Identidade, gênero e cultura material: senhoras e criadas no espaço doméstico — São Paulo (1870-1920)

  • Simone Andriani dos Santos Universidade do Estado da Bahia, Pós-Crítica.

Resumo

Resumo: Este trabalho propõe a análise das relações entre criadas e patroas, na cidade de São Paulo, entre as décadas de 1870 e 1920, a partir das diferenças étnicas, sociais e de gênero (re)produzidas no espaço doméstico. Utilizando como principal corpo documental os manuais de prescrição de conduta (manuais de etiqueta, de economia doméstica, de puericultura e de higiene e saúde), o intuito é compreender a formação identitária a partir do uso de objetos e espaços, entendidos estes como indutores de comportamentos e hábitos corporais.

Palavras-Chave: Cultura material. Gênero. Espaço doméstico. Trabalho doméstico. São Paulo.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-02-15
Métricas
  • Visualizações do Artigo 163
  • PDF downloads: 292