Discursos sobre identidades negras na cultura Hip-hop

Autores

  • Ana Lúcia Silva Souza

DOI:

https://doi.org/10.30620/p.i..v2i2.1550

Palavras-chave:

Linguagem, Hip-hop, Relações étnico-raciais

Resumo

Este artigo objetiva analisar de que maneira os discursos da cultura hip-hop, emespecial os modos de dizer que marcam a poesia do rap, contribuem para se repensar as relações étnico-raciais no Brasil, temática especialmente importante para o momento e a Lei 10639/03, que alterou a LDB 9394/86 e tornou obrigatório o ensino da história e cultura africana e afro-brasileiras nos currículos escolares de todas as redes de ensino do país completa dez anos e ainda mostra-se como um grande desafio no que se refere à sua implementação. Com este propósito, o artigo toma como referência a letra de um rap que focaliza aspectos da história e da cultura da população negra no Brasil e organiza um discurso contundente sobre o que pode ser entendido como culturas e identidades negra.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-09-27

Como Citar

SOUZA, A. L. S. Discursos sobre identidades negras na cultura Hip-hop. Pontos de Interrogação – Revista de Crítica Cultural, Alagoinhas-BA: Laboratório de Edição Fábrica de Letras - UNEB, v. 2, n. 2, p. 24–37, 2015. DOI: 10.30620/p.i.v2i2.1550. Disponível em: https://revistas.uneb.br/index.php/pontosdeint/article/view/1550. Acesso em: 23 jul. 2024.