INFLUÊNCIA DA MOTIVAÇÃO NO COMPROMETIMENTO ORGANIZACIONAL DE TRABALHADORES EFETIVOS E TEMPORÁRIOS

Palavras-chave: Motivação, Comprometimento, Trabalhadores Efetivos e Temporários.

Resumo

Este estudo analisou a influência dos diferentes tipos de motivação no comprometimento organizacional entre trabalhadores efetivos e temporários de uma indústria multinacional de grande porte. Trata-se de uma pesquisa descritiva, com levantamento de dados de 96 trabalhadores efetivos e 36 temporários e abordagem quantitativa. Os resultados demonstraram que o comprometimento afetivo foi o único que sofreu redução em decorrência da motivação intrínseca de trabalhadores temporários e da motivação internalizada de trabalhadores efetivos. Este resultado revela que há fragilidades nas relações entre organização e profissionais, principalmente quando os trabalhadores geram o sentimento de pertencentes à organização. Os demais tipos de comprometimento (afetivo, normativo e instrumental) sofreram aumento em decorrência da motivação. Constatou-se que o comprometimento dos trabalhadores efetivos se apresentou influenciado por aspectos motivacionais diferenciados, em relação aos trabalhadores temporários. Conclui-se que o comprometimento de trabalhadores efetivos e temporários é motivado por diferentes fatores, sendo as reações dos indivíduos que atuam em um mesmo contexto discrepantes em relação as suas percepções sobre os impulsos do ambiente, necessidades e preferências individuais. Contribui-se com discussões da área comportamental da contabilidade, demonstrando que o trabalho temporário adotado como estratégia de gestão por empresas, pode afetar o nível de motivação e comprometimento dos trabalhadores. Além disso, trabalhadores temporários poderão vir a empreender diferentes níveis de esforços no desenvolvimento de suas atividades, o que além de afetar a produtividade individual, pode impactar negativamente o desempenho da empresa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALBERTON, L., BEUREN, I. M. A formação comportamental de auditores contábeis independentes: um estudo multicaso. Revista Eletrônica de Ciência Administrativa, v. 1, n. 2, p. 1-24, 2003.

ALLEN, N. J., MEYER, J. P. The measurement and antecedents of affective, continuance and normative commitment to the organization. Journal of Occupational Psychology, v. 63, n. 1, p. 1-18, 1990.

ALNIAÇIK, Ü.; ALNIAÇIK, E.; AKÇIN, K.; ERAT, S. Relationships between career motivation, affective commitment and job satisfaction. Procedia-Social and Behavioral Sciences, v. 58, p. 355-362, 2012.

ANSARI, S. L. An integrated approach to control system design. Accounting, Organizations and Society, v. 2, n. 2, p. 101-l 12, 1977.

BASTOS, A. V. B. Comprometimento organizacional: um balanço dos resultados e desafios que cercam essa tradição de pesquisa. Revista de Administração de Empresas, v. 33, n. 3, p. 52-64, 1993.

BEDRAN JÚNIOR, P. E., OLIVEIRA, J.L.C. de. Motivação no trabalho: avaliando o ambiente organizacional. Anais... V Congresso Nacional de Excelência em Gestão: Gestão do Conhecimento para a Sustentabilidade. p. 2-4, 2009.

BERGAMINI, C. W. Motivação: uma viagem ao centro do conceito. GVexecutivo, v. 1, n. 2, 63-67, 2002.

BIRNBERG, J. G.; LUFT, J., SHIELDS, M. D. Psychology theory in management accounting research. Handbooks of Management Accounting Research, v. 1, p. 113-135, 2006.

BORGES, L. D. O.; LIMA, A. M. D. S.; VILELA, E. C.; MORAIS, S. D. S. G. Comprometimento no trabalho e sua sustentação na cultura e no contexto organizacional. RAE eletrônica, v. 3, n. 1, p-14, 2004.

DANI, A. C.; ZONATTO, V. C. S.; DIEHL, C. A. Participação Orçamentária e Desempenho Gerencial: Uma Meta-Análise das Relações Encontradas em Pesquisas Desenvolvidas na Área Comportamental da Contabilidade. Advances in Scientific and Applied Accounting, v. 10, n. 1, p. 54-72, 2017.

DECI, E. L.; VALLERAND, R. J.; PELLETIER, L. G.; RYAN, R. M. Motivation and education: The self-determination perspective. Educational Psychologist, v. 26, n. 3-4, p. 325-346, 1991.

GAGNÉ, M., DECI, E. L. Self‐determination theory and work motivation. Journal of Organizational Behavior, v. 26, n. 4, p. 331-362, 2005.

GODOI, C. K. Pulsão e Cognição: categorias da motivação na aprendizagem. Revista de Ciências Humanas, n. 32, p. 329-347, 2002.

HAIR, J. F. JR. Multivariate Data Analysis. Prentice-Hall lnc., New Jersey, 730, 12, 2005.

HERZBERG, F. Mais uma vez: como motivar seus funcionários. In: VROOM, V. Gestão de pessoas, não de pessoal: os melhores métodos de motivação e avaliação de desempenho. Tradução de Ana Beatriz Rodrigues e Priscilla Martins Celeste. Rio de Janeiro: Campus, 273p., 1997.

HERZBERG, F. Motivation and innovation: who are workers serving? California Management Review, v. 22, n. 2, p. 60-70, 1979.

JARAMILLO, F., MULKI, J. P., MARSHALL, G. W. A meta-analysis of the relationship between organizational commitment and salesperson job performance: 25 years of research. Journal of Business Research, v. 58, n. 6, p. 705-714, 2005.

LIZOTE, S. A., VERDINELLI, M. A., NASCIMENTO, S. Empresas prestadoras de serviços contábeis sob a ótica do comprometimento organizacional e a satisfação no trabalho. Revista Contabilidade e Controladoria, v. 11, n. 2, 2019.

MARQUES, A. C. P. O comprometimento organizacional dos trabalhadores temporários. Dissertação de Mestrado. 72f. Instituto Politécnico de Setúbal. Escola Superior de Ciências Empresariais. Setúbal, 2015.

MASLOW, A. H. A theory of human motivation. Psychological Review, v. 50, n. 4, p. 370, 1943.

MATHIEU, J. E., ZAJAC, D. M. A review and meta-analysis of the antecedents, correlates, and consequences of organizational commitment. Psychological bulletin, v. 108, n. 2, p. 171, 1990.

MEDEIROS, C. A. F., ENDERS, W. T. Validação do modelo de conceitualização de três componentes do comprometimento organizacional (Meyer e Allen, 1991). Revista de Administração Contemporânea, v. 2, p. 67-87, 1998.

MEDEIROS, T. Os aspectos do comprometimento organizacional de profissionais terceirizados. Departamento de administração, Universidade de São Paulo, Brasil, 2009.

MEYER, J. P., ALLEN, N. J. Commitment in the workplace: Theory, research, and application. Sage publications, 1997.

MORAES, F. M. M. Comprometimento organizacional e motivação dos professores de uma instituição de ensino superior. 108 f. Dissertação (Mestrado Acadêmico da Universidade do Vale do Itajaí), Centro de Educação de Biguaçu, Universidade do Vale do Itajaí, Biguaçu, 2005.

MOWDAY, R. T., PORTER, L. W., STEERS, R. M. Employee-Organization Linkages: The Psychology of Commitment, Absenteeism and Turnover. New York. Academic Press, 1982.

MOYNIHAN, D. P.; PANDEY, S. K. Finding workable levers over work motivation: Comparing job satisfaction, job involvement, and organizational commitment. Administration & Society, v. 39, n. 7, p. 803-832, 2007.

PAIVA, K. C. M., LA FALCE, J. L.; MUYLDER, C. F. Comprometimento organizacional: comparando servidores e terceirizados de uma fundação pública de pesquisa em saúde. Revista Economia & Gestão, v. 13, n. 33, p. 73-89, 2013.

PÉREZ-RAMOS, J. Motivação no trabalho: abordagens teóricas. Psicologia USP, v. 1, n. 2, p. 127-140, 1990.

PINHO, M. G.; BAIDYA, T. K. N.; DALBEM, M. C.; SALVINO, E. H. A. S. Política de Recompensa e Promoção Influencia a Motivação do Trabalhador? Revista Eletrônica de Ciência Administrativa, v. 17, n. 3, p. 395-409, 2018.

PORTER, L. W.; STEERS, R. M.; MOWDAY, R. T.; BOULIAN, P. V. Organizational commitment, job satisfaction, and turnover among psychiatric technicians. Journal of applied psychology, v. 59, n. 5, p. 603, 1974.

REGO FILHO, F. S., MENEZES, E. R. de. A influência dos vínculos empregatícios para a aprendizagem de uma organização pública federal. Research, Society and Development, v. 9, n. 8, p. e471985526-e471985526, 2020.

REGO, A.; SOUTO, S. Comprometimento organizacional: um estudo luso-brasileiro sobre a importância da justiça. Anais... XXVI Encontro da ANPAD, Salvador, Brasil, 22-25, Setembro, 2002.

ROBBINS, S. P. Comportamento Organizacional. São Paulo: Prentice Hall, 2002.

RYAN, R. M., CONNELL, J. P. e GROLNICK, W. S. When achievement is not intrinsically motivated: A theory of internalization and self-regulation in school. Achievement and Motivation: A social-developmental perspective, v. 167, n. 88, p.167-88, 1992.

SALAZAR, K. A., SILVA, A. R. L., FANTINEL, L. D. As relações simbólicas e a motivação no trabalho voluntário. Revista de Administração Mackenzie, v. 16, n. 3, p. 171-200, 2015.

SCHWARTZ, S. H. Universals in the content and structure of values: Theoretical advances and empirical tests in 20 countries. In: Advances in Experimental Social Psychology. Academic Press, p. 1-65, 1992.

SIQUEIRA, M. M. M.; GOMIDE J. S. Vínculos do indivíduo com o trabalho e com a organização. In: Zanelli J. C.; Borges-Andrade J. E.; Bastos A. V. B. (Orgs.), Psicologia, Organizações e Trabalho no Brasil, São Paulo: Artmed, p. 144-301, 2004.

SOLDI, R. M. Comprometimento Organizacional de Trabalhadores Terceirizados e Efetivos: um estudo comparativo em uma empresa de telefonia. 133f. Dissertação (Mestrado em Administração) - Programa de Pós-Graduação em Administração da Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Florianópolis, Brasil, 2006.

TAMAYO, A.; PASCHOAL, T. A relação da motivação para o trabalho com as metas do trabalhador. Revista de Administração Contemporânea, v. 7, n. 4, p. 33-54, 2003.

TRIVELLAS, P. Work motivation and job performance of frontline employees: the mediating role of organizational commitment. In: 2011 IEEE International Conference on Industrial Engineering and Engineering Management. p. 1878-1882, 2011.

VENÂNCIO, D. M.; DUTRA, A.; FIATES, G. G. S.; FEUERSCHÜTTE, S. G. Comprometimento organizacional: confrontando o comprometimento afetivo e instrumental entre trabalhadores autônomos e efetivos de salões de beleza. Holos, v. 2, p. 169-182, 2015.

VOLLMEYER, R., RHEINBERG, F.. Does motivation affect performance via persistence? Learning and Instruction, v. 10, n. 4, p. 293-309, 2000.

WESTOVER, J. H., WESTOVER, A. R., WESTOVER, L. A. Enhancing long‐term worker productivity and performance: The connection of key work domains to job satisfaction and organizational commitment. International Journal of Productivity and Performance Management, v. 59, n. 4, p. 372-387, 2010.

WIENER, Y. Commitment in organizations: A normative view. Academy of Management Review, v. 7, n. 3, p. 418-428, 1982.

WONG-ON-WING, B., GUO, L., LUI, G., Intrinsic and extrinsic motivation and participation in budgeting: Antecedents and consequences. Behavioral Research in Accounting, v. 22, n. 2, p. 133-153, 2010.

ZONATTO, V. C. S. Influência de fatores sociais cognitivos de capacidade, vontade e oportunidade sobre o desempenho gerencial nas atividades orçamentárias das maiores empresas exportadoras do Brasil. 332 f. Tese (Doutorado em Ciências Contábeis e Administração) - Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis da Universidade Regional de Blumenau, Blumenau, 2014.

ZONATTO, V. C. S., SILVA, A., GONÇALVES, M. Influência da motivação para o trabalho no comprometimento organizacional. Revista de Administração IMED, v. 8, n. 1, p. 169-190, 2018.

Publicado
2021-12-19
Métricas
  • Visualizações do Artigo 1022
  • ARTIGO downloads: 767
Seção
ARTIGOS