Artes de reexistências feministas: a economia criativa e solidária de mulheres rurais e artesãs

  • Elaine de Araújo Carneiro UNEB
  • Laís Velloso Borges UNEB- PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CRÍTICA CULTURAL
  • Jailma dos Santos Pedreira Moreira UNEB- PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CRÍTICA CULTURAL

Resumo

Trata-se de uma reflexão sobre modos de produção de mulheres artesãs e rurais. Com isso, buscamos debater a economia solidária e criativa que encontramos nas práticas e movimentos coletivos destes sujeitos femininos. Para tanto, utilizamos ferramentas da crítica cultural feminista, através do diálogo com autoras e autores como: Toledo(2017), Federici(2019), Paredes(2015), Adichie(2012), Moreira(2008,2011,2015), Costa(2015), Singer(2002), Messeder(2020), entre outros. Dessa forma, nos debruçamos sobre experiências de agricultoras e artesãs, através de uma revisão bibliográfica e de dados colhidos em pesquisa de campo. Assim, percebemos, em contraponto ao pagamento e exploração capitalista-patriarcal que se impôs sobre tais mulheres, as formas como estas tem recriado a economia e a si mesmas, propondo outros saberes, outros modos de vida, mais sustentáveis, solidários, ao tempo que se afirmam enquanto sujeitos de direitos, apontando também para um feminismo comunitário, para outro mundo possível.

Palavras-chave: Mulheres rurais e artesãs; economia criativa e solidária; capitalismo/patriarcal; feminismo comunitário.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elaine de Araújo Carneiro, UNEB

Elaine de Araújo Carneiro é graduada em Letras — Língua Portuguesa e Literaturas pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Atuou como bolsista de Iniciação Científica pesquisando os letramentos sociais em associações de mulheres rurais. Tem experiência na área de pesquisa auto(biográfica) e atua principalmente nos seguintes temas: gênero, educação, políticas públicas, tecnologias sociais e mulheres rurais. Mestranda no programa de pós-graduação em Crítica Cultura/UNEB, pesquisando modos de produção e atuação social e política de mulheres produtoras rurais da região de Inhambupe (BA).

Laís Velloso Borges, UNEB- PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CRÍTICA CULTURAL

Laís Velloso Borges é graduada em Licenciatura Plena em História e Bacharelado em Direito, ambos pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Possui pós-graduações em Direito Público (UNEB/FUNDEJUSF), Gestão
Estratégica De Pessoas (UNIFACS) e em Educação Especial e Inclusiva (UCAM) e é Mestranda em Crítica Cultural
(UNEB/Pós-Crítica).

Jailma dos Santos Pedreira Moreira, UNEB- PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CRÍTICA CULTURAL

Possui Graduação em Letras Vernáculas pela Universidade do Estado da Bahia- UNEB (1996), uma Especialização em Texto e gramática pela Universidade estadual de Feira de Santana - UEFS- em convênio com a UNICAMP (1999), outra em Estudos Literários pela UNEB (2000), Mestrado em Letras e Lingüística pela Universidade Federal da Bahia - UFBA (2003) e Doutorado também na área de Letras nesta ultima universidade (2008). Concluiu pós doutorado em Letras - metacrítica feminista\Políticas públicas para a literatura feminina- na UFMG(2015). É professora -classe adjunto- da Universidade do Estado da Bahia. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Crítica cultural, atuando principalmente nos seguintes temas: literatura, subjetividade, micropolítica, gênero e crítica cultural feminista.

Publicado
2021-10-14
Métricas
  • Visualizações do Artigo 99
  • PDF downloads: 75