os estudantes do Colégio Universitário de Itamaraju. Scientia: Revista Científica Multidisciplinar, 7(1), 58-77. Recuperado de https://revistas.uneb.br/index.php/scientia/article/view/10113