Walter Benjamin e A Reprodutibilidade Técnica

Uma Leitura dos Booktubers na Internet

Autores

  • Andréa Paula Oliveira de Carvalho Universidade do Estado da Bahia - UNEB

DOI:

https://doi.org/10.30620/gz.v6n1.p127

Palavras-chave:

Reprodutibilidade, Técnica, Booktubures, YouTube

Resumo

O objetivo desse trabalho é fazer uma análise interpretativa entre o texto teórico de Benjamin A Obra de Arte na Era de sua Reprodutibilidade técnica e o trabalho produzido pela jornalista Isabella Lubrano no Youtube em seu Canal Ler Antes de Morrer. Como bem observou Benjamin no cinema e na fotografia, artes, que passaram por um processo de reprodução em série e hoje atinge escala macro integrando os meios e a sociedade. Mas esse estímulo, segundo Benjamin veio acompanhado da perda da "aura", análise exagerada para se referir a um objeto artístico que saiu do pedestal e se tornou algo habitual, mas ilustra bem o processo de reprodução e produção dessas artes que passaram a interferir e modificar a vida das pessoas e as suas relações sociais. A principal intenção aqui é questionar e pensar o booktubers como um aparelho tecnológico que tem mudado a fisionomia da crítica literária e como esse tipo de crítica emerge nesse espaço e produz uma gama de contradições. Assim, em observação a crítica literária feita no YouTube, nota-se uma reprodução e produção de uma crítica em série que atinge níveis de público altíssimo mas que pela exigência de uma produção voltada ao capital perde também sua qualidade ao mesmo tempo que divulga o livro literário.

[Recebido: 13 dez. 2017 – Aceito: 01 mar. 2018]

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Andréa Paula Oliveira de Carvalho, Universidade do Estado da Bahia - UNEB

Mestranda em crítica cultural pela Universidade Estadual da Bahia. Desenvolveu pesquisas na área de estudos filológicos, na Universidade Federal da Bahia, na qual participou de iniciação científica por três anos sendo voluntária e um ano como bolsista FAPESB. Na área de ensino, foi bolsista CAPES do programa de iniciação à docência (PIBID) e monitora do projeto educacional Universidade para Todos (UPT).

Referências

BENJAMIN, W. “A Obra de Arte na Era de Sua Reprodutibilidade Técnica”. In: Magia e Técnica, Arte e política. Obras escolhidas I. Trad. Rouanet S. P. São Paulo: Brasiliense, 1985.

Fenômeno dos booktubers. Disponível em: http://alias.estadao.com.br/noticias/geral,fenomeno-dosbooktubers-difunde-classicos-literarios-para-publicojovem,70001898464. Acessado em 20 de agosto de 2017. Signifido de Vlog. Disponível em: http://www.significados.com.br/vlog. Acessado em: 17/10/2016.

DANTAS, Tiago. "Youtube". In: Brasil Escola. Disponível em: http://brasilescola.uol.com.br/informatica/youtube.htm. Acesso em: 27 de agosto de 2017.

LUBRANO, ISABELLA. Dom Casmurro, de Machado de Assis (#54). Canal ler antes de morrer. 18 de 2015. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=cgEDCx6yq10. Acessado em: 22 de mar 2017.

LÉVY, Pierre. Cibercultura. Trad. Carlos Irineu da Costa. São Paulo: Editora 34, 2009.

Publicado

2018-04-09

Como Citar

CARVALHO, A. P. O. de. Walter Benjamin e A Reprodutibilidade Técnica: Uma Leitura dos Booktubers na Internet. Grau Zero – Revista de Crítica Cultural, Alagoinhas-BA: Fábrica de Letras - UNEB, v. 6, n. 1, p. 127–144, 2018. DOI: 10.30620/gz.v6n1.p127. Disponível em: https://revistas.uneb.br/index.php/grauzero/article/view/4807. Acesso em: 24 jul. 2024.