Submissões

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista; caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao editor".
  • O arquivo da submissão está em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF.
  • URLs para as referências foram informadas quando possível.
  • O texto está em espaço simples; usa uma fonte de 12-pontos; emprega itálico em vez de sublinhado (exceto em endereços URL); as figuras e tabelas estão inseridas no texto, não no final do documento na forma de anexos.
  • O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na página Sobre a Revista.
  • Em caso de submissão a uma seção com avaliação pelos pares (ex.: artigos), as instruções disponíveis em Assegurando a avaliação pelos pares cega foram seguidas.

Diretrizes para Autores

A submissão de artigos, resenhas e traduções para a revista Dados de África(s) poderá ser feita por estudantes de graduação (com coautoria de autor/a no mínimo graduado/a). Poderão submeter artigos para publicação na revista estudantes e egressos (ainda vinculados aos programas) de todas as áreas.

Todos os textos recebidos para publicação serão submetidos a uma avaliação preliminar quanto à sua adequação aos objetivos da revista, a ser realizada pelos Editores.

Artigos

Área: Interdisciplinar.

Recebemos artigos e resenhas das áreas de humanidades, especialmente, uma vez que a orientação do curso ao qual a revista está vinculada é a interdisciplinar. Salientamos que o periódico segue rigorosamente o foco temático “Estudos africanos e representações da África”.

Os trabalhos devem ser inéditos, redigidos em língua portuguesa, levando-se em conta a ortografia oficial vigente e as regras para a indicação bibliográfica, conforme normas da ABNT em vigor. É altamente recomendável que o artigo seja submetido a uma revisão técnica (com respeito às normas de apresentação de originais da ABNT) antes da submissão ao Conselho Editorial.

  1. Todos os trabalhos devem ser apresentados em duas versões, uma com e outra sem a identificação do autor; não é necessário enviar cópia impressa. O programa utilizado deve ser compatível com o Word for Windows. Imagens: 300 dpi.
  2. Em nota de rodapé imediatamente após o nome do autor devem constar os dados completos do autor (nome completo, ou nome social, filiação institucional, titulação acadêmica, e e-mail para correspondência). O autor deve também declarar que o texto submetido é 100% inédito e não se encontra em processo de julgamento em nenhum outro periódico ou coletânea.
  3. Caso a pesquisa tenha apoio financeiro de alguma instituição, esta deverá ser mencionada em rodapé e no fim do texto em: agradecimentos.
  4. 4. As traduções devem vir acompanhadas de autorização do autor e do original do texto.
  5. Os artigos terão a extensão de 14 a 25 páginas, em formato A4, digitadas em fonte Times New Roman 12, com espaço 1,5. As citações de mais de cinco linhas deverão ser feitas em destaque, com fonte 11 e recuo 2,5 cm. Margens: superior e esquerda: 3,0 cm; inferior e direita: 2,0 cm. Os artigos serão acompanhados do resumo de no máximo um mil caracteres e de 3 a cinco palavras-chave. Os resumos deverão ser acompanhados de uma tradução em inglês, ou nas línguas aceitas para publicação por esta revista (inglês, espanhol ou francês).
  6. 6. As resenhas poderão ter entre 1.000 e 1.500 palavras. Fontes e margens seguem mesmas normas dos artigos. Devem referir-se a livros nacionais publicados até cinco anos anteriores a data da submissão à revista. Para livros estrangeiros admite-se que tenham sido publicados nos últimos dez anos.
  7. As referências bibliográficas completas devem ser listadas em ordem alfabética, no final do artigo. Quando citada, a obra deve ser indicada de maneira simplificada no corpo do artigo: (AUTOR, ano, p. número).
  8. As notas devem ser colocadas sempre em rodapé.

EXEMPLOS PARA AS REFERÊNCIAS

 

Livro:

 

LIMA, Ivaldo Marciano de França. Representações da África no Brasil: Novas Interpretações. Recife: Editora Bagaço, 2018.

 

CALHEIRO, Ineildes. As mulheres Árbitras de futebol: tecnologias de gênero e Divisão Sexual do trabalho. 1. Düsseldorf/ (Alemanha): Novas Edições Acadêmicas, 2017.

 

Capítulo ou parte de livro:

 

MAIA, Cinthia Nolácio de ALMEIDA. Formação e Práticas docentes no ensino das histórias culturas africanas e afrobrasileiras: algumas reflexões sobre a lei 10.639/2003. In: FERREIRA, Lucia Gracia; FERRAZ, Rita de Cassia Souza Nascimento. (Orgs.). Formação docente: identidade, diversidade e saberes. Curitiba: CRV, 2014, p. 17-33.

 

Artigo em periódico:

 

FONSECA, Danilo Ferreira da. O genocídio de Ruanda e administração pública: o caso do burgomestre Juvenal Kajelijeli. África(s), Vol. 5, N. 10,  p. 66-80, 2018.

 

REZENDE, Rodrigo Castro. Mito e crioulização: o caso da expansão islâmica entre os soninquês. Cadernos de África Contemporânea, Vol. 2, N. 4, p. 6-32, 2019

 

DISSERTAÇÃO:

 

PINHO, Jose Ricardo Moreno. Escravos quilombolas ou meeiros - escraviodão e cultura política no médio São Francisco (1830 – 1888). Dissertação (Mestrado em História Social) – Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2001.

 

TESE:

 

NDIAYE, Detoubab. A consolidação e processo da democratização na Afríca Ocidental. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) – UFBA, Salvador, 2009.

 

MONOGRAFIA:

 

SANTOS, Rita de Cássia Nascimento dos. Cultura em Les Contes d'Amadou Koumba. Monografia. (Especialização em Estudos Africanos e Representações da África). Programa de Pós-Graduação em Estudos Africanos e Representações da África, UNEB, Departamento de Educação, campus II, Alagoinhas, 2018

 

TCC:

 

MATOS, José Fernando de. O processo de desenvolvimento em Angola: causas e consequências no período pós-colonial (2002 – 2018). Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Humanidades) Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira, UNILAB, Campus dos Malês, São Francisco do Conde, 2019.

 

AFONSO, Euclides Victorino Silva. Da bancada à cantina ao modo Mamadu: Experiências de comércio nas zonas de Luanda. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Humanidades) Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira, UNILAB, Campus dos Malês, São Francisco do Conde, 2019.

 

TRABALHO APRESENTADO EM EVENTO:

 

SANTOS, Cristiane Batista da Silva; BISPO, Daniana Oliveira. Identidade negra no ensino e aprendizagem de história local e regional nas experiências do PIBID. In: V Encontro Nacional das Licenciaturas - IV Seminário Nacional do PIBID, 2014, UFRN. Natal, ENALIC, 2014, p. 10-15. Disponível em: http://enalic2014.com.br/anais/anexos/1247.pdf

 

Os originais devem ser submetidos pelo endereço:

https://www.revistas.uneb.br/index.php/dadosdeafricas

 

Após um breve cadastro seguir os passos para submissão de texto.

Resenhas

Apenas resenhas de livros com no máximo dez anos, redigidas por autores e autoras que se comprometam a respeitar as regras expostas nesta seção.

As resenhas poderão ter entre 1.000 e 1.500 palavras. Fontes e margens seguem mesmas normas dos artigos. Devem referir-se a livros nacionais publicados até cinco anos anteriores a data da submissão à revista. Para livros estrangeiros admite-se que tenham sido publicados nos últimos dez anos.

A seção Resenhas está aberta á publicação de revisão crítica de uma publicação técnica ou científica recente ou relevante aos debates contemporâneos do campo, entrevistas (com cientistas e pesquisadores renomados); estudos bibliográficos (análise crítica e abrangente da literatura sobre tema definido) e análises críticas.

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.