Povos indígenas no Brasil e as lições da floresta cultural: a revolução da cultura da mandioca na economia do atlântico sul e no continente africano

  • Francisco Vanderlei Ferreira da Costa

Resumo

Neste artigo, é apresentada uma reflexão sobre a pesquisa acadêmica a respeito do saber agrícola dos povos indígenas e o papel de destaque da cultura da mandioca na formação do Brasil e na consolidação do império português, servindo como uma peça de encaixe nas transações mercantilistas no Atlântico Sul. Busca-se evidenciar a visibilidade da mandioca nesse contexto, considerando o reconhecimento da diversidade epistêmica e as especificidades das relações dos povos indígenas no que se refere à natureza e ao arbítrio das construções historiográficas pautadas em uma pretensa universalidade do pensamento europeu, utilizada para legitimar o colonialismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2015-11-04
Métricas
  • Visualizações do Artigo 239
  • PDF downloads: 945