Alfabetização e letramento

Um estudo em contraponto

Autores

  • Patrícia Maria Guarnieri Ramos Universidade Metodista de Piracicaba - UNIMEP

DOI:

https://doi.org/10.30620/gz.v3n2.p29

Palavras-chave:

Alfabetização, Letramento, Pedagogia Histórico-crítica, Psicologia Histórico-cultural

Resumo

O presente artigo refere-se a estudos preliminares sobre a temática da alfabetização, que culminaram num projeto de pesquisa de mestrado que se encontra em andamento, e que transcorre discutindo as problemáticas relacionadas à aquisição da linguagem escrita na fase inicial do Ensino Fundamental. Nesse sentido, o texto apresenta uma discussão sobre alfabetização e letramento decorrente de estudos realizados por Magda Soares e outros autores, que vem ao longo de décadas se comprometendo em pesquisar e analisar as determinações históricas, políticas e econômicas que envolvem esses conceitos. Em seguida, apresenta-se um estudo sobre os principais conceitos da Psicologia desenvolvida por L.S. Vygotsky, mais especificamente, sobre a aquisição da linguagem escrita como uma função psicológica superior e, por isso, constituída sócio-historicamente pela humanidade e que é determinante para a inserção do sujeito na sua cultura.

[Recebido: 29 set. 2015 – Aceito: 29 nov. 2015]

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Patrícia Maria Guarnieri Ramos, Universidade Metodista de Piracicaba - UNIMEP

Graduada em Psicologia pela Universidade Metodista de Piracicaba (2003). Especialização em Psicopedagogia, pelo INPG (2012). Experiência profissional como coordenadora e orientadora pedagógica. Atualmente é aluna de Mestrado na Universidade Metodista de Piracicaba. Tem realizados estudos com os principais temas: Psicologia Histórico-Cultural, Pedagogia Histórico-Crítica, Alfabetização e Letramento.

Referências

CAPOVILLA, A. G. S.; CAPOVILLA, F. C. Alfabetização: método fônico. São Paulo: Memnom Edições Científicas, 2002.

COLELLO, S. M. G. Alfabetização e Letramento: repensando o ensino da Língua Escrita. Disponível em http://www.hottopos.com/videtur29/silvia.htm. Acesso em 16 de mai. 2012.

KLEIMAN, A. Os significados do letramento: uma nova perspectiva sobre a prática social da escrita. 9. ed., Campinas: Mercado de letras, 2006.

MAINARDES, J.; SIRGADO, P. A. Publicações brasileiras na perspectiva vygotskiana. Educação e Sociedade. Revista quadrimestral de Ciência da Educação/Centro de Estudos Educação e Sociedade, n. 71, Campinas: 2000.

MORAIS, A. G. Concepções e metodologias de alfabetização: por que é preciso ir além da discussão sobre velhos métodos? Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/Ensfund/alf_moarisconcpmetodalf.pdf. Acesso em 01 de maio. 2012.

MORTATTI, M. R. L. Educação e Letramento. São Paulo: UNESP, 2004.

NUNES, D.P.A. Língua Portuguesa – Letramento. In: TIERNO, G. A Criança de 6 anos – Reflexões e Práticas. São Paulo: Editora Meca, 2008.

ROSSLER, J. H. Construtivismo e Alienação. As origens do poder de atração do ideário construtivista. In: Duarte, N. Sobre o construtivismo. 2. ed., Campinas: Editores Associados, 2005.

SAVIANI, D. Escola e Democracia. Campinas, SP: Autores Associados, 2008, p. 29-46.

SIRGADO, p. A. Editorial. Educação e Sociedade. Revista quadrimestral de Ciência da Educação/Centro de Estudos Educação e Sociedade, n.71, Campinas, 2000.

SOARES, M. Letramento e alfabetização: as muitas facetas. 2003. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbedu/n25/n25a01.pdf. Acesso em 01 de mai.2012.

VYGOTSKY, L. S. A formação Social da Mente, o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. 6. ed. 4. tiragem. São Paulo: Martins Fontes, , 2000.

VYGOTSKY, L. S. Pensamento e Linguagem. 2. ed. 3. tiragem. São Paulo: Editora Martins Fontes, 2000 a.

VYGOTSKY, L. S. Psicologia Pedagógica. Trad. Paulo Bezerra. 1. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

Publicado

2016-04-11

Como Citar

RAMOS, P. M. G. Alfabetização e letramento: Um estudo em contraponto. Grau Zero – Revista de Crítica Cultural, Alagoinhas-BA: Fábrica de Letras - UNEB, v. 3, n. 2, p. 29–57, 2016. DOI: 10.30620/gz.v3n2.p29. Disponível em: https://revistas.uneb.br/index.php/grauzero/article/view/3307. Acesso em: 28 fev. 2024.