O PNLD e as propostas de produção textual escrita em livros didáticos de língua portuguesa do ensino fundamental anos finais

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30620/pdi.v13n2.p225

Palavras-chave:

Livro didático de Língua Portuguesa, Produção textual escrita, Programa Nacional do Livro Didático

Resumo

O presente estudo tem por objetivo investigar quais mudanças o Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) promoveu nas propostas de produção textual escrita nos livros didáticos de Língua Portuguesa do Ensino Fundamental Anos Finais nos últimos cinquenta anos. Nossa fundamentação teórica foi composta por documentos expedidos pelos órgãos oficiais e por autores que tratam da questão do ensino de produção textual escrita, tais como Bezerra (2001) e Marcuschi (2001), dentre outros. No que diz respeito aos procedimentos metodológicos, foram analisadas quatro propostas de produção textual escrita, presentes em livros didáticos anteriores e posteriores ao PNLD de 1997, época em que foram definidos critérios específicos para avaliação dos livros didáticos, tendo como base duas dimensões de análise: uma voltada para o contexto de produção dessas propostas; e outra mais focada no ensino em si. Os resultados revelaram que as propostas elaboradas antes da publicação do PNLD de 1997 eram vagas e descontextualizadas; já as propostas elaboradas após esse PNLD, preocupam-se com a finalidade do texto, especificidade do gênero, suporte, lugares preferenciais de circulação e interlocutor.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Benigna Soares Lessa Neta, Instituto Federal do Ceará - IFCE/Canindé

Doutorado em Linguística pela Universidade Federal do Ceará, Brasil (2020). Professora de Língua Portuguesa do Instituto Federal do Ceará campus Canindé, Brasil.

Mônica de Souza Serafim, Universidade Federal do Ceará - UFC

Doutorado em Linguística pela Universidade Federal do Ceará, Brasil (2008). Professor da Universidade Federal do Ceará, Brasil.

Referências

BATISTA, A. A.G. A avaliação dos livros didáticos: para entender o Programa Nacional do Livro Didático (PNLD). In.: ROJO, R.; BATISTA, A.A.G. (Orgs.). Livro didático de Língua Portuguesa, letramento e cultura da escrita. Campinas, SP: Mercado das Letras, 2003.

BEZERRA, M. A. Seleção variada e atual. In.: DIONÍSIO, A.P.; BEZERRA, M.A. O livro didático de Português: múltiplos olhares. Rio de Janeiro: Lucerna, 2001.

BRASIL. Decreto nº 91.542/1985. Institui o Programa Nacional do Livro Didático, dispõe sobre sua execução e dá outras providências. Disponível em: http://www2.camara.leg.br/legin/fed/decret/1980-1987/decreto-91542-19-agosto-1985-441959-publicacaooriginal-1-pe.html. Acesso em: 23 mai. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. PNLD 2002: Língua Portuguesa – Ensino fundamental Anos Finais / Ministério da Educação – Secretaria de Educação Básica SEB – Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Brasília, DF: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2001. Disponível em: http://www.fnde.gov.br/programas/programas-do-livro/livro-didatico/guia-do-livro-didatico/item/10527-guia-pnld-2002. Acesso em: 13 fev. 2018.

BRASIL. Ministério da Educação. PNLD 2014: Língua Portuguesa – Ensino fundamental Anos Finais / Ministério da Educação – Secretaria de Educação Básica SEB – Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Brasília, DF: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2013. Disponível em: http://www.fnde.gov.br/programas/programas-do-livro/livro-didatico/guia-do-livro-didatico/item/4661-guia-pnld-2014. Acesso em: 13 fev. 2018.

BRASIL. Ministério da Educação. PNLD 2017: Língua Portuguesa – Ensino fundamental Anos Finais / Ministério da Educação – Secretaria de Educação Básica SEB – Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Brasília, DF: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2016. Disponível em: http://www.fnde.gov.br/programas/programas-do-livro/livro-didatico/guia-do-livro-didatico/item/8813-guia-pnld-2017. Acesso em: 13 fev. 2018.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular (2017). Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_20dez_site.pdf. Acesso em: 14 fev. 2018.

CASSIANO, C.C. de F. O mercado do livro didático no Brasil: da criação do Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) à entrada do capital internacional espanhol (1985-2007). 252 f. Tese (Doutorado em Educação). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. São Paulo, 2007.

GIL, A.C. Métodos e Técnicas de Pesquisa Social. São Paulo: Editora Atlas S.A, 2008.

MARCUSCHI, L.A. Oralidade e ensino de Língua: uma questão pouco “falada”. In.: DIONÍSIO, A.P.; BEZERRA, M.A. O livro didático de Português: múltiplos olhares. Rio de Janeiro: Lucerna, 2001.

SAMPAIO, F.A.A; CARVALHO, A. F. de. (2010). Com a palavra, o autor. Disponível em: http://correiocidadania.com.br/index.php?option. Acesso em: 15 set. 2022.

SCHWARCZ, L.M; STARLING, H.M. Brasil: uma biografia. 2. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2018.

VASCONCELOS, S.I.C.C. de. Pesquisas qualitativas e formação de professores de português. In.: BASTOS, N.B. (org.). Língua Portuguesa: uma visão em mosaico. São Paulo: IP-PUC-SP/EDUC, 2002. p. 277-297.

Publicado

2024-03-05

Como Citar

LESSA NETA, B. S.; SERAFIM, M. de S. O PNLD e as propostas de produção textual escrita em livros didáticos de língua portuguesa do ensino fundamental anos finais. Pontos de Interrogação – Revista de Crítica Cultural, Alagoinhas-BA: Laboratório de Edição Fábrica de Letras - UNEB, v. 13, n. 2, p. 225–251, 2024. DOI: 10.30620/pdi.v13n2.p225. Disponível em: https://revistas.uneb.br/index.php/pontosdeint/article/view/v13n2p225. Acesso em: 14 jun. 2024.