Angola: Democracia que Temos e a que Precisamos

  • Domingos Faustino Pedro João Universidade Federal do ABC, Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira

Resumo

Este artigo discute a democracia angolana, compreendendo de maneira profunda e abrangente o funcionamento das instituições públicas, isto é, como os elementos inerentes à democracia são conduzidos dentro das instituições. Também discutimos sobre os principais desafios para os países que se configuram como democráticos, mas que não possuem, na prática as suas instituições em funcionamento de fato. Para este artigo, foram utilizados análise de conteúdo, com técnicas de consultas bibliográficas e documentais em sites e periódicos, observando o funcionamento das instituições a partir de três momentos: áreas democráticas, fraquezas do processo democrático e áreas do setor público com maior índice de corrupção.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2021-09-10
Métricas
  • Visualizações do Artigo 53
  • PDF downloads: 85